.
Tatwa: como usar as vibrações cósmicas a nosso favor

Tatwa: como usar as vibrações cósmicas a nosso favor

A natureza é, além do ápice da beleza de Deus na Terra, um conjunto de energias e elementos. Quanto mais conectados com ela estamos, mais espiritualizados nos tornamos. Mas, além de apreciar sua beleza, a natureza também é uma fonte mágica, que pode nos ajudar em nossa jornada espiritual.

De acordo com a escola Samkhya de filosofia na Índia, Tatwa é o métodos para se entender os cinco elementos alquímicos e a forma pela qual interagem, criando-se uma progressão lógica para cada grau elemental. Através dos Tatwas se conhece a natureza do Universo.

“A energia é a eterna alegria”
William Blake

É uma ciência metafísica que pode ser aprendida, pois, através da manipulação dessas energias, é possível conseguirmos êxito na vida, tanto material quanto espiritualmente. Todo espírito tem direito a triunfar, tanto psicológica quanto materialmente, e para isso, deve vencer a matéria. O resultado é luz, esplendor, saúde, prosperidade, despertar. Nós não podemos aceitar a miséria, nem a interna nem a externa.

Os Tatwas

Existem seis principais escolas de pensamento sobre a filosofia tatwica. O sistema Tatwa original foi desenvolvido pelo hindu Kapila, como parte de sua filosofia Sankhya. Isso foi por volta de 700 a.C., mas as raízes da filosofia tatwica remontam a pelo menos 2000 a.C. O sistema de filosofia Sankhya de Kapila divide o universo em cinco formas tatwicas básicas, que quando contra-carregadas se tornam 25 Tattvas.

“vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico”
Sêneca

Tatwa significa o ser real de qualquer coisa, geralmente traduzido como “qualidade”. Além disso, “Tat” representa a Divindade e “Tvam” o indivíduo, ou seja, o indivíduo é também Deus.

A Escola de Hatha Yoga da Filosofia Tatwica relaciona a energia encontrada na respiração, a prana, com o ciclo dos cinco Tatwas. Prana é a energia cósmica que nasce do Sol Espiritual, é vibração, luz, magnetismo. Prana é a vida. Ela se transforma em uma substância azul divina, e o nome dessa substância é o que os orientais chamam de Akasha. O Akasha é uma substância maravilhosa que enche todo o espaço infinito e que quando se modifica, converte-se em Éter ou magnetismo. Já o Éter, quando se modifica, se transforma em Tatwas ou energias dos elementos da Natureza. Os elementos da natureza são 7, porém, os básicos são 4, conhecidos no esoterismo como Fogo, Ar, Água e Terra. E como tudo que rege a nossa vida na matéria e controlado pela vibração cósmica, quem aprende a entendê-las e manipulá-las transcende a matéria e atrai para si o que desejar, de saúde e iluminação a prosperidade.


Os chakras e os Tatwas

Os textos budistas do tantra indiano descrevem 7 centros de energia (chakras) em conexão com os cinco Tatwas. Eles correspondem aos cinco chakras inferiores e a todos os cinco centros psíquicos do esquema de chakras tibetanos.

A Sociedade Teosófica de Blavatsky, baseada em Adyar, na Índia, extraiu a maior parte de seu conhecimento sobre Tattvas de Rama Prasad, que ensinou a filosofia tatwica da Escola Hatha Yoga. Além disso, conjecturaram mais dois Tatwas, totalizando sete, o que lhes permitiu combinar diretamente os Tattvas com o sistema sete vezes maior, em particular com os sete Chakras.

Por isso, utilizar as energias específicas dos Tatwas durante a meditação potencializa ainda mais os nossos centros de energia. Aliar essas duas ferramentas tem um poder incrível!


Clique Aqui: Cama de cristal — Conheça a técnica que limpa e harmoniza os chakras


Propriedades dos Tatwas e suas aplicações práticas

Cada Tatwa tem um aspecto diferente e vai facilitar energias que interferem em áreas diferentes de nossa vida. Conhecer os Tatwas é essencial para saber como ativá-los.

  • 1

    Akash

    Excelente para a meditação e oração. São momentos que pedem mente calma, tranquilidade e conexão com o cosmos, por isso, realizar tarefas relacionados à vida profissional não são adequados a energia de Akash.

    Akash é considerado o Tatwa da morte, por isso, não é bom começar nada nesses horários.

  • 2

    Vayu

    Velocidade e movimento é seu principal aspecto. Favorece os ventos, a navegação e a aviação, por isso é muito comum acidentes aéreos ocorrem durante a influência desse Tatwa.
    Os suicidas também são estimulados por esse Tatwa.

    Em termos mais práticos, tudo que exigir rapidez e urgência responde bem a energia de Vayu.
    A intelectualidade também é favorecida por esta vibração, então, é uma boa hora para produção intelectual e também para estudar.

  • 3

    Tejas

    Essa é melhor hora para trabalhar, e a pior para discutir, pois as consequências podem ser graves. É também uma vibração que favorece as explosões e acidentes, por isso, dependendo das atividades que desempenha ou da programação do dia, é bom estar atenta ao horário regido por este Tatwa.

  • 4

    Apas

    Apas é a energia mais favorável para comércio e negócios. Grandes aquisições, como comprar um imóvel, por exemplo, também ficam facilitadas por Apas.

    É o Tatwa do dinheiro e da prosperidade, pois essa vibração trabalha construindo e atraindo. Assim, tudo que estiver relacionado com suas finanças, deve ser realizado preferencialmente no horário de influência deste Tatwa.

  • 5

    Prithvi

    Ainda próximo de Apas, Prithvi também rege a prosperidade. É o Tatwa do êxito na vida.

    A saúde também está ligada a esse Tatwa, por isso, tudo que for relacionado a saúde deve ser feito durante esse período. Meditar, orar ou se alimentar tem as forças potencializadas. Prithvi é amor, caridade e benevolência.

    Dessa forma, podemos compreender como podermos ter domínio de nossos estados interiores. Com a meditação e a oração, entramos em harmonia com Akasha; com a inspiração e a meditação entramos em harmonia com Tejas; com a atividade, as runas e os exercícios estamos em harmonia com Prithvi e Vayu; com a música clássica, a leitura agradável e o prana entramos em harmonia com Apas.

“A música é celeste, de natureza divina e de tal beleza que encanta a alma e a eleva acima da sua condição”
Aristóteles

Horários de cada Tatwa

As vibrações dos Tatwas começam com o nascer do sol e cada Tatwa vibra durante 24 minutos, em um período de 2 horas, conforme a ordem a seguir. Assim, às duas horas volta a vibrar Akash e se repete a sucessão dos Tatwas, na mesma ordem.

Saber os horários de influência de cada Tatwa nos ajuda a direcionar nossa meditação, desejos e vida em geral de acordo com os aspectos vibratórios de cada Tatwa.

  • 1° Akash
  • 2° Tejas
  • 3° Vayu
  • 4° Apas
  • 5° Prithvi

Tatwas nos alimentos

Há um ritual hindu antigo, chamado Ritual do Pancatatwa. Esta palavra significa As 5 Energias Vitais (Panca, Penta = Cinco; Tatwa = Energia Vital). Esse ritual vem a ser uma relação harmoniosa com os alimentos que consumimos no dia a dia, e que devem ter uma qualidade superior, ou Sátvica. Como o ser humano constitui-se de um organismo que recebe e transforma muitos tipos de energia, os alimentos básicos nos dão as energias com as quais nutrimos nossa estrutura física e interna e cada energia também tem sua faixa de vibração tatwica.

“Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome”
Mahatma Gandhi

Quando o corpo está nutrido com alimentos de energia elevada, as glândulas endócrinas começam a gerar melhores tipos de energias, e deste modo os hormônios darão um melhor funcionamento da Força Vital de cada pessoa. E, como resultado, a harmonia do corpo promove a nossa saúde e bem-estar, resultando em uma vibração espiritual mais elevada, chegando ao ponto de despertar nossa consciência. Os alimentos têm esse poder sobre nós, por isso nosso estilo de alimentação é tão importante e pode tanto nos afundar, quanto nos impulsionar e aproximar da energia divina.
Cada um dos alimentos que consumimos tem relação com os Tatwas, e deles extraímos energias diferentes e podemos utilizar o Ritual Pancatatwa para uma melhor alimentação.

A carne está relacionada com o Tatwa Tejas, que vai ativar a luxúria, a ira e outras emoções mais densas. Já os cereais, verduras e hortaliças relacionam-se com o Tatwa Prithvi, tendo altíssima vibração e fazendo muito bem ao corpo e ao espírito. O Tatwa Akasha relaciona-se com o vinho e o sexo, por ter relação com o princípio cósmico de criação nos elementos. Apas tem ligação com os líquidos, especialmente a água, tendo grande influência em nosso universo emocional; por esse motivo, o pescado está relacionado com esse Tatwa e nos oferece harmonia e paz. Como Vayu tem ligação com o ar, não está direta o ar, relaciona-se com o Centro Motor.

Além da escolha dos alimentos que já faz parte do ritual do Pancatatwa, recomenda-se que ao menos uma vez por mês se faça um ritual mais completo. Pode-se arranjar a mesa de jantar com os alimentos acima citados para trabalhar os Tatwas; a mesa vai funcionar como um altar tatwico e pode conter, além dos alimentos, uma bela toalha branca e um jarro com flores para que o ambiente esteja agradável, tenha harmonia e beleza e possa despertar boas energias.

Antes do jantar deve-se orar ao cosmos, agradecer pelos alimentos que serão consumidos e pronunciar o mantra Krim por sete vezes e, após isso, consumir os alimentos. O segredo está em respirar, pensar e comer conscientemente e, acima de tudo, de forma natural, prazerosa e em harmonia com os familiares. Mentalizar que cada alimento está nutrindo seu corpo e sua alma com sua respectiva energia também ajuda na força do ritual.


Tabela dos Tatwas

Para trabalhar ainda mais intensamente os Tatwas, pode-se usar a tabela abaixo para conhecê-los ainda melhor. Utilizar os mantras, as cores e os dias de cada Tatwa vai fortalecer ainda mais o poder mágico dessas energias em sua meditação e trabalhos mágicos.

  • 1

    AKASHA

    Elemento: Akasha
    Tatwa: Akasha
    Cores: Negro/Violeta
    Gênios Elementais: Indra (exterior) e Sudashiva (elementais atômicos)
    Mantra: Ha
    Planeta: Saturno
    Governa: cabeça
    Elementais: Punctas
    Dia da semana: Sábado
    Corpo: Causal

  • 2

    AR

    Elemento: Ar
    Tatwa: Vayu
    Cor: Azul
    Gênios Elementais: Pavana (exterior) e Ishwara (elementais atômicos)
    Mantra: Ya
    Planeta: Sol e Mercúrio
    Governa: coração
    Elementais: Silfos e Sílfides
    Dia da semana: Segunda e quarta
    Corpo: Astral

  • 3

    FOGO

    Elemento: Fogo
    Tatwa: Tejas
    Cor: Rojo
    Gênios Elementais: Agni (exterior) Rudra (elementais atômicos)
    Mantra: Ra
    Planeta: Marte
    Governa: Do coração ao sexo
    Elementais: Salamandras
    Dia da semana: Quinta
    Corpo: Mental

  • 4

    ÁGUA

    Elemento: Água
    Tatwa: Apas
    Cores: Branco e Verde
    Gênios Elementais: Varuna (exterior) e Narayana (elementais atômicos)
    Mantra: Va
    Planeta: Vênus e Lua
    Governa: Do sexo aos joelhos
    Elementais: Ondinas e Nereidas
    Dia da semana: Domingo e terça
    Corpo: Vital

  • 5

    TERRA

    Elemento: Terra
    Tatwa: Prithvi
    Cor: Amarelo
    Gênios Elementais: Kitichi (exterior) Brahma (elementais atômicos)
    Mantra: La
    Planetas: Sol e Júpiter
    Governa: Dos joelhos aos pés
    Elementais: Gnomos e Pigmeus
    Dia da semana: Sexta
    Corpo: Físico


Clique Aqui: Meditação ajuda a desenvolver a mediunidade?


Prática para visualizar os Tatwas

Se quiser visualizar os Tatwas em meditação, a técnica abaixo pode ajudar bastante. Basta sentar-se em uma mesa com o rosto para o Oriente e os cotovelos apoiados sobre a mesa. Então, introduza os dedos polegares de ambas as mãos nos ouvidos e, com os dedos indicadores, tampe os olhos, com os médios, as fossas nasais e, por fim, com os dedos anelar e mindinho feche os lábios.

Relaxe a mente e o corpo, e inale lenta e naturalmente contando até vinte. Retenha o ar e conte novamente até 20, então, exale novamente contando até 20. Durante a retenção, os dedos médios devem fechar hermeticamente as fossas nasais.

Durante o processo de retenção, você deve visualizar com o 3 olhos as cores referentes aos Tatwas. Para uma conexão mais profunda, o Mestre Yogananda aconselha que se faça o mantram OM para essa prática. (OOOOOMMMMM).

Além da visualização dos Tatwas, durante as práticas tanto os ouvidos espirituais quanto a habilidade de clarividência serão ativadas conforme você avançar com a prática. Por isso, ela também é indicada para quem deseja desenvolver a mediunidade e a conexão com o universo espiritual.

Se de início você não conseguir contar até 20, não se preocupe nem desanime. Faça o máximo que aguentar sem lhe causar desconforto, pois, com a prática, esse período de retenção vai ficando mais fácil de alcançar e natural. Não desanime e continue praticando!


Saiba mais :

Guta Monteiro Guta Monteiro

Apaixonada por filosofia e literatura, é formada em publicidade e estuda espiritualidade desde criança. Buscadora incansável dos mistérios da vida, adora compartilhar ideias sobre Deus e as forças que movem o universo, para ajudar no seu próprio despertar e no encontro com poder divino que existe em nós. Usa a espiritualidade para crescer e ajudar a crescer aos demais e sonha com um mundo feito de igualdade, fraternidade, liberdade e amor.