.
A magia do Salmo: conheça a importância e os significados deste livro bíblico

A magia do Salmo: conheça a importância e os significados deste livro bíblico

Os Salmos que conhecemos consistem em uma espécie de misto entre oração e poesia, destinados a fortalecer os laços espirituais entre a humanidade e o mundo celeste. A história de cada Salmo tem ligações com as histórias do Rei Salomão e do Rei David, formando um total aproximado de 150 salmos diferentes, onde cada um deles procura inspirar a humanidade com um significado particular. Conheça aqui o significado dos Salmos da Bíblia.

Cada Salmo possui um importante auxílio a todos os que necessitam de alguma ajuda, seja ela para alcançar alguma cura, atingir conquistas ou se defender de males. Os Salmos representam algumas da orações mais poderosas já escritas pelas mãos dos homens, portanto devem ser usado apenas em momentos de necessidade e com uma fé sólida.

A origem da palavra Salmos vem do hebraico “PSALMUS” que, em tradução livre significa algo como “louvores”, o que simboliza muita bem a construção destes versos em aclamação ao mundo celestial. O poder e o significado dos Salmos é tão forte que seu uso e simbologia ultrapassa os limites da fé cristã, sendo encontrados em outras crenças e religiões como uma forma de alcançar o equilíbrio através de entonações rítmicas. A forma correta de se entoar os Salmos, aliás, é de maneira cantada, seguido um ritmo harmonioso e bem colocado.

O principal significado dos Salmos


A maneira como um Salmo é construído em ritmos cantados faz com que, se entoados se maneira correta, sejam capazes de emitir vibrações que sincronizam com energias divinas ou celestiais. Cada anjo, por exemplo, possui uma energia especial, a qual pode ser sincronizada através de um Salmo especificamente construído para ele, produzindo certos efeitos místicos pouco conhecidos. A seguir, vamos conhecer o significado dos Salmos e a sua importância:

Clique aqui >> Salmo 139

Este salmo é considerado “A Coroa de Todos os Salmos” e é indicado para quem está vivendo momentos de muitas dúvidas e para quem sente que o mal e as forças negativas estão tentando te atingir.  Quem precisa de justiça, quer prevenir de feitiçarias e cercar-se de proteção divina pode sempre recorrer a este poderoso salmo.


Clique aqui >> Salmo 121

O Salmo 21 é atribuído ao Rei David, acredita-se que ele tenha escrito este salmo no deserto do Parã, ao sul de Israel, logo após a perda do seu amigo Samuel. Com forte teor emotivo pela perda do amigo, David recorreu a Deus e produziu esse salmo que tem sido utilizado para proporcionar o conforto às almas do plano cósmico e também a fieis que buscam a graça divina e luz nos momentos mais difíceis.


Clique aqui >> Salmo 111

Ele é um dos mais presentes em orações e simpatias, usado por quem busca encontrar um amor verdadeiro. Entretanto, este não é um Salmo usado apenas para encontrar a pessoa amada, mas também para proporcionar mais alento ao coração humano, nutrindo a alma com mais carinho e felicidade. Pode ser usado simplesmente para atrair bons momentos ao lado de alguém especial.


Clique aqui >> Salmo 100

Este é um salmo de agradecimento a Deus. Ele agradece tudo que há de bom em sua vida, pede o fortalecimento da justiça e funciona como uma prece por boas energias. Se você deseja um salmo curto simples para demonstrar a sua gratidão e pedir a proteção contra todas as impurezas da vida, reze sempre o salmo 100.


Salmo 97

Este salmo aborda o mesmo assunto e é ajustado para a mesma melodia que o salmo anterior. Ele faz parte de uma série de salmos reais, abordando o juízo final sobre os ímpios de certa forma apocalíptica, antes mesmo de Deus definir seu glorioso reino. O poema fala basicamente em louvar a Deus, em diferentes versos, e em uma promessa de grande alegria para os justos. O salmo retrata ainda a visão do juízo sobre os ímpios e uma declaração profética sobre o fim da idolatria.


Clique aqui >> Salmo 96

Destinado a trazer mais harmonia para dentro de nosso lar, uma boa dica é recitar o Salmo e banhar a casa com chá de cascas de laranja.


Clique aqui >> Salmo 95

Este Salmo é um convite à adoração divina, uma composição que enaltece o coração benevolente e o poder Deus.  É segmentado em duas partes, na primeira compara o amor imensurável de Deus à seus filhos com a solidez proteção dos rochedos. Na segunda, o salmo adverte os impuros e descrentes sobre as conseqüências de desobeder a palavra de Deus.


Clique aqui >> Salmo 94

Este é um salmo polêmico e é colocado como um salmo imprecatório por ser interpretado como um desejo de vingança, o que destoa da ética do Novo Testamento. Mas essa é uma interpretação equivocada, o salmo 94 foi escrito em defesa da justiça e do homem de bem, incentivando a punição do mal que se espalha sob a terra.


Clique aqui >> Salmo 93

Este salmo faz parte dos “Salmos da Realeza de Javé” juntamente com o salmo 47 e o 96-99. Trata-se de um hino de louvor às vitórias conquistadas por Deus e reafirmada através de sua estabilidade absoluta e seu poder sobre os elementos cósmicos. Quem reza esse e os outros Salmos da Realeza de Javé verá que o trono do Rei é seguro e estável, amparado pelo poder divino.


Clique aqui >> Salmo 92

Dividido em 4 pequenas partes, o salmo 92 traz diferentes ensinamentos: 1- incentiva que o povo louve a Deus; 2- incentiva a celebração da sabedoria divina no julgamento dos ímpios; 3- incentiva a gratidão à Deus pelo dom da vida; 4- pede a Deus por misericórdia no pós vida.  Diferentemente dos demais salmos, este salmo tem um dia ideal para ser entoado: aos sábados.


Clique aqui >> Salmo 91

O salmo 91 é considerado como o mais poderoso escudo de proteção espiritual. Se você quer proteger a sua alma de todos os efeitos nocivos deste mundo, visíveis e invisíveis, reze este salmo com muita fé.


Clique aqui >> Salmo 90

Este salmo é conhecido como o salmo da confiança. Ele é poderoso para revigorar e aumentar a nossa fé. Se a sua fé está abalada, peça a Deus que aumente a sua confiança em seu poder e existência.


Clique aqui >> Salmo 89

Muitos salmos que começam com queixa e oração terminam com alegria e louvor, mas esse começa com alegria e louvor e termina com queixas e frases tristes. O salmista primeiro conta os antigos favores de Deus, e depois agrava as queixas atuais. É incerto quando foi escrito, mas o título é atribuído a Etã (ou Jedutum). Comemora a união entre Deus e Davi, mas ao mesmo tempo lamenta que os seus descendentes não tenham seguido com fidelidade a aliança e as palavras de Deus. O salmo reafirma o quanto Deus foi fiel à sua promessa e sua realização na pessoa do filho de Davi, Messias.


Clique aqui >> Salmo 88

Este salmo é uma lamentação, um dos mais melancólicos de todos os salmos; e não conclui, como geralmente os salmos melancólicos fazem, com a menor insinuação de conforto ou alegria, mas sim com sentimento de luto. O salmista aqui se queixa, fala das suas aflições externas, faz uma lembrança de seus pecados e teme pela ira de Deus. “Uma dança de aflição” pode ser o real significado da sua melodia. Lamenta a demora de Deus em vir em seu socorro e mostra seu desespero por não sentir o apoio por parte de Deus.


Clique aqui >> Salmo 87

Alguns pensam que este salmo foi escrito para expressar a alegria do povo de Deus quando Sião estava em um estado de reconstrução e altamente evangelizador com a missão do Novo Testamento. Outros pensam que foi escrito para encorajar fé e esperança quando Sião estava em ruínas e deveria ser reconstruída. Pertence ao grupo de filhos de Corá e descreve o amor de Deus pela cidade de Sião. Celebra ainda a salvação de Deus e a procedência dos cidadãos de Sião de todas as nações


Clique aqui >> Salmo 86

Este salmo é intitulado “uma oração de Davi”, onde ele freqüentemente pediu e recomendou aos outros o seu uso especialmente em um dia de aflição. Davi, nesta oração (de acordo com a natureza desse dever), dá a glória a Deus, procura a graça e o favor de Deus, pede para que Deus ouça suas orações, o preserve e o salve, e seja misericordioso com ele. Em troca, ele lhe daria alegria, graça e força, e honraria a presença de Deus.


Clique aqui >> Salmo 85

Este é o salmo da Luz. O salmo 85 pode ser entoado para pedir proteção divina, para pedir a Deus que clareie os nossos caminhos, nossos planos e nos dê serenidade e sabedoria para conquistar todos os nossos desejos e objetivos.


Clique aqui >> Salmo 84

Sendo um salmo composto pelos filhos de Corá, ele celebra a presença de Deus e seu templo em Jerusalém. É um salmo que retrata o fato de Deus ser omnipresente, ou seja, não sendo é necessário estarmos em Israel para sentir a sua presença, pois o Senhor se aproxima daqueles que confiam em Seu filho. É uma bênção aos peregrinos de Sião, que têm o desejo e a alegria de estar em Sião e de poder confiar em Deus.


Clique aqui >> Salmo 83

Este salmo é o último daqueles que estão sob o nome de Asafe. Está escrito, como a maioria deles, de uma forma geral fazendo referência aos insultos dos inimigos da igreja, que buscavam sua ruína. A pura intenção deste salmo é redimir a glória a Deus através das fortes palavras que encontramos ao longo do canto. É uma lamentação bastante centrada no ímpio, pois proclama para que Deus Se pronuncie e julgue os ímpios. Pode ainda ser considerado um salmo imprecatório por causa da maldição colocada pelo salmista nestes versos.


Clique aqui >> Salmo 82

Excelente para atrair boas vibrações e sucesso na área profissional. As terças-feiras são o melhor dia para realizar esses pedidos.


Clique aqui >> Salmo 81

Este salmo pode ser considerado um louvor e uma convocação do povo para louvar ao Senhor. Porém, termina como um salmo de admoestação, sendo ouvida a voz de Deus. É um salmo de glória a Deus e para receber instrução de Deus, “contemplar a beleza do Senhor e inquirir no templo dele”. Trata-se ainda de uma convocação do povo para a festa da lua nova, de uma descrição por parte de Deus da desobediência de Israel e também lamentação por tal desobediência israelita. A animação do salmo, no entanto, pode ser comparada a outros salmos de louvor.


Clique aqui >> Salmo 80

Este salmo é muito parecido com o que precede, sendo um lamento comunitário. Fala basicamente sobre as muitas angústias de Israel e seu relacionamento com Deus, muitas talvez que não estão registradas na história sagrada, algumas das quais podem ocasionar a elaboração deste salmo, que ao ser cantado sobre a melodia de “os lírios”, expressamos um verdadeiro amor à igreja e uma preocupação sincera por seus interesses. Tem uma firme confiança no poder de Deus enquanto ajuda para sair de suas maiores angústias.


Clique aqui >> Salmo 79

Este salmo é provável que se refira ao ataque da cidade de Jerusalém e ao templo, e aos terríveis estragos feitos pela nação judaica. Está repleto de lamentações e clamor por perdão e redenção. O salmo também clama a Deus que castique os inimigos. Alguns pensam que foi escrito muito antes pelo espírito de profecia, preparado para o uso da igreja. Outros pensam que foi escrito pelo espírito de oração, pelo profeta Asafe.


Clique aqui >> Salmo 78

Este salmo é histórico, é uma narrativa das grandes misericórdias que Deus concedeu a Israel, aos grandes pecados cometidos e os muitos sinais de seu desagrado. Fala ainda sobre as maravilhas de Deus, para seu próprio encorajamento em um momento difícil. É um salmo de sabedoria, onde são relatados os momentos de fidelidade de Deus em relação ao Seu povo e uma mensagem para que as gerações atuais não cometam os mesmos erros das antigas.


Clique aqui >> Salmo 77

Este salmo começa com queixas dolorosas, mas termina com incentivos confortáveis. As queixas parecem ser de reclamações pessoais, mas os incentivos se relacionam com as preocupações públicas da igreja, de modo que não é certo se foi escrito de uma forma pessoal ou pública. Nos ensina que o que Deus fez para a sua igreja em geral pode ser melhorado para o conforto de determinados crentes. Se o lamento for em relação a uma calamidade pública, falando dela com tanta emoção, como se fosse um problema particular do escritor do salmo, isso nos mostra o quanto devemos ter em consideração os interesses da igreja de Deus.


Clique aqui >> Salmo 76

Este salmo parece ter sido escrito na ocasião de uma grande vitória obtida pela igreja sobre algum inimigo ameaçador ou outro, e projetada para conquistar o triunfo. Tem foco no temor de Deus e pode ser dividido em quatro partes, sendo elas a celebração das vitórias do Senhor contra seus inimigos, o louvor centralizado em Jerusalém e advertência aos justos para que adorem a Deus.


Clique aqui >> Salmo 75

Embora este salmo seja atribuído a Asafe no título, concorda exatamente com as circunstâncias de Davi, quando o mesmo chegou à coroa após a morte de Saul. Pode ser visto como David dando as suas graças a Deus por trazê-lo para o trono. Trata-se de um grande momento de louvor e propõe um momento glorioso entre o povo, o salmista e Deus. É também uma forma de mostrar as respostas do Senhor em relação ao salmo anterior.


Clique aqui >> Salmo 74

O Salmo 74 é um clamor de toda uma comunidade, de um agrupamento de pessoas que mostra todo o vigor espiritual que a união constrói. Para quem precisa de força para seguir na evangelização e na profetização junto aos seus, esse cântico trará vitalidade e acabará com as suas dúvidas, problemas, reclamações, desânimos e lamentações. Para reerguer o próximo, precisamos antes estar erguidos e essa Palavra tocará quem vive por e para essa missão, já que Deus olha pelo seu filho que não abandona os outros e que quer salvar o mundo ao mesmo tempo em que quer curar-se dos próprios pecados. Não se abata, irmão. Essas são as palavras que recebemos com essa leitura.


Clique aqui >> Salmo 73

Este salmo leva o nome de Asafe em seu título. É provável que tenha sido escrito por ele; pois lemos as palavras que representam que por meio das batalhas, o salmista Asafe aprendeu a confiar em Deus. Ele descreve a crise em relação à sua fé, as dúvidas a sua luta contra a inveja. Lamenta a sua incerteza e fica assim um salmo de fé com características de sabedoria.


Clique aqui >> Salmo 72

Emite vibrações que atraem dinheiro. Quando recitar esse Salmo, acenda também uma vela na cor verde, ungida com óleo da boa sorte por 72 dias consecutivos.


Clique aqui >> Salmo 71

Davi escreveu este salmo em sua velhice, como aparece por várias passagens nele, o que faz muitos pensar que foi escrito no momento da rebelião de Absalão; pois esse foi o grande problema de seus últimos dias. Mas ele não fala apenas em seu nome, porque ele pretendia que este salmo fosse para o uso geral do povo de Deus em suas aflições, especialmente aqueles que ele conhece em seus anos de declínio; pois este salmo, acima de qualquer outro, está preparado para o uso dos antigos discípulos de Jesus Cristo.


Clique aqui >> Salmo 70

Este é um salmo muito forte para auxiliar às pessoas que passaram por humilhações ou que buscam pela superação de obstáculos difíceis. É um salmo com palavras de estímulo a sua autoestima e confiança, dando incentivo à sua força moral.


Clique aqui >> Salmo 69

Davi escreveu este salmo quando estava em aflição, e nele ele se queixa da grande angústia e dificuldade em que estava e implora sinceramente a Deus para aliviá-lo e socorrê-lo. Ele suplica os julgamentos de Deus sobre seus perseguidores. Ele conclui com a voz de alegria e louvor, com a certeza de que Deus o ajudaria e o socorreria, e faria o bem pela igreja. Davi era um discípulo de Cristo, e várias passagens deste salmo são aplicadas a Cristo no Novo Testamento. Começa com a humilhação e termina com a exaltação de Cristo.


Clique aqui >> Salmo 68

Indicado para livrar aqueles que sofrem por consequência de alguma magia negra. Para afasta-la de si é preciso orar o Salmo por 60 dias seguidos.


Clique aqui >> Salmo 67

Este salmo se relaciona com a igreja e é feito para o público. Aqui está I. Uma oração pela prosperidade da igreja de Israel. Uma perspectiva de tempos felizes e gloriosos. Assim foi o salmista inspirado pelo espírito de profecia para predizer a herança gloriosa da igreja cristã, na qual os judeus e os gentios deveriam se unir em um único bando, cujo o trabalho abençoado deve ser a nossa alegria e louvor e o completar de nossa oração e esperança, ao cantar este salmo.


Clique aqui >> Salmo 66

Este salmo é dedicado às pessoas que passam por um momento muito delicado: àqueles que enfrentaram um dura e longa batalha ou também para quem encontra-se em momentos de profunda crise. É um salmo extenso e de palavras fortes, que mostra como o fiel encontrou-se com um desgaste intenso e agora roga a Deus por uma vida mais pacífica e justa.


Clique aqui >> Salmo 65

Neste salmo, somos direcionados a dar a Deus a glória de seu poder e bondade. No reino da graça, ouvindo a oração, perdoando o pecado, satisfazendo as almas das pessoas, protegendo-as e apoiando-as. Estas são bênçãos muito comuns a todas as pessoas, e, portanto, podemos direcionar facilmente este salmo para nós mesmos ao cantá-lo.


Clique aqui >> Salmo 64

Todo esse salmo tem referência aos inimigos, perseguidores e caluniadores de Davi; e a uma grande quantidade de problemas que eles deram ao mesmo, quase todos os dias, de modo que não há uma ocasião particular neste salmo.Ele ora a Deus para preservá-lo de seus conceitos maliciosos contra ele. Ele fala do caráter muito ruim dos inimigos, como homens marcados pela ruína por sua própria maldade. Pelo espírito de profecia, ele predica a sua destruição, que redundaria para a glória de Deus e o encorajamento do seu povo.


Clique aqui >> Salmo 63

Este salmo não tem nada nele diretamente de oração ou louvor, nem aparece em que ocasião foi escrita, nem se em qualquer ocasião particular, seja triste ou alegre. Mas David com grande prazer professa sua própria confiança em Deus e dependência dele, e se encoraja a continuar esperando por ele. Com muita seriedade, ele excita e encoraja os outros a confiar em Deus também, e em mais nenhuma criatura. Ao cantar, devemos louvar a Deus.


Clique aqui >> Salmo 62

Este salmo não tem nada nele diretamente de oração ou louvor, nem aparece em que ocasião foi escrita, nem se em qualquer ocasião particular, seja triste ou alegre. Mas David com grande prazer professa sua própria confiança em Deus e dependência dele, e se encoraja a continuar esperando por ele. Com muita seriedade, ele excita e encoraja os outros a confiar em Deus também, e em mais nenhuma criatura. Ao cantar, devemos louvar a Deus.


Clique aqui >> Salmo 61

David, neste salmo, como em muitos outros, começa com um coração triste, mas conclui com um ar de prazer – começa com orações e lágrimas, mas termina com canções de louvor. Assim, a alma, ao ser levada a Deus, retorna ao gozo de si mesmo. Parece que David foi expulso e banido quando escreveu este salmo. Mas é tudo referente ao Rei Messias David, quando resolve perseverar em seu dever, encorajado tanto por sua experiência quanto por suas expectativas. Ele invocará Deus porque Deus o protegeu.


Clique aqui >> Salmo 60

Depois de muitos salmos que Davi escreveu em um dia de angústia, o salmo 60 surge depois de um dia de triunfo. Foi escrito depois que ele chegou ao trono, na ocasião de uma vitória ilustre que Deus abençoou suas forças. Foi quando Davi estava no auge de sua prosperidade, e os assuntos de seu reino pareciam estar em melhor fase do que nunca antes ou depois visto. Davi, em prosperidade, era tão devoto quanto David na adversidade. Ele fala sobre a feliz mudança dada ultimamente aos seus assuntos. Ele reza pela libertação de Israel de seus inimigos.


Clique aqui >> Salmo 59

Afasta a possessão. Em caso de suspeitas de possessão esse Salmo deve ser entoado todos os dias até que estas sejam eliminadas.


Clique aqui >> Salmo 58

O salmo 58 é imprecatório e pode ser resultado de um ataque muito sério a Davi. A melodia com a qual deve ser cantado é “não destruirás”, como outros três salmos. O salmo retrata e descreve os maus juízes que promovem destruição na terra, sendo eles humanos que se comportam como tivessem poderes divinos. Faz também uma descrição dos ímpios que persistem no mal e clama por juízo divino contra os aqueles que rejeitaram o caminho do Deus. Traz ainda a ideia de certeza de que os justos serão vingados.


Clique aqui >> Salmo 57

Este salmo é muito parecido com o que se segue antes, pois foi escrito em uma ocasião semelhante, quando Davi estava em perigo e em tentação de pecar. Começa assim: “Seja misericordioso comigo”. Ele começa com a oração e a queixa, e conclui com alegria e louvor. O salmo 57 serve então para que possamos, portanto, tomar direção e encorajamento, tanto em nossas súplicas quanto em nossas ações de graças, e oferecemos ambos a Deus, ao cantar as suas estrofes.


Clique aqui >> Salmo 56

O salmo 56 e muitos outros parecem que mesmo em tempos de grande dificuldade e angústia, Davi nunca desistiu; e que quando seus perigos e medos eram maiores, ele ainda estava em sintonia para cantar e louvar a Deus. Ele estava em perigo iminente quando escreveu esse salmo, pelo menos quando orava; ainda assim, sua oração a Deus era doce. Ele se queixa da malícia de seus inimigos, e pede piedade para si e justiça contra eles. Ele confia em Deus, tendo a certeza de que ele estava do seu lado, e se confortou com isso. Ele estava seguro e deveria ser vitorioso, e enquanto vivia, ele deveria louvar a Deus.


Clique aqui >> Salmo 55

Esse salmo trata de vida e morte, de livramento do inferno e da presença persistente de Deus. Davi escreveu neste salmo sobre a ocasião da rebelião de Absalão, e do inimigo em particular, que o tratou de forma traiçoeira. Os problemas de Davi aqui são típicos dos sofrimentos de Cristo, e sobre a traição que ambos sofreram. Mas não existe nada disso particularmente aplicado a Cristo no Novo Testamento. David estava em grande angústia quando escreveu esse salmo. Ele reza para que Deus se manifeste a seu favor e implora sua própria tristeza e medo.


Clique aqui >> Salmo 54

É um salmo de lamentação. Nos diz em que ocasião foi escrita – quando os habitantes de Zife, traíram David quando disseram à Saul que o mesmo estaria se refugiando em suas terras, informando-o onde ele estava e colocando-o em uma posição de fácil acesso. Fizeram isso duas vezes. O salmo é doce; a primeira parte talvez tenha sido pensada quando Davi estava em sua angústia e posta em escrita quando o perigo acabou, com a adição dos dois últimos versos, que expressam sua gratidão pela libertação, que ainda pode ser escrita com fé, mesmo quando ele estava no meio de seu susto.


Clique aqui >> Salmo 53

Deus, neste salmo, repete a sua mensagem, pois esse é praticamente o mesmo quase literal dizeres do 14º salmo. O alcance disso é convencer-nos de nossos pecados, para nos mostrar um rubor e tremor por causa deles; e isso é o que somos para que haja necessidade de uma linha de acordo com esse objetivo. A palavra, como uma palavra convincente, é comparada a um martelo, cujos traços devem ser freqüentemente repetidos. Deus mostra-nos o quanto somos ruins, o juízo insensato, o fato de examinar a todos nós e a oração pela salvação de Israel.


Clique aqui >> Salmo 52

Afasta as fofocas, opressão, tristeza, descrença e qualquer tipo de maldade. Surte melhor efeito nas sextas-feiras.


Clique aqui >> Salmo 51

O Salmo 51 mostra uma parte da vida de Davi que muito o frustrou, considerada uma das piores, já que está relacionada ao seu pecado de adultério. Assim, esse Salmo é um dos sete que está relacionado à penitência e nos serve em momentos de grande transformação, em que precisamos nos reinventar pois a nossa vida não é mais digna de Deus. Para quem cometeu o mesmo pecado, perdeu sua dignidade, sua família e a quem amava em nome da carne e da traição, essa leitura é excelente e vai certamente mostrar um novo caminho, uma nova aproximação com Deus.


Clique aqui >> Salmo 49

O Salmo 49 é um salmo de sabedoria atribuído aos filhos de Corá, tem muitas semelhanças com provérbios e Eclesiastes. Tem características de um texto de orientação, sendo diferente dos salmos de louvor habituais. Este salmo é um sermão, enquanto na maioria dos salmos, temos oração e louvor; nestes, temos pregação; e é nosso dever, ao cantar salmos, ensinar a nós mesmos e uns aos outros. O escopo e o design deste discurso é convencer os homens deste mundo de seu pecado e insensatez em colocar seus corações sobre as coisas deste mundo, e assim persuadi-los a buscar as coisas de um mundo melhor; como também para consolar o povo de Deus.


Clique aqui >> Salmo 48

Este salmo é uma canção triunfante. Pode ter sido ser escrito por Davi na ocasião de uma vitória eminente obtida em seu tempo; mesmo que não tão calculado para isso, mas que pode servir qualquer outra ocasião semelhante e ser aplicável também às glórias da igreja do evangelho. Fala ainda do amor de Deus por Jerusalém, especialmente enquanto cidade santa triunfante, a “Jerusalém celestial”, que está acima de tudo e deve ser louvada. Pode também ser dividido enquanto uma celebração do poder de Deus na cidade santa e a descrição dos reis e povos para testemunhar o reinado de Deus.


Clique aqui >> Salmo 47

O objetivo desse salmo é nos motivar para louvar a Deus e para que todas as pessoas devam fazê-lo. Diz ainda de que maneira devemos louvar, publicamente, alegremente e de forma inteligente. Estamos amparados pelo louvor e pela majestade de Deus. O seu domínio é soberano e universal. O salmo é ainda sobre as grandes coisas que ele fez, e fará, para o seu povo. Ao cantar este salmo devemos honrar e exaltar o Redentor, celebrar a sua realeza, confessando que ele é o Senhor, e a glória de Deus, o Pai. Um salmo para os filhos de Corá, apresentando a ascensão do Rei dos reis ao Seu trono.


Clique aqui >> Salmo 46

O Salmo 46 é um salmo de fé diante das batalhas da vida que devemos enfrentar. Esse amor por Deus que é descrito é uma forma de mostrar como sua misericórdia age em nossas vidas e nos salva das piores tentações e doenças. Considerado um dos mais belos Salmos, a ação divina é inabalável e mostra como Deus pode mudar o rumo de todos nós com sua graça e poder. Se você foi dilacerado pela vida, reconstrua sua fé e sua relação com Deus após essa leitura forte e abençoada.


Clique aqui >> Salmo 45


Clique aqui >> Salmo 44


Clique aqui >> Salmo 43


Clique aqui >> Salmo 42


Clique aqui >> Salmo 41


Clique aqui >> Salmo 40

Indicado para afastar espíritos mal intencionados e trazer alentos em momentos de sofrimento. Um boa dica é orar às segundas-feiras e sempre tomar um banho de anil em sequência.

Clique aqui >> Salmo 39

Já o Salmo 39 é uma lamentação espiritual, mas que traz a determinação da parte de Davi em seguir nos caminhos corretos. Ele mostra como o melhor a se fazer diante de nossos inimigos é se calar e deixar com que Deus faça sua parte e nos dê o caminho dos Céus e derrame sua misericórdia em quem nos faz mal. Assim, se você se sente triste, depressivo e descontente com a vida, não se deixa abalar mais, essa leitura trará o aconchego necessário a você, basta que você entre em contato com Deus, Ele sabe de todos os nossos erros e dores.


Clique aqui >> Salmo 38

O Salmo 38 é voltado a quem passa por penitências ou quer melhor entendê-las. Aqui fala-se de rogar a Deus e de sua missão que objetiva disciplinar seus filhos na vivência terrestre. Indicado às pessoas que enfrentam tropeços na vida, ruínas, decepções, traições, mortes, abandonos e tragédias. O livramento neste cântico é certo, é justo e é pleno. Ele é o consolo que falta a quem se sente injustiçado o fraco para seguir em frente diante de tantas provações. Ele é um grito de alívio em meio ao mar de desgraças que a pessoa está vivendo.


Clique aqui >> Salmo 37

O Salmo 37 é dedicado à paciência, à oração profunda e à meditação das Santas Escrituras diante dos problemas que nos afligem. Assim, o filho de Deus que alcançar isso, terá a Unção divina pela eternidade e será recompensado por todo o sofrimentos, injustiças e provações que enfrentou com garra e fé inabaláveis. Aqui vemos a comparação dos dois caminhos a seguir e como o caminho rumo a Deus é infinitas vezes mais difícil, porém, cheio de recompensas e de misericórdia do nosso Pai.


Clique aqui >> Salmo 36

O Salmo seguinte é o de número 36 e mantém a mesma lógica da construção do que é ser um cristão sábio, que revela seus pecados e reconhece que caminhou nas trevas e que se afastou de Deus. Além disso, revela a imensidão divina que nunca falha nem nos deixa passar aquilo que não suportamos. Esse cântico nos mostra como somos falhos e dissimulamos a fé, a Palavra e nossas ações em prol de nós mesmos. Entra aqui a ação do mal, dos ímpios e um caminho sombrio que é peregrinado por quem não ruma em direção à luz.


Clique aqui >> Salmo 35

O Salmo 35 é voltado a perdoar o próximo, a orar por nossos inimigos e não guardar rancor nem desavenças pois isso não nos leva a lugar nenhum. Esse é o primeiro passo a para a redenção: deixar de contribuir com as maldades do mundo, purificar-se e começar um caminho santo para ser exemplo de misericórdia e retidão aos que nos rodeiam. Esse cântico é dedicado à justiça, à retribuição e à vontade de salvar a si mesmo e aos que também precisam de libertação espiritual e da misericórdia do Pai.


Clique aqui >> Salmo 34

Protege os injustiçados e abre caminhos difíceis. Quando a situação parecer ruim, recite este Salmo durante todos os dias até que o cenário esteja melhor.


Clique aqui >> Salmo 33

O Salmo 33 é tido como um louvor poderoso que chama todas as pessoas a se unirem e a mostrarem que Deus não nos fez apenas para salvar-nos a nós mesmos, mas para levar a cura e o arrependimento aos nossos irmãos e também aos nossos inimigos. Assim, essa adoração busca unir os filhos de Deus e mostrar que a guerra, a discórdia, a inveja e o mal não valem a pena e que juntos podemos ir mais longe e alcançar a redenção, porque fazer o bem ao próximo é fazer bem a nosso Pai e é cumprir seus Ensinamentos.


Clique aqui >> Salmo 32

O Salmo 32 é ligado ao perdão dos pecados, trazendo a situação de Davi como pecador que assume e se arrepende de seus erros do passado, seguida do perdão de Deus que reconhece seu merecimento. Ou seja, para quem não encontra um caminho, esse cântico mostra que a única solução é buscar a Deus, confessar-se, não tornar a pecar e suplicar por sua misericórdia, já que aqui temos a prova de que o arrependimento é necessário para a glória eterna e que as bênçãos do perdão são infinitas, tudo mostrado a partir da história do rei Davi.


Clique aqui >> Salmo 31

O Salmo 31 é considerado um cântico de fé, já que professa por meio das lamentações as bênçãos que foram derramadas por Deus sobre a vida sofrida e injusta de Davi. Esse excerto mostra como a ação dos inimigos o abalaram e como repetidas coisas que passaram em sua vida para fazer-lhe cair e criar um desafeto por Deus. Assim, esse Salmo é para quem precisa de libertação, de cura e de fortalecimento da fé para voltar a estabelecer laços saudáveis e de amor com Deus.


Clique aqui >> Salmo 30

O Salmo 30 é dedicado a agradecer e recontar o momento em que nosso Pai livrou Davi de um grande mal. Então, o cântico constrói-se em graça a Deus por essa salvação da morte que seria causada por seus inimigos. Para quem é atacado pelas obras dos ímpios, para quem foi fragilizado e levado ao fundo do poço, esse cântico é a poderosa intervenção divina que se esperava. A vida que que precisa ser reestruturada e amparada, a convicção que precisa ser fortalecida. Essa oração vem em atenção e socorro dessas pessoas para reestruturar suas respectivas missões.


Clique aqui >> Salmo 29

O Salmo 29 serve-nos em momentos de louvor, sendo também um Salmo Real que fala do poder de Deus sobre nós e de Seu Glorioso Reinado. Aqui Deus é elevado a Seu verdadeiro valor, exaltado e entronado. Para quem precisa mostrar seus esforços, ser escutado por Deus, mostrar sua devoção e dedicar nossas vidas. Este é o Salmo da Suprema Santidade, essa busca humana inspirada na ação de Deus sobre nós. Um cântico para mostrar solenidade e reverência, para se afastar dos pecados e glorificar as obras de Deus na Terra e sobretudo em nossas vidas.


Clique aqui >> Salmo 28

O Salmo 28 é voltado a quem precisa se livrar do mal causado por inimigos internos e externos. Para quem sente-se um líder em Terra, mas não é nada diante de Deus. Para quem acha que os prazeres terrenos são suficientes. Para quem acha que nos basta conquistar o mundo e as pessoas. Com essas Escrituras Deus nos mostra que precisamos de muito mais para merecer Seu perdão. Esse cântico é uma oração sincera, onde devemos nos rebaixar diante da misericórdia de Deus, onde apresentamos nossas falhas, nossa humildade, franqueza e lealdade.


Clique aqui >> Salmo 27

Este é um poderoso e extenso salmo dedicado àquelas pessoas que estão se sentindo rodeado de falsos amigos, de intrusos que querem causar mal à sua vida. Este salmo é para que eles consigam afastar o medo e ganhar força para enfrentar essas forças malignas que estão rondando.


Clique aqui >> Salmo 26

O Salmo 26 é dito como um cântico que protesta a inocência, que mostra redenção, integração e restituição de caráter. Nessa passagem as intenções de Davi são claras: ele deseja habitar junto do Pai pela eternidade. Para quem sabe que tem um passado carregado de pecados e de frustrações espirituais, essa leitura serve para revelar que com perseverança na Palavra não há um filho de Deus que possa restar sem amparo. Esse cântico nos revela que nossa própria cura não depende de ninguém mais além de nós mesmos, nem nossas reconquistas, nem nossa consequente Salvação.


Clique aqui >> Salmo 25

Este Salmo é muito bom para afastar acidentes. É recomendado entoa-lo sempre que for viajar.


Clique aqui >> Salmo 24

O Salmo 24 vem para descrever como o nosso Cristo chegou à Cidade Santa, recontando sua trajetória profética pela Terra. Relacionado ao Salmo 15 ele fala do mérito de estar ou não diante da graça de Deus e de merecer sua piedade. Para quem precisa fortalecer ou se reencontrar com sua própria retidão, essas palavras te levarão ao encontro do que você precisa para merecer a piedade de Deus e fazer parte de Seu Reino sob a Terra. Esse Salmo Messiânico é sem dúvidas uma benção sobre a entrada nos Santos Caminhos.


Clique aqui >> Salmo 23

Este é um salmo para quem deseja atrair segurança e afastar pessoas falsas. Quem vai viajar e quer pedir a Deus por segurança no trajeto e no destino, pode rogar esse salmo. Ele é ideal também para afastar toda a falsidade que esteja rondando, é um pedido a Deus para que mantenha longe todas as aflições que perseguem seus espíritos.


Clique aqui >> Salmo 22

O Salmo 22 traz um pouco da profecia sobre a crucificação e a ressurreição de Jesus por intermédio do Espírito Santo. Assim, avançando-se na história, vemos descrito todo o futuro sofrimento do filho de Deus por cada um de nós: sua tortura sua morte e sua ascensão aos Céus com glórias eternas. A partir das dores que sofreu, Davi passa a ter o poder de visualizar o mesmo que irá sofrer o filho do Altíssimo. Se você procura uma resposta, um caminho a seguir para se livrar daquilo que o aflige, essa leitura te servirá imensamente.


Clique aqui >> Salmo 21

O Salmo 21 é uma sequência de seu Salmo anterior. Após abençoar seus soldados, agora é a hora de bênçãos serem derramadas sobre o rei, ou seja, um cântico real. Fechando esse ciclo de súplica e lamúrias, após a conquista do perdão e de sua elevação espiritual, é iniciado para Davi o momento de real conciliação e de união entre divino humano, entre a redenção dos pecadores e o perdão eterno. Se você precisa elevar sua relação com Deus e se sente fragilizado, esse excerto fará você retomar suas forças e sua fé.


Clique aqui >> Salmo 20

Este é o salmo da tranqüilidade. Quem quer pedir a Deus por uma vida mais tranqüila, livre de angústias e com maio serenidade, pode rezar esse salmo. Ele acalma até os corações mais inquietos e tempestuosos.


Clique aqui >> Salmo 19

No Salmo 19, voltamos à temática da sabedoria que celebra os ensinamentos divinos desde o momento da criação. Iniciado nos Céus, esse cântico segue-se falando da Palavra de Deus e termina em como ela pode tocar o coração de cada filho cada servo do Pai. Para quem precisa das revelações de Deus em sua vida, não pode deixar de fazer como mantra um dos Salmos mais clássicos das Santas Escrituras.


Clique aqui >> Salmo 18

O Salmo 18 é um hino de celebração de graça a Deus, no qual David fala de sua felicidade e das vitórias alcançadas por crer no Pai e por deixar suas vitórias nas mãos daquele que nos criou e nos ama tanto. Livre de todos os inimigos e de todo o mal anteriormente vivido, Davi se sente satisfeito e infinitamente dependente da misericórdia divina que o salvou de tanta assolação. Assim, se você foi agraciado pelo amor divino, essa leitura aquecerá seu coração como uma oração de gratidão eterna.


Clique aqui >> Salmo 17

O Salmo 17 é feito de lamentações e as mistura com juras de inocência e súplicas de piedade. Para quem não se sente mais ligado às confissões e que não acredita que pode ser perdoado e por isso não os entrega a Deus. Esse Salmo é feito justamente para essas pessoas. Para quem se entregou aos vícios. Para quem precisa livrar-se do mal, dos desgostos cotidianos, das decepções. Para que a figura de Saul saia de sua vida e para crer uma outra vez que Deus nos ama e nos perdoa independente de nossos erros, essa leitura é perfeita. Deus é amor e, sobretudo, misericórdia para com Seus filhos.


Clique aqui >> Salmo 16

O Salmo 16, é voltado às lamentações, tendo um ar profético que se destina aos servos sofredores que peregrinam pelo mundo. Para quem se sente inseguro em muitos aspectos de sua vida, essa é uma leitura intensa e necessária. Para quem não se sente preservado nem motivado pelo mundo de hoje que é cheio de barbárie e discórdia. Para quem teme todos os dias pela própria vida e pela sua família. Assim como o rei Davi devemos buscar nossa segurança e conforto nas palavras de Deus, em Seu amor, em Sua eterna misericórdia por nós.


Clique aqui >> Salmo 15

Quando nos sentimos fracos, abalados e desprotegidos esse Salmo vem nos reerguer. O Salmo 15 é para aqueles que não se sentem dignos de estar diante de Deus, de estar com Ele na eternidade. Enquanto o Salmo anterior fala dos descrentes, do pecado de não crer, este Salmo fala da riqueza e da misericórdia divinas que nos fará estar em Sua presença. Assim, essa sequência serve para colocar-nos na possibilidade de uma glória eterna, de bênçãos divinas e de redenção. Essa leitura serve para exaltar nosso contato com Deus e para mostrar que podemos alcançar o perdão e a perfeição se seguirmos Sua Palavra.


Clique aqui >> Salmo 14

Já o Salmo 14 se assemelha muito ao Salmo 53 que é ligado à sabedoria e segue a história vivida por Davi. Para quem sente que não precisa de Deus para viver ou para se reerguer de uma situação, é uma leitura necessária e próspera. Para evitar a leviandade humana, temos nessa passagem a necessário para reforçar a nossa fé. Para libertar os insensatos e incrédulos de sua ignorância, de sua falta de crença, de sua imaginária superioridade. O saber interpretar as Escrituras é fundamental, já que esse é o único caminho para se elevar a Deus.


Clique aqui >> Salmo 13

O Salmo seguinte, de número 13, é um cântico, mais uma vez, de lamentações. Esse clamor dedicado ao Senhor é uma das finais súplicas de socorro em desespero. Ainda mais forte, tocante e vigoroso, eles contêm imagens para realmente sacudir nossa visão sobre a vida. Muito semelhante a outro Salmo, o 142, ele mostra outra vez a perseguição contra David, mas agora com a possibilidade de ele ter sido morto por seus perseguidores. Para quem sofre com doenças familiares ou sofrimentos causados por intrigas e inveja, essa leitura é essencial. A necessidade do alívio te machuca? Essas palavras acalmarão seu coração e será seu grito de cura tão desejado.


Clique aqui >> Salmo 12

Já no Salmo 12 temos uma demonstração clara do poder das palavras perversas dos ímpios que se atiram contra nós e contra a nossa índole. Ao final deste cântico, porém, temos a clara prova da única verdade que importa: as palavras puras de Deus. Atribuído também à Davi, esta passagem traz súplicas à intervenção divina nas lamúrias sofridas pelo rei ao longo das passagens anteriores. Assim, vemos um cenário assolador se desenvolver ao longo dos versos. Necessário para quem sente-se traído e enganado nos caminhos difíceis que nos impõem diariamente. Palavras bonitas e bajulações nos atraiçoam todos os dias e nos enchem de um orgulho e uma honra que não nos pertence, que não é real. Essa oração serve então para nos alertar desses riscos e nos atentar a voltar para os caminhos corretos da fé.


Clique aqui >> Salmo 11

Destinado a afastar as influências negativas, as injustiças e os inimigos. Quarta-feira é o melhor dia para esse Salmo, que deve ser seguido também por um banho de sal grosso para ajudar a eliminar toda a influência ruim.

Clique aqui >> Salmo 10

O Salmo 10 seria então a continuação, como dito antes, do Salmo 9. Assim, a continuação dá conta de mostrar que Deus dará conta de todos os inimigos que nos assombram e nos amedrontam, demonstrando toda a urgência do nosso clamor. Por isso, mesmo que Deus pareça distante e intocável, os ímpios parecerem tão poderosos e perversos, e os menos abastados tão assolados pela dor e pela desigualdade, não podemos deixar de crer na presença do Altíssimo em nossas vidas. Esse é um salmo dedicado àqueles que se sentem decepcionados com Deus e abandonados diante da glória divina. Não perca a sua fé, nunca desanime, pois estas palavras provam que Deus está sempre conosco.


Clique aqui >> Salmo 9

O Salmo de número 9 é um conjunto formado com o Salmo seguinte, o 10. Em um cântico único ele é representado pela ânsia de triunfar e louvar a Deus acima de tudo e de todos. Essa promessa de louvor é feita por Davi e nos indica em que sentido devemos estar comprometidos com isso durante nossa caminhada com Deus. De modo que essa jura feita ao Pai nunca pode ser quebrada, pois a Ele devemos tudo. “Louvar a Deus de todo o meu coração” é a palavra sagrada que devemos acolher em nossos corações segundo esta bela passagem.  Manifestar nossa reverência, seria então, uma obrigatoriedade diante das maravilhas proporcionadas por Ele a nós.


Clique aqui >> Salmo 8

O Salmo 8 é tido como um trecho de sabedoria sobre acontecimentos passados em Gênesis, no início da Criação. Essa passagem resume o encantamento diante das obras divinas que se espalharam pelo mundo por obra e poder de Deus. Para uma autorreflexão, esse trecho trata da condição humana na Terra e de sua necessidade de adoração ao Criador. Esse cântico é tido como um louvor de adoração que Davi dedica ao Pai o invocando o proclamando seu Santo Nome em repetições cantadas. Com isso ele reconhece que Deus é seu único caminho na Terra, já que ela está alastrada por discórdia e precisa de sua infinita benevolência.


Clique aqui >> Salmo 7

O Salmo 7 é voltado a quem está sendo abalado pelas injustiças, pela angústia, pelo desprezo, pelas acusações, inverdades e se sentindo incompleto. Com essa leitura somos levados a crer que a oração é o único caminho para chegarmos ao Pai com sabedoria e paz interior e que nosso Criador nos livra dos grandes acusadores que nos rodeiam. Nos tempos de perseguição em que vivemos, apenas a fé e a dedicação completa à Palavra do Pai nos vêm socorrer. Com palavras de lamentação, esse cântico traz a inocência de Davi à tona e revela sua real faceta, a de não ser merecedor dos castigos dados exatamente por não ter culpa. Porém, como eternos errantes e pecadores, a ira de Deus contra nós sempre pode ser justificada diante de nossas falhas diárias.


Clique aqui >> Salmo 6

Já o Salmo 6 é também ligado e dá continuação a essas lamentações iniciadas nessa sequência, trazendo também um caráter de penitência. O rei Davi, nesta passagem, acredita estar prestes a falecer e que essa morte seria motivada por seus pecados. Assim, vemos seguir suas preces de misericórdia e o atendimento das mesmas por Deus. Quando não vemos luz nas trevas nem no fim do túnel cruel que estamos seguindo, a única certeza é a de que Deus vem em nosso socorro para nos libertar e modificar nossas expectativas. Quando sentimos que tudo pode piorar e o pânico nos dominou, este Salmo é uma grata benção para clarear nossas ideias e sentimentos. O importante é não se desesperar, porque o caminho de um cristão perseverante será sempre atribulado, mas repleto de muitas bênçãos e honras.


Clique aqui >> Salmo 5

O Salmo 5 é conhecido como um salmo de lamúrias e lamentações que trata das aflições de Davi, quando seus inimigos se colocavam contra ele e contra o seu governo. Assim, tem-se as benções e maldições como vozes de Deus diante da ação dos homens. Neste Salmo a saga de Davi é mostrada, repleta de aflições diante das calúnias e mentiras criadas sobre ele, que recaem também diretamente sobre Deus. Um cântico ideal para quem se sente desamparada, desatendida e abandonada pela Unção Divina. Para quem está decepcionado com as pessoas que o rodeiam, é uma passagem muito instrutiva e importante. Deus não te abandonou, nunca te deixará sozinha nem fragilizada. Basta acreditar e confiar, pois os mistérios divinos são amplos e difíceis a mente humana!


Clique aqui >> Salmo 4

Juntamente com o Salmo anterior, o Salmo 4 fala da busca incessante pela paz que só é encontrada quando em contato com Deus e seus ensinamentos, mesmo atravessando as maiores dificuldade e tentações. Aqui vemos a continuação dos lamentos do rei Davi, mas agora proclamando a esperança e a libertação; a propagação e o lado missionário; e a certeza de que só a graça de Deus nos traz a plenitude. Esse é um cântico ideal para quem se encontra em uma tristeza desmedida ou que padece pelas dores e pela inconsciência de alguém amado. Além disso, se você se sente atacado por quem o cerca, esse Salmo te dará forças para ter misericórdia de seus inimigos.


Clique aqui >> Salmo 3

O Salmo de número 3 também é atribuído ao rei Davi e é conhecido por ser uma prece de lamentação, indicando a época em que Davi foge de Absalão, seu filho. Nessa breve passagem, então, começamos com o lamento inicial do rei, logo depois segue-se a sua confissão, sua prova de fé que é definida e, por fim, a progressão de seu lamento. Ou seja, uma entoada de angústia e lamúria para almas sedentas e desesperadas pela Palavra que pode curar por meio de histórias e provações. Este é o Salmo para provar que devemos passar pelas dores para chegar à glória e que Deus não nos abandone nem nos dá um fardo maior do que o que podemos carregar.


Clique aqui >> Salmo 2

Esse Salmo é considerado real, já que fala do glorioso reino de Messias que se aproxima. Ele teria sido escrito por Davi e se entrelaça com as escrituras de outro Salmo, o 110, já que ambos tratam do futuro do reino que foi profetizado por Deus. Ele se divide em quatro imagens: os planos de crueldade que podem se decorrer, a zombaria do Pai diante dos acontecimentos de então, a declaração de Jesus sobre as obras e verdades de seu Pai e, por fim, as recomendações espirituais para que todos os líderes da época sigam a Jesus como guia da Santa Palavra Divina.


Clique aqui >> Salmo 1

Este é o salmo do sucesso, daquelas pessoas que estão perseguindo os seus objetivos e pedem à Deus por boas energias para atrair o sucesso para o seu caminho. Por que este salmo seja efetivo, o fiel deve agir de maneira justa, cercar-se de lealdade e boa vontade e rezar o salmo 1 com muita fé.


Veja também:

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar