.
Como fazer um diário de sonhos? Confira dicas e informações valiosas

Como fazer um diário de sonhos? Confira dicas e informações valiosas

Mesmo que você não acredite na importância ou no significado deles, há de se concordar que os sonhos funcionam como verdadeiros portais para outros mundos, onde a ficção e a fantasia tomam forma a partir da sua própria narrativa. E uma das melhores formas de registrar e trabalhar essas histórias é adquirindo o hábito de manter um diário de sonhos.

A seguir, vamos introduzir a importância de se manter um diário de sonhos e quais os passos fundamentais para conseguir registrar todas essas informações, bem como interpreta-las.

A importância de um diário de sonhos

A humanidade sempre foi fascinada pelos mistérios por trás dos sonhos, os quais ganharam holofotes para a criação de histórias, mitos e teorias mágicas. De fato, muitas culturas antigas acreditavam até que, durante o sono, nossas almas estariam visitando outros mundos, e que os sonhos seriam memórias dessas viagens.

Teorias mágicas e espirituais à parte, o que se sabe é que os sonhos são excelentes formas de autoconhecimento. Ao se conectar com esse mundo, você acessa oportunidades para investigar e explorar um infinito extremamente criativo de possibilidades que a mente é capaz de proporcionar.

Quando as portas do subconsciente se abrem, você tem o poder de fazer mudanças positivas em sua vida. E ao recordar dos seus sonhos, você estará utilizando sua mente consciente para conectar essas duas partes, e assim conseguir trabalhar melhor seus desejos, medos, ideias e outras informações.


Lei da Atração

Também entre as evidentes vantagens em manter um diário de sonhos é o fato deste te ajudar a manifestar seus desejos. Isso acontece devido a uma lei universal, chamada Lei da Atração, a qual se baseia na afirmação: “semelhante atrai semelhante”.

Em outras palavras, tudo aquilo que você pensar, sentir e se focar, se sentirá atraído por você. Portanto, se você pensa e sente coisas positivas, coisas positivas entrarão em sua vida; e isso também se aplica aos eventos contrários.

Conectar-se com seus sonhos é uma forma de fortalecer essa prática da Lei da Atração. Afinal, pode ser difícil manifestar seus desejos se você não está realmente certo de quais são eles. O mesmo para os seus medos; talvez você não saiba identificar quais medos estão atrapalhando seus desejos de vida.

Sua mente subconsciente possui todas as respostas, e é através dos sonhos que encontramos a melhor maneira de investigar e explorar esse aspecto da mente.

Assim que começar a escrever um diário de sonhos, você irá perceber que seus maiores medos e desejos se tornarão mais claros e evidentes na vida consciente. Quando isso acontecer, você terá a capacidade de dominar esses medos e se concentrar mais precisamente em seus desejos.

Como consequência, o foco nos desejos intensificará esses princípios da Lei da Atração, atraindo-os para a sua vida.


Clique Aqui: Como usar a lei da atração a seu favor


Sonhos Lúcidos

Outro grande motivo para se manter um diário de sonhos está em meios aos sonhos lúcidos. Aqui, o registro dos sonhos é o passo inicial para que você consiga despertar dentro dos sonhos, e fazer o quiser deles.

Normalmente, você só se recorda dos sonhos como memórias, mas quando se encontra em um sonho lúcido, você tem a experiência em tempo real. Divertido e reflexivo, os sonhos lúcidos são vívidos e permitem que sensações como o gosto ou o cheiro sejam muito mais intensos.

Quando se mantém um diário de sonhos, as chances de ter um sonho lúcido são muito maiores, uma vez que você está construindo uma relação entre a mente consciente e subconsciente.

Conforme você vai registrando símbolos, imagens e memórias dos seus sonhos, sua mente consciente reconhece os padrões que são reproduzidos em sonho. Portanto, toda noite em que você sonha, a consciência está mais propensa a reconhecer esses padrões e trazer lucidez aos seus sonhos.


Clique Aqui: Sonhos Lúcidos: o que é e como tê-los com frequência


Passo a passo para começar um diário de sonhos

Não existem segredos, nem técnicas complexas para começar um diário de sonhos. Basta dedicar um pouco do seu tempo, se comprometer com essa responsabilidade e manter a assiduidade. Veja como começar.

  • Como fazer um diário de sonhos - 1

    Estabeleça uma rotina

    O mais importante a se ter em mente é que se leva cerca de 21 dias para construir um hábito. Portanto, se você conseguir estabelecer uma motivação em escrever nesse diário todos os dias, durante um mês, você terá construído um hábito, e isso agora passará a ser uma atividade natural.

  • Como fazer um diário de sonhos - 2

    Encontre um método

    Cada pessoa trabalha melhor de uma maneira, e se motiva também. Se você ainda não sabe bem o que vai funcionar melhor para que você mantenha o diário, veja algumas sugestões abaixo:
    Tenha papel e caneta no criado-mudo: mantenha um bloquinho ou caderninho ao lado da cama, e anote cada detalhe que você se lembrar do sonho que acabou de ter. Faça isso o mais rápido possível, antes que essa memória se vá. Tente escrever de forma direta, mas que te faça relembrar da história mais tarde. Algo como “eu estava na casa em que passei a infância, e minha avó estava lá. Ela estava usando um vestido vermelho e um chapéu grande e azul”;

    – Escreva por meio de palavras-chaves: se a sua memória é bastante curta quanto se tratam de sonhos, tente anotar o que acontecer utilizando palavras-chaves. Você pode seguir um raciocínio como do exemplo: “casa da infância, avó, chapéu grande, vestido vermelho”;

    – Desenhe: para algumas pessoas, desenhar é a melhor forma de armazenar informações e memorizar algo. Então já sabe, acordou pela manhã? Faça um esboço das cenas principais do seu sonho. Tudo bem se você não for um artista, mas o desenho deve servir para que você relembre do que aconteceu enquanto dormia;

    – Compre um gravador: nada muito rebuscado. Compre um gravador de mão bem simples e deixe-o ao lado da sua cama. Assim que você acordar, narre tudo o que você se lembrar dos sonhos que teve. Antes de ir se deitar na noite seguinte, ouça a essa gravação e anote tudo o que ouvir em um caderno ou outro meio de registro;

    – Use seu celular: você pode fazer uso do gravador de voz do seu celular para falar sobre o sonho que teve, e depois transcrever essa fala a um registro escrito.

  • Como fazer um diário de sonhos - 3

    Experimente diferentes técnicas

    Não se sinta desencorajado se você acordar pela manhã e não se lembrar do que sonhou. Veja a seguir algumas técnicas que podem melhorar a sua memória a respeito dos sonhos.
    Escreva/grave tudo o que você se lembrar assim que abrir seus olhos. Fique na cama, e procure aproveitar seu estado de sonolência. Não vá checar seus e-mails na cama ou qualquer outra atividade que leve a sua mente a despertar.

    Defina seu alarme para tocar de 30 a 60 minutos antes do horário usual. Nós sonhamos muito pela manhã, então essa técnica pode, facilmente, te acordar no meio de um sonho — o que é ótimo para trazer esse sonho à sua consciência desperta. Não se preocupe, você pode voltar a dormir assim que tiver documentado o sonho.

    Use gravadores de voz, mas fale o menos possível. Ao invés de tentar recordar e dizer todos os detalhes do sonho, diga apenas algumas palavras-chaves que o ajudarão a lembrar do sonho quando você estiver completamente acordado.

Dicas para manter um diário de sonhos

Além do hábito de escrever todos os dias no diário de sonhos, algumas dicas importantes podem te ajudar a identificar mais rapidamente os elementos do seu sonho e o real significado deles, com base na história da sua vida. Veja quais são elas.

Busque padrões

Assim que você tiver completado pelo menos duas semanas de sonhos, ou entre 10 e 20 sonhos gravados, volte lá no primeiro registro e comece a ler tudo o que você registrou até agora.

Se notar que existem cores repetidas, imagens ou que alguma temática se sobressai, faça uma anotação sobre essa observação e tire um tempo para refletir sobre essa incidência. O que isso representa para você? O fato é que o subconsciente fala por meio de sinais, então pode ser uma tarefa um tanto quanto investigativa compreender o significado dos seus sonhos.

Conforme o tempo for passando e você for fazendo do diário de sonhos um hábito sério, essa análise se tornará muito mais fácil. Não se preocupe se você se sentir completamente perdido no início. Com o tempo vai ficando mais automática a interpretação dos símbolos e, por consequência, o seu autoconhecimento.


Confie na sua intuição

Geralmente, quando estamos diante de um sonho muito icônico, como sonhar com dente, com cobra ou qualquer outro símbolo que nos remete a morte, traição ou azar, é comum que vá recorrer a um dicionário de sonhos ou qualquer outro meio tabelado de interpretação.

No entanto, infelizmente nenhum símbolo tem o mesmo significado a todo mundo, então é melhor usar a sua intuição e faro para adaptar o sonho àquilo que você realmente sente e vive.

Por exemplo, imagine que você sonhou com uma cobra. Para alguns, ela é um símbolo de sexualidade; para outros, ela é símbolo de transformação e poder; e para você? Tente contextualizar. A cobra pode estar representando algo que você tem medo, ou talvez esteja tomando a forma de alguém que você julga ser sonso ou manipulador.

Tente utilizar dicionários de sonhos apenas quando estiver procurando por inspirações ou quiser ter uma base simbológica para a sua interpretação. Acredite: sua inspiração certamente lhe reservará a resposta certa.


Faça conexões conscientes

Escrever diariamente seus sonhos é uma prática poderosa, mas você pode fazer dela ainda mais intensa se esforçando para investigar os símbolos presentes neles.

Quando você descobre um medo ou um desejo no seu sonho, dê um destaque a essa informação durante as suas anotações. Em seguida, medite a respeito desse detalhe importante.

Tire alguns minutos por dia, talvez até meia hora por semana para se sentar, pensar e sentir esses símbolos que aparecem nos seus sonhos. Fazendo um esforço, você deve criar uma ponte entre o consciente e o subconsciente, tornando sua mente ainda mais forte.


Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar