.
Como funciona uma relação de poliamor?

Como funciona uma relação de poliamor?

A sociedade moderna tem estado cada vez mais consciente de sua diversidade, de modo que também tem crescido o respeito ao próximo e as escolhas alheias ao então padrão social, sendo o Poliamor uma delas.

O próprio nome já diz muito sobre esse tipo de relação, pois o termo “poli” origina-se do grego “vários”, sendo essa a principal característica do poliamor, uma relação íntima que envolve mais de duas pessoas. O mais importante neste modo de amar é que tal união não deve ser comparada ou confundida com um relacionamento aberto, pois enquanto em uma relação aberta os dois estão livres para ter múltiplos parceiros individualmente, no poliamor isso não acontece. Seguindo o princípio de sua nomenclatura, ele é de fato uma relação amorosa entre três ou mais pessoas, onde todos têm conexões em algum nível.

encontre resposta para os seus pedidos

Quero a ajuda do meu Anjo!

A construção do Poliamor


O poliamor pode sim envolver mais de três pessoas, porém esse número é o mais comum entre os adeptos. Em uma relação poliamorosa tudo acontece de modo consensual e o mais importante é que que todos convivem em conjunto; não necessariamente devem existir relações sexuais entre todos os envolvidos, como em um ménage, mas ao menos um dos indivíduos tem relação com os outros 2 e estes convivem e se aceitam.

A construção mais encontrada deste molde de relação é a de um homem com duas esposas ou namoradas, mas também são comuns encontrarmos mulheres que convivem com dois maridos. Em casos mais raros também podem existem até mesmo relações que envolvam três homens ou três mulheres.

Leia Também: Poliamor: as dificuldades e barreiras de uma relação livre

O estabelecimento de um relacionamento de fato entre todos os participantes, é o que o diferencia de outras modalidades de relacionamentos ditos alternativos. Isso tanto é verdade que em muitas situações a relação poliamorosa acaba por culminar na formação de uma família, onde existem filhos e até mesmo netos. Quando há a presença de filhos, todos os envolvidos participam da criação e desenvolvimento da criança. Nestes casos, entretanto, é preciso uma sólida estrutura e um diálogo muito franco, com aplicação quase que diária para garantir o bom entendimento de todos e a segurança emocional dos filhos perante a visão da sociedade.

Leia Também: Qual é o significado de Poliamor?

Isso torna-se ainda uma espécie de resgate cultural, já que em muitas culturas e civilizações, as formações familiares incluíam múltiplos relacionamentos, pois assim existiam mais pessoas para ajudar na criação dos filhos e na manutenção da estrutura familiar.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Gostou? Compartilhe!