.
O Cristo cósmico: saiba como ativar a consciência crística

O Cristo cósmico: saiba como ativar a consciência crística

Especialmente no ocidente, quando falamos em Cristo, obviamente falamos de Jesus. Pensamos nesse ser como uma coisa só, como se Cristo fosse uma pessoa, porém, este é um erro muito comum.

“No budismo se faz semelhante raciocínio. Existe a budeidade (a capacidade de iluminação) que vem se forjando ao longo do processo da evolução, até que ela irrompe em Sidarta Gautama que virou Buda (o iluminado). Esta só pôde se manifestar na pessoa de Gautama porque antes, a budeidade, estava lá no processo evolucionário. Então virou o Buda, como Jesus virou o Cristo”
Leonardo Boff

Cristo não é um personagem histórico que existiu há uns 2 mil anos, Cristo não é atemporal, desenvolve-se de instante em instante, ele em si mesmo é o Fogo Sagrado, um estado, exatamente como acontece com Buda. Muitos pensam que Buda é uma pessoa, quando na verdade é um estado da consciência quando ela atinge a iluminação e transcende a matéria.

A consciência crística

Como sabemos, a pessoa que conhecemos como Jesus atingiu a consciência crística e assim se tornou o Cristo. A figura do Cristo existe desde a Criação, o Filho do Pai Eterno, então também é eterno, divino, onipresente e infinito. Cristo não pode estar contido apenas no corpo de um homem, não pode ser morto ou sofrer tentações, não pode ter existido apenas em determinado lugar e tempo, para uma única cultura e povo.

A consciência crística é um estado de consciência que nos aproxima de Deus, despida do ego e de preconceitos. A verdadeira e original consciência crística é universal, coletiva, abnegada, solidária, fraterna e misericordiosa, atributos que Jesus conseguiu personificar e refletir do divino. O Cristo se refere à Luz que somos, a natureza de Buda, o Filho de Deus, a parte da consciência mais elevada dos seres. É por meio do acesso à consciência do Cristo que o homem se torna consciente da sua condição de filho amado, de filho da luz. Experimentar a Consciência Crística nos proporciona vivenciar um estado de comunhão com o Criador onde nos tornamos expressões vivas da vontade do pai, manifestada através do amor incondicional por meio de nossas atitudes perante a nós mesmos e ao mundo.

Quando você encontra a sua conexão espiritual com o Universo e com o Criador, isso se manifestará externamente como amor incondicional, alegria, compaixão e empatia. Quando uma pessoa está disposta a aprender e a aplicar os princípios da Divindade em suas vidas, a evolução espiritual se dá muito mais rapidamente.


Clique Aqui: Oração das Santas Chagas – devoção às Chagas de Cristo


Ativação da consciência crística

Somos todos um, estamos todos conectados. Logo, qualquer atributo mesmo que elevado e divino pode ser exercitado, canalizado e harmonizado dentro de nós. Aliás, o caminho crístico é uma das formas mais rápidas de evolução espiritual, pois trabalha no ser encarnado os aspectos mais elevados da consciência.

É possível então ativar a nossa consciência crística e usar essa jornada como caminho de evolução? A resposta é sim. O primeiro passo é buscar uma compreensão de mundo baseada no amor e na tolerância. Parece até fácil, mas a julgar pela configuração do mundo atual, vemos que a tolerância não faz parte da essência do mundo. Nem mesmo nas igrejas cristãs essa consciência é secundária e perde espaço para os interesses da igreja enquanto instituição. Jesus disse “amai-vos uns aos outros”, mas parece que alguns entenderam que esse amor poderia estar condicionado a cor da pele, orientação sexual e até mesmo política. No Brasil isso fica evidente quando vemos cristãos a favor da pena de morte, extermínio dos adversários, tortura e a vontade de fazer justiça através de armas.

Uma prostituta como Maria Madalena jamais teria espaço na maior parte das igrejas. Odeiam o pecado e o pecador e usam a bíblia para definir, segundo o que acreditam, o que é de fato um pecado e o que pode ser tolerado. O acúmulo de riquezas, por exemplo, também é uma distorção dos ensinamentos de Jesus.

“E ainda vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus”
Jesus

Claro que não se trata de fazer apologia a pobreza, pois o dinheiro traz desenvolvimento, tecnologia e conforto. Mas é justamente o acúmulo de riquezas incentivado pelo sistema mercantil que faz com que poucos tenham muito e muitos tenham quase nada. Não é preciso ter bilhões na conta para viver bem, especialmente em um mundo onde temos um continente inteiro condenado à pobreza, fome e exploração. Esse contexto está, com toda certeza, muito distante da consciência crística e também do que nos ensinou o grande mestre Jesus.

O perdão também é um um dos atributos da consciência crística. Através dele exercitamos a aceitação do diferente e a compreensão de que todos temos a mesma origem. Se para muitos já é difícil perdoar quem se ama, imagina quando a ofensa vem daquele por quem não nutrimos nenhuma empatia. Mas é justamente esses que precisamos perdoar. E esse perdão não significa esquecer nem muito menos continuar uma convivência que pode ser destrutiva, mas sim abrir a consciência para a compreensão de que nem todos estão no mesmo momento evolutivo e, por isso, cometem erros que para nós parecem inaceitáveis.

Ativar a consciência crística exige uma mudança da nossa visão de mundo, vinda de uma vontade sincera de praticar os ensinamentos do mestre Jesus. Julgamento, violência, perseguição, intolerância, opressão e discriminação de qualquer natureza devem ser abandonadas para que a consciência crística floresça em nosso coração. Quanto maior a mudança, quanto mais buscamos nos aproximar dos exemplos de Jesus, mais nos harmonizamos com essa energia e mais o nosso espírito se aproxima dessa vibração de amor divina.


Mantra para ativar a consciência crística

Como dito anteriormente, o único caminho para a ativação da consciência crística é a mudança radical daquilo que trazemos no coração, especialmente na forma como nos relacionamos com o mundo e com o outro. Mas existem algumas técnicas que podem ajudar a canalizar essa energia e fortalecer ainda mais as mudanças que ocorrem a cada passo que damos rumo à iluminação.

O mantra abaixo pode ser repetido quantas vezes você desejar, e tem muito efeito especialmente durante a meditação.

Eu Sou o Amor Eu Sou Amor Eu Sou o Amor…
Eu Sou a própria consciência Divina em ação…
Eu Sou o Amor Eu Sou o Amor Eu Sou Amor.
Eu Sou a própria consciência Divina em ação…
Eu Sou a Luz Eu Sou a Luz Eu Sou a Luz…
Eu Sou a própria Luz Divina em ação…
Eu Sou a Luz Eu Sou a Luz Eu Sou a Luz…
Eu Sou a própria Luz Divina em ação…
Eu Sou a Luz Eu Sou a Luz Eu Sou a Luz…
Eu Sou a própria Luz Divina em ação…


Saiba mais :

Guta Monteiro Guta Monteiro

Apaixonada por filosofia e literatura, é formada em publicidade e estuda espiritualidade desde criança. Buscadora incansável dos mistérios da vida, adora compartilhar ideias sobre Deus e as forças que movem o universo, para ajudar no seu próprio despertar e no encontro com poder divino que existe em nós. Usa a espiritualidade para crescer e ajudar a crescer aos demais e sonha com um mundo feito de igualdade, fraternidade, liberdade e amor.