.
Balconista de farmácia compra remédio com o próprio dinheiro para ajudar uma mãe

Balconista de farmácia compra remédio com o próprio dinheiro para ajudar uma mãe

O balconista de uma farmácia, Igor, virou notícia após comprar um remédio com o próprio dinheiro e ajudar uma mãe cujo filho de 9 anos sofria com uma crise de asma. O caso aconteceu na capital paulista por volta das 2h da manhã após Patrícia – mãe do garoto – ligar sem sucesso para diversas farmácias.

Solidariedade de Igor

Guilherme teve uma crise asmática durante a madrugada, quando sua mãe percebeu que seu remédio havia acabado. Patrícia procurou na internet por farmácias 24 horas, porém não conseguiu contato com nenhuma que estivesse próxima. Os aplicativos neste momento também não se mostraram eficientes. Sua última tentativa foi a Drogaria São Paulo mais próxima da sua casa.

Após Igor atender o telefone e dizer que naquele momento não estavam realizando entrega, a mãe se viu desesperada. O balconista percebeu a urgência de Patrícia para conseguir o remédio e ofereceu ajuda. Como estava próximo do horário de sua janta, disse que poderia aproveitar e levá-lo para Patrícia.

Ao telefone, Patrícia disse que faria o pagamento por cartão de crédito, mas como o balconista não poderia levar a máquina, optou por comprar o remédio com o próprio cartão. “Eu falei que não queria prejudicá-lo. Mas ele disse que a prioridade era meu filho”, lembra. Igor trabalha na farmácia das 11 horas da noite às 6 horas da manhã, e então, combinaram que quando Patrícia pudesse, era só passar por lá para acertar.

Após entregar o remédio pessoalmente, Guilherme apresentou uma melhora na respiração. O balconista da farmácia também tem uma filha pequena e seu ato foi puramente de empatia. “Sempre ajudo as pessoas, porque numa situação difícil eu espero que alguma pessoa tenha a iniciativa de me ajudar”, comentou. Depois de alguns dias, Patrícia levou Guilherme até a farmácia para conhecer Igor pessoalmente. O garoto o presenteou com um desenho de Papai Noel, onde Igor é o próprio.

“Ser empático é ver o mundo com os olhos do outro e não ver o nosso mundo refletido nos olhos dele”.
Carl Ransom Rogers

Por e-mail, a gerência da rede da Drogaria São Paulo o parabenizou por sua atitude exemplar e atendimento de excelência. “Primeiro, chegaram e-mails agradecendo, parabenizando. E depois eles usaram a foto em reuniões, foi debatido na diretoria”, contou Igor durante uma entrevista para o Portal Razões para Acreditar.

São essas pequenas atitudes que fazem o dia a dia numa grande capital como São Paulo parecer melhor. Empatia e solidariedade deveriam ser palavras e sentimentos mais presentes em nossas vidas. A atitude de Igor só nos mostra que podemos sim ser pessoas melhores para com o outro, e fazer desse mundo um lugar melhor.

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.