.

Baseado num conjunto de conhecimentos filosófico, científico e religioso, o Espiritismo é uma doutrina codificada em 5 obras em meados do século XIX pelo pedagogo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, também conhecido como Allan Kardec.

Revelada pelos espíritos a Rivail, a doutrina se encontra compilada nas obras: O Livro dos Espíritos (1857), O Livro dos Médiuns (1859), O Evangelho Segundo o Espiritismo (1863), O Céu e o Inferno (1865) e A Gênese (1868).

Mesclando temáticas como a caridade, a reencarnação, o evolucionismo e credos esotéricos, Rivail teria começado a trabalhar na síntese que gerou o Espiritismo após um acontecimento em uma das sessões místicas a qual participava.

Nela, um médium teria lhe dado o nome Allan Kardec devido a uma encarnação passada de Rivail, e lhe disse que seria a ele o incumbido de reunir ensinamentos e conclusões dos últimos séculos em uma doutrina que não somente propagasse os ideais de Cristo, mas trouxesse alívio para os corações dos homens.

A partir daí, como Kardec, passou a mergulhar em fenômenos, estudou diversas correntes do misticismo e começou a experimentar diversos fenômenos da comunicação com o mundo dos mortos, como a psicografia.

O que diz o Espiritismo?

Se você ainda não está familiarizado com as obras de Kardec, é importante compreender quais são os pilares do Espiritismo e porque tantas pessoas acabam procurando a doutrina e frequentando as casas espíritas em momentos de dificuldade.

Hoje em dia, o Brasil possui a maior comunidade espírita de todo o mundo, com cerca de 2,3 milhões de seguidores. E é cada vez maior o número de pessoas que se tornam adeptas dessa doutrina, que tem muito a nos ensinar.

Reencarnação

Assim como no budismo, o espiritismo vê na reencarnação uma forma de aprimoramento intelectual e moral. Ao longo de muitas vidas, os sofrimentos funcionam como provas e expiações que passam para acelerar o progresso da evolução.

A doutrina espírita também acredita na existência muitos mundos dentro do infinito do Universo. Caso a evolução não se dê na Terra, será possível ter uma nova oportunidade em outros planetas.

A necessidade das encarnações como aprendizado é explicada através da Lei da Causa e Efeito. Cada ação gera uma reação, tanto para você quanto para as pessoas próximas. Sendo assim, é de extrema importância a presença de amigos verdadeiros e familiares nessa evolução coletiva — um ajudando o outro rumo ao progresso.

Espíritos

O espiritismo não somente crê na existência de seres desencarnados, mas na eternidade deles. Segundo a codificação da doutrina, toma-se como base uma comunicação com a espiritualidade superior.

Quando desencarnamos, continuamos a agregar conhecimento, sempre em busca da elevação do ser.

A comunicação com espíritos é feita por pessoas chamadas médiuns. Um dos nomes mais conhecidos é o de Chico Xavier que, por meio da psicografia, chegou a escrever mais de 400 livros orientados pelos espíritos.

Caridade

Segundo O Evangelho Segundo o Espiritismo, “fora da caridade não existe salvação”. A máxima se refere ao amor ao próximo, que devemos sempre estar colocando em prática por meio da caridade.

Lembrando que nesse caso não estamos falando apenas de ajuda material. Uma palavra de alento, um gesto de carinho ou auxílio moral também contam como caridade. O ego e a vaidade devem ficar fora dos sentimentos envolvidos. Suas práticas devem ser puras e com boas intenções.

Estudos

Assim como uma pessoa que estuda muito para passar em uma prova difícil, assim deve ser encarado o comprometimento com o espiritismo. Para alcançar a evolução, muito estudo será necessário.

Além das obras publicadas por Allan Kardec, é importante que o praticante detenha o conhecimento necessário para exercitar a moral e intelectualidade. Se não sabe por onde começar, procura uma casa espírita de confiança para ter uma melhor orientação.

Perdão

Assim como a caridade, o perdão deve ser uma prática recorrente e sincera. Mágoas e ressentimentos são sentimentos primitivos, que são ativados pelos nossos instintos. Portanto, é preciso exercitar o amor, até mesmo pelo nosso maior inimigo.

Energias negativas atraem energias negativas. Então evite conflitos, perdoe e compreenda que todos nós somos irmãos, vivendo na mesma casa, que é o nosso planeta. Jesus nos ensinou a perdoar 77 vezes 7, então pare de contar, pois não há limites para o perdão.

Amor

Sentimento fundamental para a evolução dos seres neste mundo, encarnados ou desencarnados, o amor é a energia mais poderosa para transformar o interior de todos os espíritos.

Ame a Deus, ao próprio e a tudo o que está à sua volta. Até mesmo seus problemas, dificuldades e inimigos merecem o seu amor.

Você vai gostar de ler: