.
Tipos de fantasmas: o que são estes seres?

Tipos de fantasmas: o que são estes seres?

Desde a antiguidade, várias aparições fantasmagóricas mostraram-se como algo terrível e assustador. Todos os tipos de fantasmas eram colocados numa mesma caixinha onde você apenas sentia medo e de onde nada de positivo conseguia sair. Fantasmas, chamados vulgarmente de espíritos, são seres que não se encontram mais no plano terrestre. Alguns ainda guardam sua forma humana, outros não, assim como alguns perdem a sua forma de maneira geral, demonstrando-se apenas em manifestações sonoras ou visuais de objetos terrenos.

Quando os fantasmas começaram a ser estudados, estas pessoas começaram a ser chamadas de cientistas de fantasmagoria. É uma ciência ainda muito instável, visto que não possui muito apoio de instituições oficiais. Segundo o Houaiss, fantasmagoria é definida como: “arte de fazer surgir, de fazer ver imagens luminosas (‘fantasmas’)”. É esta uma das muitas técnicas usadas para se comunicar com fantasmas, através de incitações para que eles apareçam. Hoje iremos descobrir os três principais tipos de fantasmas, vamos a eles.

Tipos de fantasmas: entidades

Um dos tipos de fantasmas mais comuns e que mais aparecem representados em filmes de Hollywood são as entidades. São normalmente seres que não partiram para o além e permanecem em seu corpo físico, porém, fantasmagórico. Alguns podem mostrar-se de maneira esfumaçada e brilhantes, enquanto outros são idênticos ao corpo terrestre, entretanto, não podem ser tocados.

Estes seres interagem com os humanos e possuem um pensamento próprio. A sua racionalidade ainda não foi extinta do corpo, são apenas seres que mudaram de dimensões. Além de interagir conosco, esta consciência fantasmagórica pode ter um viés positivo ou negativo, tudo depende de como era em sua vida humana.

Mas por que estes seres não partem para o além? Bem, os principais motivos são assuntos pendentes no campo terrestre, como segredos, vícios e hábitos. Às vezes, como o fantasma é o único que sabe de um segredo, ele pode ficar para tentar passar para um ser humano, a fim de avisá-lo e prevenir uma tragédia. Mas, em outros casos, ele fica pois não aguenta permanecer longe da podridão humana, como a pornografia e a violência. Animais também podem tornar-se entidades se nutrem um amor muito grande pelo dono e sabe que estes sofrem muito a sua perda.


Clique Aqui: Entidades ciganas na Umbanda: o que são e como agem?


Tipos de fantasmas: distorções

As distorções se configuram como um dos tipos de fantasmas mais complicados de serem explicados. Existem vários estudos sobre o que elas realmente representam ou o que elas realmente “são”. Bem, as distorções são entidades que não conseguiram ou não quiseram manter o seu formato terreno, assim, elas se metamorfoseiam em outro ser ou tomam conta de um outro lugar.

Um clássico exemplo de distorção é a “casa mal-assombrada”. Nem sempre isto quer dizer que existam seres se movendo pela casa, às vezes pode ser que um ser ou um conjunto de seres humanos que morreram tornaram-se espíritos que se incrustaram nas paredes, nos móveis e no ambiente da casa. Assim, só de sentir o ar da casa, ou de ver a coloração das paredes, já podemos a passar mal.

Existem vários rituais para expulsar este tipo de fantasma de nossas casas, pois, mesmo que a casa não esteja numa carga de alta negatividade, alguém que morreu nela há centenas de anos ainda pode estar em seu meio, sem que o saibamos.

Mas será que é possível identificar estes fantasmas, sem que possamos vê-los a olho nu? Sim, é completamente possível. A primeira pista é o próprio cheiro da casa. Você poderá sentir que é um cheiro de coisa velha, mas de uma coisa velha jamais sentida antes, assim como as paredes podem parecer velhas, mas, ao mesmo tempo novas, como se você estivesse vivendo na época destas distorções.

Eventos paranormais podem acontecer a qualquer momento. Do nada, você pode estar no banho e quando pisca os olhos se vê num banheiro do século XVIII quando os últimos habitantes da casa foram mortos. Estes lapsos de tempo-espaço são muitos comuns.


Clique Aqui: Simpatia para espantar espíritos obsessores com alho e pimenta


Tipos de fantasmas: Poltergeist

Por fim, temos o Poltergeist. De todos os tipos de fantasmas, este é o mais potente. Ele se configura como uma fusão de uma “entidade” com uma “distorção”. Entidade, pois ele ainda vaga pela casa, mas não pode ser visto. E distorção, pois ele perdeu a sua forma, porém não se encontra fixado em nada. Assim, é como um espírito invisível que vaga para todos os lados e geralmente faz muitos barulhos sinistros.

Jovens, geralmente na puberdade, são os mais aptos a enxergá-los num campo sensorial. Outras pessoas não conseguem vê-lo. Sons embaixo da cama, portas rangendo. Tudo pode parecer assustados, entretanto é apenas “alguém” que ainda anda pela casa, sem se dar conta de que morreu.


Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.