.
Quem são os Malandros na Umbanda? Saiba tudo!

Quem são os Malandros na Umbanda? Saiba tudo!

Todo mundo já ouviu falar dos malandros. O característico homem com calças brancas, terno branco e o chapéu que dá o toque final. Mas poucos sabem que esta figura faz parte da Umbanda e que tem um significado ainda mais espiritual do que parece.

Nos terreiros de Umbanda, são na maioria das vezes tratados como Exus e podem atuar dentro da linha de esquerda. A ideia de serem tratados como Exus acontece quando o malandro se manifesta nas sessões de Exu como um deles, não sendo o homenageado.

Características do malandro

Aliás, eles podem até ser bastante diferentes, uma vez que têm um modo próprio de ser, se manifestar, falar, um jeito bem característico.  Além de alegres e simpáticos, são conhecidos por estarem sempre dançando.

A roupa, que todo mundo conhece, é mesmo como aparenta ser: o chapéu ao estilo Panamá, as calças e o terno brancos, mas também pode ser vermelho. Uma gravata e uma fita vermelha ao redor do chapéu é tradicional, sem esquecer a bengala. Estão também sempre acompanhados de uma bebida alcóolica, de preferência a cachaça ou o whisky, e um charuto é quase sempre presente, ou na maioria das vezes um simples cigarros.

Há vários nomes conhecidos dos malandros na umbanda, como Zé Malandro, Zé do Coco, Zé da Luz, Zé de Légua, Zé Moreno, Zé Pereira, Zé Pretinho, Malandrinho, Camisa Listrada.


Clique Aqui: Malandros na Umbanda – quem são esses Guias Espirituais?


Como se comporta o malandro

Um amigo simples e leal, que anda sempre com um gingado. Alegre e cantante, dança como os movimentos da gafieira. A simplicidade é facilmente encontrada nos versos e notas que compõem as suas cantigas.

A malandragem é apenas uma figura, uma forma de “jogar”. Ele não gosta na realidade que façam mal às pessoas, nem ele mesmo, e também não gosta de enganar ninguém. A sua capacidade espiritual vai além do ideal, sendo capaz de se envolver em qualquer assunto e resolvê-lo.

Seja para desfazer – curar, desmanchar ou desamarrar, ou ajudar – protegendo ou até abrindo caminhos, a espiritualidade no malandro na Umbanda é elevada o suficiente para qualquer uma das hipóteses.

Dos comportamentos mais marcantes, definitivamente o jeito brincalhão de ser, que envolve a dança e o envolvimento malandro com as mulheres. Por outro lado, pode ser sério e observador, mas sem perder as suas outras características.


Clique Aqui: A história de Zé Pilintra – o Malandro da Umbanda


Mulher na “malandragem”

O mesmo acontece com o sexo oposto, nesse caso, a mais conhecida é Maria Navalha. Mesmas características e tipo de roupa, mas com uma vaidade sem igual e muita feminilidade.


Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.