.
Óleos essenciais - como usar? Veja os principais métodos de utilização

Óleos essenciais - como usar? Veja os principais métodos de utilização

Muitos dos nossos leitores têm interesse no uso dos óleos essenciais da aromaterapia para o tratamento alternativo e auxiliar de diversos problemas físicos, emocionais e espirituais. Mas como utilizá-los de maneira correta e segura? Este artigo explica tudo direitinho, veja abaixo:

Métodos de utilização dos óleos essenciais da Aromaterapia

  • Massagens

    É um dos métodos mais utilizados e eficazes da aromaterapia. Mas lembramos que não é aconselhado a utilização do óleo essencial diretamente na pele, pois eles são altamente concentrados. É necessária a diluição em um óleo, creme ou gel base. Os óleos base mais indicados são os vegetais, como o óleo de amêndoa ou de sementes de uva. Veja as sugestões de mistura:
     

    Óleos

    Para crianças e gestantes

    Recomenda-se a concentração de 0,5% a 1% do óleo essencial. Para isso será necessário de 3 a 6 gotas do óleo essencial (ou da mistura de óleos) para cada 30 ml de óleo base.

    Para adultos

    Pode-se utilizar os óleos em diferentes concentrações. É preciso ficar atento à indicação de utilização de cada óleo, pois cada um tem uma necessidade de diluição diferente.

    2,5% de diluição = 15 gotas de óleo essencial por 30 ml de óleo base.
    3% de diluição = 20 gotas de óleo essencial por 30 ml de óleo base.
    5% de diluição = 30 gotas de óleo essencial por 30 ml de óleo base.
    10% de diluição = 60 gotas de essencial por 30 ml de óleo base.

    Em geral, as misturas à base de óleo de aromaterapia são úteis para:

    > Estresse / ansiedade
    > Dores de cabeça / enxaquecas
    > Insônia Alívio da dor crônica ou aguda
    > Artrite e reumatismo (fase sub-aguda)

    Encontre as respostas para os seus pedidos!

    Encontre já o seu Bem Estar Espiritual!

    Aceito a ajuda! >

    > Dores musculares e articulares crônicas e dor
    > Massagem durante a gravidez e parto
    > Reduzir inflamação
    > Reforço da imunidade
    > Aliviar espasmos musculares
    > Relaxar e aliviar o sistema nervoso
    > Auxílio no tratamento de entorses, estirpes e lesões por movimentos repetitivos

    Cremes, loções e óleos faciais

    Você pode comprar cremes faciais ou loções para o corpo neutras para adicionar óleos essenciais.

    Confira as taxas de diluição indicadas:

    Para os adultos:
    Para pele sensível - 0.5% a 1% de concentração = 3 a 6 gotas por 28 gramas
    Pele normal - 1% a 2.5% de concentração = 6 a 15 gotas por 28 gramas

    Em geral, os cremes e óleos faciais são utilizados na aromaterapia para:

    > Melhora da cicatrização de feridas
    > Retardar o envelhecimento da pele
    > Melhorar a aparência de cicatrizes
    > Melhorar a imunidade da pele
    > Equilibrar a oleosidade da pele
    > Auxiliar o processo de desintoxicação na pele
    > Aumentar a circulação local
    > Melhora o tom da pele
    > Incentivar a hidratação da pele
    > Suavizar e acalmar a pele
    > Suavizar problemas relacionados a questões emocionais
Leia também: Abhyanga - a massagem ayurvédica dos óleos vegetais
  • Banhos

    Os banhos com óleos essenciais podem ser utilizados em imersão (banheira) ou através de pós-banho. Você pode misturar de 2 a 12 gotas de óleo essencial na água da banheira ou em 2 litros de água morna, que devem ser despejados sobre o corpo depois do banho, do pescoço para baixo.

    Em geral, aromaterapia indica que os banhos de corpo inteiro são úteis para:

    > Reduzir o estresse / ansiedade
    > Aliviar dores musculares, dores e tensão
    > Alívio de fadiga mental ou física
    > Estimular a circulação
    > Melhorar a circulação linfática
    > Reduzir a dor e rigidez
    > Aumentar a circulação local
    > Melhora o tom e a saúde da pele
    > Ajudar na desintoxicação

  • Inalação de vapor

    A inalação de vapor é eficiente pois o seu efeito é imediato. Para realizá-la, coloque de 3 a7 gotas de óleo essencial em água fervente. Alguns óleos essenciais indicados: eucalipto, limão, hortelã e melaleuca (teatree). Cubra a cabeça com uma toalha e respire pelo nariz. Atenção: Mantenha os olhos fechados.

    As inalações de vapor são indicadas para:

    > Congestão no trato respiratório superior (em gripes ou resfriados)
    > Infecção sinusal ou sinusite
    > Melhorar a função respiratória

Leia também: As eficientes formas de inalação na aromaterapia
  • Inalação direta

    A inalação direta refere-se à técnica de cheirar ou inalar um óleo essencial diretamente de uma garrafa, um lenço, da palma da mão ou de um algodão. Inalações diretas são mais comumente empregadas para o alívio da angústia emocional e como terapia de suporte para o alívio da congestão respiratória ou outras doenças respiratórias.

    > Direto do recipiente: de 3 a 4 vezes por dia, ou quando sentir necessidade
    > Do lenço ou algodão: pingue de 2 a 4 gotas do óleo ou mistura e faça de 2 a 3 inalações profundas sempre que sentir necessidade
    > Na palma das mãos: pingue uma gota nas mãos e inale profundamente quando sentir necessidade. Lave as mãos com sabão neutro logo depois.

    Em geral, as inalações diretas são utilizadas para:

    > Aliviar estresse
    > Melhorar humor
    > Aliviar as náuseas
    > Suporte ao equilíbrio hormonal
    > Suporte a respiração saudável
    > Reduzir a congestão nasal
    > Suporte emocional
  • Difusão

    Você pode utilizar diferentes tipos de difusores ou aromatizadores, elétricos, com bastões de madeira ou de vela. Cada óleo possui uma necessidade diferente, sendo que alguns podem ser aplicados no difusor puros e outros necessitam de diluição.

    A dispersão aérea através de um difusor elétrico pode ser utilizada para:

    > Melhorar a energia do ambiente
    > Insônia ou distúrbios do sono
    > Melhoria do humor ou da motivação
    > Aumentar a atenção
    > Purificar e melhorar a qualidade do ar
    > Reduzir os patógenos no ar

Leia também: Três métodos de obter os benefícios da aromaterapia através da difusão
Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: