.
Como começar a praticar Yoga

Como começar a praticar Yoga

A melhor maneira de aprender yoga é fazendo, mas se você está nervoso em participar de uma aula, não hesite estudar um pouco antes de fazer uma aula. Considere os seguintes conselhos.

Comece por entender os diferentes tipos de yoga

Pode ser uma boa ideia entender sobre todos os diferentes tipos de yoga antes de assistir a uma aula. Por exemplo, as aulas de Hatha Yoga tendem a ser boas para iniciantes, porque são mais lentas. As aulas de Vinyasa, Ashtanga e power yoga podem ser mais desafiadoras, dependendo do nível de instrução, embora as aulas de Vinyasa sejam frequentemente voltadas para iniciantes. Iyengar tem um forte foco no alinhamento adequado, e muitas vezes usa adereços para ajudar os alunos a aperfeiçoar sua forma.

Hot yoga usa poses que são acessíveis para a maioria das pessoas, mas devido ao ambiente extremamente quente onde as aulas acontecem, pode não ser aconselhável ou agradável para alguns alunos. Por exemplo, mulheres grávidas ou pessoas com uma condição médica podem não querer experimentar este estilo. As aulas de Kundalini geralmente incorporam mais meditação, cânticos e elementos espirituais, que podem te fazer sentir desconfortável ​​se você não estiver familiarizado com essa forma de yoga.

Sua melhor aposta é verificar os horários das aulas nos estúdios locais para ver que tipos de yoga eles oferecem, em seguida, fazer um pouco mais de pesquisa para discernir quais classes podem ser boas para para você.


Se familiarize com as poses básicas do Yoga

Dependendo do estúdio e do instrutor, os nomes das poses podem ser referenciadas em hindi ou inglês, ou em uma combinação dos mesmos. Isso pode ser confuso nas primeiras vezes em que você assistir às aulas.

Pode ser uma boa ideia revisar algumas das poses mais comuns para se familiarizar com nomes, bem como sobre sua forma básica. As favoritas, como a pose da criança (balasana) e o cachorro virado para baixo (adho mukha svanasana), são incorporadas em quase todas as aulas de yoga. Outras poses e sequências comuns é a pose do guerreiro e as saudações ao sol.


Clique Aqui: Poses de Yoga de acordo com fases da Lua


Pense sobre o que você vai vestir

Ao contrário do que a indústria do yoga gostaria que você acreditasse, a aula de yoga não é uma competição de moda. O que você veste é apenas o elemento menos importante da prática. É uma boa ideia usar calças ou shorts confortáveis, e um top justo que não caia sobre o seu rosto toda vez que fizer uma inversão.

Também é importante perceber que você faz tudo descalço. Se você não se pode imaginar tirando os sapatos na frente de estranhos, é uma boa ideia investir em um par de meias próprios para yoga para evitar que seus pés deslizam no seu tapete.


Descubra quais são os materiais necessários

A maioria dos estúdios incentiva os alunos a trazerem os seus próprios tapetes de yoga para as aulas, mas se não tiver um tapete próprio, normalmente estará disponível para alugar por uma pequena taxa. Verifique com o seu estúdio local para ver qual é o protocolo deles. Caso contrário, é improvável que você precise de muita coisa.

Se você planeja fazer uma aula em casa, pode querer comprar alguns materiais básicos ou encontrar objetos em sua casa que possam servir. Por exemplo, você pode usar uma toalha no lugar de um tapete ou um cinto no lugar de uma cinta de yoga. Encontrar um substituto para os blocos de yoga é um pouco mais complicado, mas em um momento de aperto, um livro de capa dura resistente pode fazer o truque.


Clique Aqui: Quais são os acessórios para praticar Yoga?


Leve em consideração onde fazer uma aula de yoga

Os estúdios de yoga são tradicionalmente onde os alunos aspirantes aprendem a prática. Mas eles não são a única opção disponível para instrução. Atualmente, quase todas as grandes academias oferecem aulas de yoga e, com a disponibilidade de smartphones e serviços de streaming de vídeo, você pode acessar aulas online de qualquer lugar.

Existem prós e contras para cada opção. Se você já é sócio de uma academia, muitas vezes você pode acessar as aulas sem nenhum custo adicional. Muitos desses instrutores são altamente qualificados, embora você também possa obter alguns novos instrutores que desejam desenvolver sua experiência e habilidades.

Estúdios de yoga, por outro lado, são frequentemente o lar de instrutores altamente qualificados que se concentram principalmente em yoga. Os estúdios também oferecem uma ampla gama de classes ao longo do dia. No entanto, os estúdios tendem a ser mais caros e, para algumas pessoas, podem ser mais intimidantes.

As aulas ou DVDs online são uma opção excelente e acessível para aqueles que não têm acesso a instruções presenciais, ou para aqueles que desejam facilitar a prática antes de assistir a uma aula. Embora não haja nada de errado em começar uma prática em casa, esse tipo de instrução não tem um feedback personalizado, por isso é difícil para os iniciantes saberem se estão fazendo as poses corretamente. Sempre que possível, é melhor participar de pelo menos algumas aulas com um instrutor qualificado antes de decidir fazer sozinho.


Atenção à etiqueta do yoga

A etiqueta do Yoga, em sua maior parte, é bastante auto-explicativa – respeite o professor, respeite seus colegas e respeite a si mesmo e à prática. Mas pequenas coisas, como desligar o telefone antes da aula, e ficar na sala de aula até o final do relaxamento final, fazem uma grande diferença. Vá em frente e faça o que é esperado.


Clique Aqui: Yoga: tudo sobre o exercício para o corpo e a mente


Estrutura Básica de uma aula de yoga

A maioria das aulas segue um roteiro semelhante, embora os detalhes mudem com base no tipo de yoga que você está fazendo e no nível de instrução. Desde o momento em que você pisa no estúdio até o final de sua primeira aula, é isso que você pode esperar:

Check-in na recepção

Aparece um pouco cedo para que tenhas tempo para te preparares e encontrar o teu espaço. Além disso, se é a primeira vez, talvez seja necessário preencher a papelada antes de participar.

Entre no estúdio e encontre seu espaço

Tire seus sapatos antes de entrar. Coloque o seu tapete de modo que fique na mesma direção dos tapetes dos outros alunos. Pergunte ao instrutor se você precisará de mais alguma coisa. Diga ao instrutor se é a primeira vez.

Sente-se em silêncio no seu tapete até a aula começar. Se você quiser, faça alguns de seus próprios alongamentos antes do início da aula.

Siga o fluxo da turma

As aulas geralmente começam com exercícios básicos de respiração e poses mais lentas e metódicas para ajudá-lo a se aquecer. Alguns instrutores podem levá-lo a uma série de “oms”, cânticos ou uma meditação guiada antes de iniciar as poses físicas. As aulas, em seguida, seguem uma velocidade e intensidade, atingindo uma postura no ápice, antes de diminuir a velocidade gradualmente e fazer alongamentos mais profundos. Muitas aulas terminam com poses sentadas, depois deitadas, terminando com savasana, ou “postura do cadáver”, um importante período de relaxamento em que seu corpo absorve tudo o que aprendeu antes de fazer a transição para a vida cotidiana.

Depois do savasana, as aulas geralmente terminam com uma respiração mais profunda e vários “oms”. Como o yoga é sobre a respiração tanto quanto a prática física, esses exercícios finais de respiração são um lembrete útil para manter o foco na respiração enquanto você passa o resto do dia. Não seja pego de surpresa se o seu instrutor o guiar em um canto. Você não precisa participar se não se sentir confortável.

Faça perguntas depois da aula

A maioria dos instrutores fica por perto para responder a quaisquer perguntas que você possa ter. Este é um ótimo momento para obter mais informações sobre poses específicas ou simplesmente desenvolver um relacionamento com seu instrutor.

Depois que a aula terminar, reserve um tempo para pensar sobre a experiência. Avalie o que você gostou ou não gostou e pense se a velocidade e a instrução foram apropriadas para o seu nível de habilidade. Com esta informação, você pode decidir se vai continuar a frequentar a mesma classe no futuro ou se quer mudar de assunto e tentar algo diferente.

Defina os seus limites

Yoga é uma prática muito pessoal. O que é seguro e eficaz para uma pessoa pode não ser seguro ou eficaz para outra pessoa. Embora a maioria das posturas sejam completamente seguras, é importante ouvir o seu corpo e definir os seus limites à medida que avança.

Por exemplo, se você tiver problemas lombares, pode ser necessário pedir ao seu professor modificações em poses básicas como a dobra para a frente. E se você está começando uma prática de yoga em casa, é particularmente importante fazer poses mais arriscadas para iniciantes, para não tentar algo para o qual você não esteja preparado.

E lembre-se, só porque poses como handstands e postura do corvo são populares para se exibir no Instagram, isso não significa que você está pronto para experimentá-las. Muitas posturas do yoga exigem força e equilíbrio substanciais que levam tempo para se desenvolver. Comece desenvolvendo uma prática básica e tenha tempo para trabalhar a partir daí.


Mitos Comuns do Yoga

Há muitos mitos em torno da prática do yoga. Mas é só isso – eles são mitos, não a realidade.

  • Acredite ou não, yoga não é apenas para meninas.
  • Você não precisa ser flexível para fazer yoga.
  • Yoga não é uma religião.
  • Yoga não é “muito difícil” ou “muito fácil”.
  • Yoga não é apenas para hippies vegetarianos.
  • Yoga é para todos em todos os níveis, e yoga pode se encaixar em todos os estilos de vida.

Se você está aberto a experimentar a prática, você pode descobrir como inclusivo e edificante o yoga pode ser.


Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.