.
Aprenda a limpar seu Karma através do Reiki

Aprenda a limpar seu Karma através do Reiki

Você provavelmente já ouviu falar em Karma até mesmo em conversas informais. O Reiki , mesmo que timidamente, também encontra espaço em meio a amigos e pessoas em busca de uma vida melhor, evolução espiritual ou novas formas cura.

Entretanto, apesar dessa crescente popularidade, algo que ambos os conceitos têm em comum é o fato de que poucos sabem de fato seus significados e tampouco os utilizam de forma correta. Mais raro ainda são aqueles que sabem como os dois podem coexistir a atuar juntos.

Reiki e a limpeza do Karma

A ideia essencial sobre a qual o Karma trabalha é o perfeito equilíbrio, onde nada negativo acontece sem que haja uma resposta positiva equivalente. Essa é a ação que faz com que sempre se retorne ao equilíbrio.

Também temos aqui um dos fundamentos básicos do Reiki, o de que deve haver sempre equilíbrio entre as energias, bem como no fluxo delas pelo corpo de um indivíduo. E é nesse ponto que o Reiki pode entrar em convergência com Karma e seu respectivo equilíbrio.

Para entender como o Reiki pode ajudar é preciso também entender muito bem o que se entende por Karma, já que muitas pessoas utilizam essa palavra sem sequer pensar sobre qual conceito elas realmente estão falando.


Clique Aqui: 5 perfis incríveis no Instagram para quem se interessa por Reiki


Entendendo o conceito de Karma

Sob um olhar científico, Karma é um conceito muito semelhante a lei de Newton, a qual afirma que para toda ação existe uma reação como resposta. Podemos ver que o Universo sempre tende a buscar o equilíbrio, e se você tenta forçar algo, ele naturalmente responde forçando no sentido oposto.

Não é à toa que assim como Newton baseou sua terceira lei na ação e na reação, a própria palavra “Karma” também significa ação em sânscrito, uma ideia que surgiu ainda muito antes do próprio Newton em antigas observações.

Não é por acaso que tanto se fala na sabedoria cultural e espiritual da filosofia hindu, dentro da qual existe uma forma de ver o Karma como o “balançar do ego”. Tudo o que o ego faz é reativo no Universo à sua volta.

Karma nada mais é que a busca pelo equilíbrio ou o equilíbrio forçado. É o universo direcionando os efeitos de suas ações para que de alguma forma retorne a sua origem. Essa é uma forma mais profunda de ver a lei de Newton, pois a sua ação (ou a de alguém) não apenas irá repercutir em uma reação aleatória — por mais que a princípio as consequências estejam indo para longe de você e recaindo sobre os outros —, mas irá retornar, independentemente do tempo que leve. Esse é apenas o caminho criado pelo cosmos.

Mesmo que você não perceba, tudo o que você faz é contado e irá certamente retornar em equivalência para você — seja algo bom ou ruim. Isso é o que chamam de traço Karmico, que age como um ato de propriedade: a ação sempre irá voltar para seu criador.


Clique Aqui: 11 livros de Reiki para iniciantes, reikianos, crianças e mais!


Como usar o Reiki para acelerar a limpeza do Karma

Após compreender como o Karma funciona fica mais fácil entender como o Reiki pode ajuda-lo no processo de cura, limpeza e equilíbrio. Tradicionalmente, essa limpeza do Karma ocorre de forma natural ao experimentarmos todos os altos e baixos da vida; assim se tem a oportunidade de deixar que ele retorne a você naturalmente, seja com resultados bons ou ruins.

O problema desse método tradicional é que ele pode demorar muito a fechar seu ciclo. Como vimos anteriormente, o caminho percorrido pelo Karma pode ser muito extenso e algumas vezes pode levar mais de uma vida para se completar.

Esse é o caso daquelas pessoas que experimentam muitos infortúnios ao longo da vida sem entender muito bem o porquê. Pessoas que sofrem de algumas doenças muito debilitantes podem, em alguns casos, estarem passando por um processo de limpeza kármica. É nesse processo que o Reiki pode atuar, proporcionando uma espécie de “atalho”.

Na verdade, o Reiki irá permitir que use o poder superior, administrado por seres iluminados, para nos ajudar. Todos nós temos a capacidade de conexão com esses seres. Se todos fazemos parte de um mesmo fluxo energético universal, então temos a chance de nos conectar com qualquer um no universo, incluindo os seres iluminados. Desde que estejamos de coração aberto e aptos a recorrer a ajuda deles, seremos agraciados com a sabedoria superior.

O Reiki irá permitir que se estabeleça uma comunicação com esses seres iluminados através do envio de energias. Podemos demos dividir esse processo de cura em duas etapas.

  • 1

    A conexão

    Antes de mais nada, é preciso que escolha por um ser iluminado em específico — é para ele que irá enviar sua energia e seu pedido. Existem diversos seres que podem ser escolhidos, como Buda, Mãe Maria, Jesus, Kuan Yin, Krishna e Santa Germaine, por exemplo. Basta estudar um pouco sobre cada um deles e escolher o que tiver mais afinidade. Até mesmo alguns dos grandes arcanjos podem ser escolhidos.

    Tendo escolhido seu ser iluminado, devemos trabalhar a relação com ele. Fazemos isso enviando Reiki a ele. É preciso fazer isso como uma forma de meditação e praticar todos os dias. Aqueles que estão ainda no Nível 1 do Reiki irão utilizar a forma mais simples da energia; já os de níveis mais altos podem utilizar algum símbolo do Reiki com que se sinta bem orientado a utilizar, como Hon Sha Ze Sho/Sei He Ki, por exemplo.

    Todas as vezes que entrar em estado de meditação e enviar sua energia Reiki, lembre-se de fazer uma pequena oração específica ao seu ser iluminado. Isso serve para fortalecer ainda mais a conexão entre vocês e facilitar o processo de cura.

    É importante entender que você não está simplesmente tomando um remédio. Temos aqui um tratamento longo e de aplicação contínua. Repita o processo diariamente. Se puder, reserve sempre o mesmo horário no qual estiver mais tranquilo. É provável que tenha de repetir por várias semanas até que seja capaz de sentir que sua conexão está ficando mais forte.

    À medida que isso for se tornando algo sólido, será possível até mesmo sentir a presença do ser iluminado durante seu dia, o que certamente será uma experiência reveladora.

    Vale lembrar que caso ainda sinta que sua conexão com ele não pareça tão sólida, não é preciso se preocupar — desde que siga o caminho orientado tudo deve estar como se deve.

    Aqueles mais avançados no Reiki provavelmente irão sentir uma presença mais marcante. Os que estão em níveis iniciantes devem notar algo bem mais sutil, mas não se preocupe pois o importante é que essa conexão exista.

  • 2

    O Poder de Cura

    Após ter concluído sua jornada inicial e estabelecido uma conexão sólida com o ser iluminado, é hora de buscar de fato a sua ajuda — ele irá se tornar seu “parceiro de cura”.

    Agora é hora de meditar sobre qual problema ou situação você irá pedir o auxilio de seu ser iluminado. Não é preciso se ater a nada em específico. Não existe nenhuma regra para tal, você é livre para escolher qualquer coisa em sua vida que não lhe pareça bem e possa estar relacionado ao Karma — seja algo físico, mental ou espiritual.

    Tendo feito sua escolha, é hora de iniciar o envio do Reiki ao ser iluminado com a intenção real dessa cura específica. Novamente, deixamos a sugestão para utilizar algum símbolo do Reiki, como o Hon Sha Ze Shon Nen.

    Mentalize profundamente o ser iluminado e seu Reiki sendo enviado a ele. A maior diferença aqui é que, ao invés de apenas criar intimidade, você irá de fato mentalizar um pedido de cura. Mais uma vez, não deixe de incluir uma oração, mas agora contendo um pedido para que esse ser lhe ajude em seu processo de cura e limpeza do Karma. Peça que ajude a equilibrar seu Karma, mostrando que já aprendeu a lição de seus deveres e das consequências de seus atos.

    Essa meditação com envio do Reiki e da oração não precisa ser muito longa, mas deve ser feita em ao menos 7 ou 8 ciclos, durando pelo menos 5 minutos. O envio do Reiki e do pedido compõem a primeira parte; na sequência deve-se voltar toda a atenção ao problema mencionado e para o qual está buscando ajuda.

    É um processo simples; apenas envie seu Reiki para o problema. Aqueles que estiverem usando algum símbolo como Hon Sha Ze Shon Nen irão fazer através do mesmo. Essa segunda parte deve ter duração semelhante a primeira, ou seja, entre 5 a 10 minutos.

    Se estiver confortável, continue enviando seu Reiki e peça mais uma vez ao ser iluminado que que o ajude com seu problema. Peça que o ajude a finalmente equilibrar seu Karma e que lhe mostre o caminho para aprender a sua lição e alcançar a paz.

    Faça isso por outros 5 a 10 minutos e se mantenha atento a qualquer mudança energética durante o processo. Uma liberação de energia inesperada ou uma mudança súbita de consciência pode ser uma manifestação da lição que tanto aguarda — isso pode ocorrer durante a própria sessão de Reiki ou em algum momento posterior, sendo possível até mesmo através de um sonho.

    Entenda que essa lição não precisa ser plenamente consciente. Muitas vezes ela vem através de uma mudança de consciência e de comportamento. Algo sutil, mas que se reflete de forma positiva sobre sua vida.

    De toda forma, não é preciso se alongar muito. Tendo seguido todos os passos, a sessão de Reiki para cura do Karma pode ser interrompida tão logo você se sinta confortável para tal. Apenas não deixe de fazer uma oração final ao ser iluminado em forma de agradecimento. Demostre gratidão por toda a ajuda que está recebendo.

    Não deixe de praticar a cura com o Reiki todos os dias; esse é um processo feito em etapas e de forma contínua. É o seu empenho, sua mente aberta e a sua constância que lhe ajudarão com os resultados.

    Perceba também que, se por acaso, conseguiu atingir a cura e em algum momento seu problema voltou, isso não quer dizer que o processo falhou, e sim que outra parte de seu Karma (uma parte mais profunda) está surgindo e precisa de sua atenção e dedicação.

    O Karma é formado por camadas e pela consequência de diversas ações. Cada uma delas irá refletir individualmente e nos afetará de formas diferentes. Novos problemas são apenas novas camadas de Karma vindo à tona.

    Se esse for o seu caso, apenas continue com a técnica e com a ajuda do ser iluminado até que seu caminho esteja completo e todas as partes do karma tenham sido curadas. Para algumas pessoas isso será muito breve, mas para outras pode ser um processo de uma vida inteira.

    O importante é que, à medida que for obtendo a cura para cada parte de seu Karma, mais positividade entra em sua vida. Um Karma mais limpo significa uma vida mais harmoniosa e feliz. Mesmo que ela não esteja totalmente equilibrada ainda, siga firmemente em sua própria jornada espiritual de cura e seja grato pelo que possui.

Saiba Mais:

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Redatora, yogi e entusiasta da vida. Ama gatos, cinema, música, literatura e não perde a oportunidade de conhecer o novo. Vê na espiritualidade o caminho para aceitar, aprender e evoluir sempre.