.
Descubra como identificar um psicopata do sexo feminino

Descubra como identificar um psicopata do sexo feminino

Ao ouvir o termo psicopata, geralmente pensamos em homens, pois a maior parte das referências que temos são do sexo masculino. Isso acontece tanto para personagens fictícios, como Jim Moriarty e Hannibal, quanto para psicopatas reais como Manson e Ted Bundy. E o psicopata do sexo feminino? Nós não ouvimos muito falar sobre as mulheres que possuem psicopatia. Raramente, elas são retratadas na ficção ou são divulgados casos de mulheres psicopatas. Mas, isso não significa que não existam.

Dos poucos estudos realizados sobre o tema, constatou-se que cerca de 17% das mulheres encarceradas se encaixam em critérios de psicopatas, contra 30% de homens encarcerados. Porém, o que acontece fora do sistema prisional? Têm chances de você estar em convivência com um psicopata do sexo feminino? Existem grandes chances que sim. Acredita-se que 1 em 100 pessoas se encaixam na definição de psicopata e a maioria não são assassinos ou presos encarcerados.

Onde se escondem os psicopatas

Os psicopatas podem ser médicos, advogados, seu chefe ou seu colega de trabalho. Então, existe uma grande probabilidade que você conviva com ao menos um psicopata e essa pessoa pode muito bem ser mulher. Este é o grande problema. Como raramente falamos sobre psicopata do sexo feminino, ou o vimos em noticiários e filmes, temos mais dificuldades em identifica-lo do que ao psicopata do sexo masculino. Isso também ocorre porque as mulheres psicopatas não necessariamente agem como os homens psicopatas.

É essencial ter em mente que a psicopatia se trata de um distúrbio de personalidade. Portanto, é classificada como uma doença mental e muitas doenças possuem manifestação diferente em mulheres e homens. Por exemplo, os homens têm sintomas como sudorese, dor no peito e formigamento no braço esquerdo quando sofrem um ataque cardíaco. Enquanto as mulheres, tendem a apresentar sintomas diferentes como náusea e falta de ar.

As características estereotipadas de um psicopata, que incluem abuso de animais para os psicopatas violentos e o charme superficial para os não-violentos, são mais ligadas ao psicopata do sexo masculino. Enquanto o psicopata do sexo feminino, demonstra sinais diferentes e muitas vezes bem menos violentos. Por isso, o psicopata do sexo feminino é mais propenso a não ser identificado.

“Poderíamos dizer que o psicopata é aquela pessoa que sabe a letra da música mas não sente a melodia.”
Ana Beatriz Barbosa Silva

Como identificar um pscicopata feminino?

Se você tem interesse em saber identificar um psicopata do sexo feminino, saiba como se difere dos homens. A seguir, as duas diferenças principais:

  • O narcisismo

    A maior parte dos psicopatas são extremamente narcisistas. Isso quer dizer que eles se acham superiores a todos que estão ao seu redor. Mas, como esse narcisismo se difere em homens e mulheres? Os narcisistas do sexo masculino costumam gritar elogios a si mesmos. Eles se gabam de seus feitos e publicam sua superioridade em suas mídias sociais. Eles não veem nenhum empecilho em dizer que são melhores que você. Já o psicopata do sexo feminino, é mais discreto. Elas sorriem e te elogiam na sua frente, mas se acham melhores que você quando estão nas suas costas.

  • Agressividade

    Os homens psicopatas costumam exibir sua agressividade de forma comportamental. Eles cometem agressões físicas, abusos de animais ou  crimes violentos. Isso explica porque a porcentagem de psicopatas em prisões masculinas são o dobro das prisões femininas. Como os homens psicopatas são mais propensos e a se envolver em atitudes agressivas, também são pegos mais facilmente. O psicopata do sexo feminino se previne para não se expor. Além disso, tende a mostrar sua agressividade em suas relações. Espalham fofocas sobre colegas de trabalho, manipulam a todos para fazerem a vontade deles e fazem tudo para conseguir o que querem. No fim, essa é a grande diferença: o psicopata do sexo masculino dá socos e o psicopata do sexo feminino joga na sombra e fere sentimentos.

O que fazer se suspeitar que existe um psicopata feminino em sua vida?

A primeira coisa a fazer a identifica-lo, o que pode ser mais difícil que imagina. Diferente do que a ficção nos leva a crer, a maior parte dos psicopatas não demonstra o que são, nem são assassinos. Ao invés disso, costumam ser o que os psicólogos chamam de “psicopatas de sucesso” – médicos, CEOs, advogados, celebridades, etc. Então, se há um psicopata em sua vida, dificilmente ele vai te matar. Mas, poderá te prejudicar de diversas forma. Por isso, é essencial identifica-lo.

Mas, antes de ficar paranoico é importante estar ciente que nem toda mulher que fofoca ou ameaça a si mesma é um psicopata. A psicopatia é uma desordem definida.


Clique aqui: Será que o seu parceiro é narcisista? Descubra!


O que fazer quando se identifica um psicopata em sua vida?

Não há muito o que fazer para mudar um psicopata. Não se trata de uma escolha, é algo inserido no cérebro das pessoas. Por exemplo, quando assistem imagens angustiantes, os psicopatas mostram atividade reduzida na amígdala (a parte do nosso cérebro que controla e processa as emoções), se comparada com a de pessoas normais. Isso explica porque eles não se afetam com o sofrimento alheio. A falta de empatia percorre em sua arquitetura neural. De certa forma, a psicopatia é uma doença do circuito emocional do cérebro, principalmente a parte que lida com as emoções interpessoais.

Portanto, o que você pode fazer é não cair do jogo de um psicopata. Não se envolva em suas fofocas, defenda a sua individualidade e não deixe que eles te intimidam.

Este artigo é uma tradução e adaptação desta publicação.

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.