.

Cromoterapia - Terapia e Significado das Cores

A cromoterapia utiliza as cores para curar doenças e trazer bem-estar. Isto porque, segundo especialistas, cada cor tem uma vibração própria capaz de estimular o nosso organismo. Sua eficácia tem sido comprovada por séculos. Estes estudos fizeram com que a Organização Mundial da Saúde (OMS) a incluísse na seleta lista de terapias alternativas, também chamadas de terapias complementares.

Como vemos as cores?

A luz é a grande responsável por vermos as cores. Para enxergamos um objeto é preciso que ele tenha, pelo menos, a incidência de um feixe de luz vindo de uma fonte de energia luminosa, como o Sol ou uma lâmpada acesa, por exemplo. Esta luz traz consigo diversas cores. Ao atingir o objeto, a cor que não é absorvida é refletida para os nossos olhos (vermelho, amarelo, azul, entre outras). Quando o objeto apresentar a cor preta, significa que ele absorveu todas as cores e não refletiu nenhuma (ausência de luz). Quando apresentar a cor branca quer dizer que ele refletiu todas as cores ao mesmo tempo.

Como as cores nos afetam?

Ao enxergar uma cor, os olhos enviam impulsos eletro-nervosos para o cérebro, que os interpretam, desencadeando sensações fisiológicas e psicológicas. Esta descoberta foi feita pelo cientista alemão Johann Wolfgang von Goethe. Entre 1790 e 1832, Goethe estudou muito o tema. Suas pesquisas concluíram que o vermelho tem propriedade estimulante no organismo, o azul acalma, o amarelo provoca sensações de alegria, e o verde é relaxante. Esses efeitos são mais ou menos intensos, dependendo da tonalidade usada.

Cores para bem-estar e saúde

Agora que já sabemos como vemos as cores e como elas nos afetam é hora de utilizá-las ao nosso favor. Veja alguns modos de aplicação para harmonizar e restaurar o seu equilíbrio vital e energético:

  • Cromoterapia em ambientes: pode estar presente na pintura dos cômodos da sua casa ou de seu local de trabalho; nas peças decorativas; e na iluminação. Lembre-se, cada cor exala vibrações específicas. Por isso, antes de aplicar a técnica leve em consideração o ambiente físico, a quantidade de horas que será ocupado, o caráter e estado de saúde do ocupante.
 
  • Cromoterapia em bens pessoais: as cores que escolhemos ao comprarmos um carro, roupa, tênis, acessório ou qualquer outro objeto podem descrever a nossa personalidade ou passar a imagem de quem gostaríamos de ser.
 
  • Cromoterapia terapêutica: aplicada através de lâmpadas coloridas, água solarizada ou janelas coloridas ajudam na prevenção e no tratamento de doenças de origem física, mental e emocional.

Gostou? Compartilhe!