.
Bhava — conheça as 12 Casas da astrologia védica

Bhava — conheça as 12 Casas da astrologia védica

Em um Mapa Védico, cada uma das divisões corresponde a uma Casa, que em sânscrito é chamada de Bhava. Seu funcionamento é muito semelhante ao horóscopo ocidental, bem como a quantidade de Casas. São 12 no total, onde cada uma faz revelações sobre uma área específica da vida do indivíduo.

No entanto, assim como ocorre no sistema grego, não há divisão dentro de uma Bhava — cada Casa é representada por um signo inteiro. Esse é um método diferente do nosso, que permite divisões dentro das Casas astrológicas. Se Áries é Casa 1, Touro é Casa 2 e assim por diante, não há nada que possa alterar essa configuração. A Casa é sempre idêntica ao signo.

Bhava na Astrologia Védica – o significado das Casas

As 12 Bhavas, ou Casas na Astrologia Védica simbolizam as várias áreas da vida. Além disso, estão também associadas aos quatro propósitos de vida: dharma, artha, kama, moksha (respectivamente propósito, riqueza, desejo e salvação). Veja a seguir o que cada uma delas significa.

  • 1

    Tanu Bhava, a Casa do Corpo

    A Casa 1 representa o eu, a alma, a mente, sua natureza inata, tipo de corpo físico e aparência. Ela é o espelho do seu estado de saúde, vitalidade e longevidade. Atua como uma espécie de espelho que reflete sua personalidade ao mundo.

    A Casa 1 mostra quem você é, e é ela quem abriga o seu Ascendente. Pode manifestar dentro de si o poder de todos os 9 planetas, inclusive isolando as fraquezas do signo solar.

    Essa é uma Casa também muito relacionada com o crescimento e desenvolvimento do indivíduo desde a infância, exercendo um grande impacto sobre as circunstâncias que nos cercam desde o nascimento e nos transformam em quem somos.

    Signo da Casa 1: Mesha, correspondente ao signo de Áries.

  • 2

    Dhana Bhava, a Casa de Riquezas

    Não somente relacionada a riquezas, a Casa 2 tem a ver com a sua relação com o dinheiro e coisas que se atribui valor — o que pode incluir bens materiais, conhecimento, convicções, posição profissional, alimentação e, claro, o seu próprio valor.

    A partir da configuração dessa Casa é que conseguiremos prever se o dinheiro virá fácil ou com muito esforço na sua vida. Ela traduz os meios em que se poderá obter bens materiais, a forma como gerencia tudo isso e se conseguirá manter determinada posição pelo tempo desejado.

    Basicamente, a Casa 2 é aquela que se preocupa com a sua sobrevivência e com tudo aquilo que irá nutrir a Casa 1 (você) — uma casa, alimentação farta, um bom emprego, etc. Nessa Casa você também encontrará alguns talentos e habilidades que poderá utilizar para conquistar essa estabilidade nas finanças.

    A Casa também mostra o quanto você se valoriza, e está relacionada com a autoestima e a autoconfiança. Aqui também teremos o que realmente te faz se sentir seguro: seriam os bens exteriores ou a segurança interior?

    Signo da Casa 2: Vrishbha, correspondente ao signo de Touro.

  • 3

    Sahaja Bhava, a Casa dos Irmãos

    Essa Casa representa os irmãos mais novos, os vizinhos, o aprendizado, a coragem, a força física, a iniciativa, os esportes e as comunicações. Ela é responsável por te fazer tomar consciência da ignorância, bem como da capacidade. Isso significa saber admitir quando você não sabe de algo e tomar a frente quando for a hora de buscar por conhecimento.

    A Casa 3 revela seu estilo e a habilidade de se comunicar. Ela abrange o ambiente imediato, as coisas que ocorrem ao seu redor.

    Signo da Casa 3: Mithuna, que corresponde ao signo de Gêmeos.

  • 4

    Matru Bhava, a Casa da Mãe

    A Casa 4 representa a figura materna, a confiança, a conduta correta, a paz interna, o conforto, a educação, seu país e também bens imóveis. Com isso, presume-se que a Casa esteja relacionada a tudo aquilo que te envolve e te protege.

    Incluindo casa, raízes, família, memórias, suas fundações e o fim da vida, a Casa 4 representa as bases e a origem do Eu. Apesar de estar tradicionalmente representada pela mãe, a Casa pode se referir a qualquer outra pessoa que passe muito tempo cuidando de você. E ao dizer “fim da vida”, aqui é o local onde você saberá quem se tornou.

    A Casa 4 é uma Casa de Água e, consequentemente, lida com assuntos psíquicos. Ela está muito atrelada com o oculto, o Eu secreto, a mente inconsciente.

    Signo da Casa 4: Karkata, correspondente ao signo de Câncer.

  • 5

    Putra Bhava, a Casa dos Filhos

    Na Casa 5 encontramos a representação da inteligência, da saúde emocional, do discernimento, dos talentos, da memória e também dos assuntos coração — felicidade emocional, amor, romance e filhos estão incluídos.

    A Casa está associada tanto com o coração quanto com a fontes de emoções, amores e paixões. É ela quem diz quais as coisas que nos são queridas. Por ser uma Casa de filhos e crianças, também enaltece nossa criatividade, as formas de autoexpressão, as ideias, as artes, a música e tudo o que fazemos de forma criativa.

    O amor e o romance casuais, ou que acontecem durante a vida antes de um casamento, são descritos nessa Casa.

    Signo da Casa 5: Simha, que corresponde à Leão.

  • 6

    Ripu Bhava, a Casa dos Inimigos

    Na Casa 6, podemos interpretar como inimigos as doenças, disputas, medos, ladrões, dúvidas, preocupações, fraquezas, trapaças e tudo aquilo que possa nos prejudicar ou “passar uma rasteira”. Senso assim, a Casa trabalha com os imprevistos, as rotinas e as necessidades da vida, tudo aquilo que enfrentamos para atingir o sucesso.

    Não de todo mal, esse é o local onde residem as fraquezas e a nossa primeira reação diante de uma contrariedade. Também representa a capacidade de trabalhar duro e de se defender.

    Essa é uma Casa muito importante, e que lida com assuntos como o trabalho, a saúde, a alimentação e atitudes como as que você tem em relação à ordem e limpeza. Os animais de estimação também são citados aqui.

    Na vida profissional, a Casa 6 irá dizer como você trabalha para e com o outro, bem como sobre as pessoas que se relacionam com você no ambiente profissional.

    Resumidamente, ela se refere àquilo que você faz, mas só porque é obrigado a fazem, e provavelmente para atingir conforto ou algum outro objetivo — como por exemplo limpar a casa, acordar cedo para trabalhar, entre outros.

    Signo da Casa 6: Kanya, que corresponde ao signo de Virgem.

  • 7

    Kalatra Bhava, a Casa do Casamento (Parceiro)

    A Casa 7 é responsável pelos relacionamentos de longo prazo, sejam eles amorosos, de amizade, jurídicos, profissionais ou qualquer outro que envolva parceiros na vida. Representa vitalidade, potência, fertilidade, conduta moral, prazeres (e o adultério), viagens, conforto e uma vida em terras estrangeiras.

    Se a Casa 1 trata do Eu, a 7 lida com o oposto, ou seja, aqueles que você encontra e se relaciona um a um ao longo da vida. Também estão inclusos aqui contratos, ações judiciais, divórcios, relações com amigos próximos e namoros onde o casal apenas “junta os trapos”.

    Através da interpretação dessa Casa será possível descobrir quais características seu par ideal deve ter — e se essa tendência pode ou não dar certo a longo prazo.

    Signo da Casa 7: Tula, que corresponde ao signo de Libra.

  • 8

    Ayu Bhava, Casa da Transformação

    Com muito a revelar, a Casa 8 representa tudo aquilo que possa transformar sua essência de vida, o que inclui nascimentos, morte, renascimento, cura, pesquisas, sexualidade, ciências místicas, testamentos, seguros, dinheiro fácil, medo, dentre outros temas.

    A Casa 8 é bastante complexa e envolve muitos assuntos, seja você mesmo ou sobre os outros. Costuma se preocupar com o poder e transcende para uma consciência mais universal. Ao investigarmos as informações dessa Casa, descobriremos que há uma capacidade de compartilhar recursos, ter mais autocontrole e ser mais altruísta.

    Enquanto a Casa 2 indica os seus próprios recursos, a Casa 8 trata particularmente de recursos oriundos do próximo — quase sempre do cônjuge.

    Signo da Casa 8: Vrishika, correspondente de Escorpião.

  • 9

    Bhagya Bhava, a Casa da Sorte

    Responsável pela espiritualidade e pela renúncia, a Casa 9 representa nossa mente superior e inclinações espirituais. Nela encontramos a intuição, a caridade, a virtude, o destino com base em vidas passadas, viagens ao exterior, filosofia e a meditação.

    Na Casa 9, o pensamento é mais profundo e elevado. O coração é quem dita as regras, e é a partir dele que temos a capacidade de considerar várias teorias e pontos de vista. Nessa Casa, você dá início a uma jornada rumo ao sentido da vida, em busca de algo maior.

    Responsável por debates filosóficos, nessa Casa você encontrará respostas para grandes questionamentos da vida, como “o que eu estou fazendo da minha vida?” ou “é isso mesmo que eu quero?”. Aqui você costuma descobrir se seguirá alguma religião, se será um rebelde perante a sociedade ou outras respostas relacionadas.

    Signo da Casa 9: Dhanu, correspondente ao signo de Sagitário.

  • 10

    Dharma Bhava, a Casa da Carreira

    Por meio da Casa 10, respostas sobre suas habilidades, vocação para determinadas profissões, poder, fama, modo de vida e até mesmo seu karma na vida. Ela indica os seus anseios tanto nas questões materiais quanto nas esferas intangíveis.

    Essa Casa aponta para você está indo, revelando segredos sobre sua carreira, reputação e como você se tornará conhecido. A Casa 10 também trabalha com a sua imagem pessoal, honra, prestígio, ambição e seus empregadores ao longo da vida. Ela é a responsável por te ajudar a deixar sua marca no mundo.

    Signo da Casa 10: Makara, que corresponde ao signo de Capricórnio.

  • 11

    Labya Bhava, a Casa dos Ganhos

    A Casa 11 é aquela que está preocupada com o seu futuro, e trata da consciência social. Representa o lucro, a prosperidade, os amigos, os irmãos mais velhos, esperanças e aspirações. Ela também está relacionada àqueles amigos que, de alguma forma, se relacionam com sua imagem pública — “diga com quem andas, e te direi quem és”.

    Nesta Casa os amigos ou parceiros não são os mesmos da Casa 7; aqui eles estão representados pelos colegas de trabalho, por exemplo, ou algo semelhantes em outras escalas. Ela lhe dirá sobre seu convívio em sociedade, e como isso pode influenciar nas suas escolhas e conquistas no futuro.

    Signo da Casa 11: Kumbha, que corresponde à Aquário.

  • 12

    Vyaya Bhava, a Casa das Perdas

    Com muitos mistérios e assuntos a serem tratados, a Casa 12 precisa ser avaliada com cautela. Ela representa as perdas, as despesas, o fim da vida, a separação da família, o isolamento, mas também a transcendência e a iluminação.

    Muitos relacionam essa Casa com o Karma e outros assuntos espirituais. Ela revela mais sobre nossos pensamentos a respeito da vida — assuntos sobre o nosso futuro ou mesmo temas como a espiritualidade.

    A Casa também tem relação com atividades e interesses ocultos, especialmente trabalhos que acontecem “nos bastidores”. Descobrimos aqui se está oculto porque o bem não é alardeado, ou se é porque o mal está escondido. Os planetas que estiverem nessa Casa vão indicar o tipo de Karma que o indivíduo terá de enfrentar, bem como impulsos e reações que precisam ser controlados.

    Signo da Casa 12: Meena, correspondente ao signo de Peixes.

Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar