.
Terapia floral para déficit de atenção e hiperatividade

Terapia floral para déficit de atenção e hiperatividade

O uso de determinado sistema floral para tratar diversos problemas relacionados ao bem-estar é cada vez mais frequente e presente em nosso dia a dia, uso este que até mesmo já extrapolou a esfera humana e é aplicado inclusive a animais de estimação e plantas. Veja no artigo como usar a terapia floral para combater o déficit de atenção.

Mesmo com todo esse crescimento, as possibilidades de aplicações para os florais ainda são pouco conhecidas. Ao questionar um conhecido é muito pouco provável por exemplo que ele saiba que um floral pode ser utilizado para tratar de forma complementar o déficit de atenção.

Como o campo de atuação floral é de proporções imensas, pois atua em questões muito abrangentes e que se relacionam a diversos aspectos da vida humana, as possibilidades de uso são igualmente vastas.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Como a terapia floral atua sobre o déficit de atenção?

terapia floral

Antes de falar sobre o tratamento de base floral propriamente dito, é preciso entender um pouco melhor o que é o déficit de atenção e como ele funciona.

Transtornos de déficit de atenção podem se ramificar e receber alguns nomes e siglas particulares, como o TDAH, que significa Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, e também o DDA, que é o Distúrbio do Déficit de Atenção. Cada uma dessas nomenclaturas possui características próprias, e por isso recebem a recomendação de um grupo floral diferente.

Estes transtornos de déficit de atenção são tratados em sua grande maioria em crianças, e podem ter causas tanto genéticas como ambientais. No caso, o que realmente causa o problema é algum transtorno neurobiológico, de causas genéticas, mas que pode ser agravado em muito pelas condições do ambiente onde a criança está exposta.

Os transtornos de déficit de atenção são condições que acompanham o indivíduo por toda a vida, e por isso mesmo é preciso que seja tratado adequadamente. Já houve um tempo em que as pessoas não reconheciam essa condição e muitos achavam que se tratava de um mito; alguns ainda podem pensar assim, mas a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) já reconhece oficialmente esses transtornos como questões de saúde e passíveis de tratamento para otimizar a qualidade de vida tanto do paciente quanto de seus familiares.

Não reconhecer esse tipo de problema é hoje o mesmo que dizer que a depressão não existe, por exemplo. O déficit de atenção já é incluído como um problema de saúde pública e inserido na lista de doenças tratáveis em muitos hospitais.

Existe até um Conselho Internacional que conta com alguns dos mais renomados médicos do mundo, destinado exclusivamente a publicações científicas sobre o assunto. Na América do Norte, por exemplo, os portadores de déficit de atenção já são protegidos pela lei quanto a receberem tratamento diferenciado na escola.


Leia também: Aspen – um floral para quem tem medo do desconhecido


Terapia Floral para Tratamento

O déficit de atenção afeta hoje cerca de 3 a 5% das crianças pelo mundo e, se o seu filho for um dos que estão inseridos nessas estatísticas, os florais de Bach podem ser muito úteis como tratamento auxiliar para o problema. A principal motivação em se procurar um tratamento floral em geral é a de preservar a saúde da criança; não é fácil para um pai ou uma mãe se sentirem confortáveis em dar para uma criança medicamentos fortes e que podem causar dependência como a Ritalina.

A maneira mais simples de se buscar um tratamento com terapia floral é se apoiar em duas fórmulas, onde a primeira delas é voltada mais para a falta de atenção e a segunda aborda a hiperatividade com mais especificidade. Lembrando que, apesar de se destinarem em grande parte para as crianças, adultos também podem fazer uso dessas fórmulas e se beneficiar delas.

Ao dividir sintomas do déficit de atenção em desatenção, hiperatividade, impulsividade, desmotivação e problemas com espaço pessoal, podemos dividi-los nas duas composições florais e explora-las em um nível mais profundo.


Leia também: Florais Joel Aleixo: o sistema floral baseado na alquimia


Terapia Floral para crianças desatentas

O primeiro grupo floral, ou a primeira mistura floral, é especificamente voltada para as crianças que apresentam um maior grau de desatenção: são aquelas crianças que parecem viver em um mundo próprio na maior parte do tempo.

Não é uma regra precisa, mas existem alguns comportamentos que podem ser observados em uma criança para que se possa determinar ou ao menos suspeitar que ela se encaixe no perfil de desatenta. Lembrando que apenas um profissional habilitado pode realmente determinar se seu filho realmente sofre de déficit de atenção, mas seria bom procurar orientação caso ele apresente muitos dos seguintes sintomas:

  • Não presta atenção nos detalhes;
  • Comete erros que deveriam ser muito claros;
  • Tem muita dificuldade para se manter focado em alguma coisa e é facilmente distraído;
  • Muitas vezes demostrar não estar atento ao que alguém está lhe dizendo;
  • Tem muita dificuldade em lembrar das coisas e seguir instruções, mesmo que pareçam simples;
  • Demonstra muitos problemas e dificuldades em se manter organizado, se planejar com antecedência e finalizar projetos até o prazo determinado;
  • Costuma ficar entediado com alguma tarefa facilmente;
  • Perde ou esquece onde estão coisas simples como as lições de casa, livros, brinquedos, etc.

Crianças com um real déficit de atenção normalmente se enquadram em muitas ou todas essas descrições, e para elas os florais de Bach mais indicados são:

Bud Chestnut: este é um poderoso floral focado na fixação de conhecimento e do aprendizado por assim dizer, mostrando-se muito útil para aquelas pessoas que estão sempre a cometer os mesmos erros e parecendo não aprender com eles. A terapia floral com Bud Chestnut usa em especial o chamado broto da castanha, e é indicado para toda forma de dificuldade de aprendizagem, podendo ser especialmente útil nos casos de déficit de atenção. Essa essência do sistema floral de Bach para aprendizagem também é boa para concentração e atenção.


Clematis: O Clematis é um floral especialmente concebido para aqueles que são apelidados de “sonhadores”; no caso das crianças, são aquelas que parecem estar sempre com a cabeça nas nuvens. O Clematis pode ajudar a pessoa a ficar mais presente e concentrada na atividade em que está desenvolvendo. A terapia floral com Clematis é especialmente indicado para aquelas crianças que se afastam do convívio, seja por falta de interesse ou preguiça mental.


Gentian: Essa essência floral está muito relacionada a confiança pessoal e a auto estima. A energia floral nela presente vai estimular que a criança consiga trazer de volta sua confiança, especialmente após algum revés. O floral Gentian procura trabalhar estimulando pontos chaves que irão elevar a confiança, fazendo com que a pessoa tenha mais perseverança e fé, por exemplo, para que possa seguir em direção ao seu objetivo.

Em outras palavras, a energia presente no floral Gentian facilita um processo de entendimento pessoal, onde a criança ou o adulto consegue perceber que na vida sempre existirão alguns bloqueios e até retrocessos, mas que eles não vão impedir que você continue avançando de alguma maneira.

Segundo alguns colaboradores, o uso desse floral em especial tem crescido bastante nos últimos anos pelas crianças, provavelmente pelo fato do ambiente escolar de hoje ser muito mais competitivo e propício para o desenvolvimento de alguma patologia psicológica.


Gorse: O Gorse é outra essência que trabalha a auto estima da criança, porém de uma maneira um pouco diferente. A abordagem do floral Gorse é feita pelo lado do pessimismo que a criança acaba desenvolvendo, isso porque as crianças que se encontram nesse estado de desesperança não veem nenhum ponto positivo ou mesmo relevante em tentar, simplesmente porque lhes falta fé em suas próprias capacidades e em um resultado positivo.

Esse floral usa suas energias para fortalecer a sensação de positividade da criança, bem como construir um maior otimismo ao apoiar uma visão mais ampla sobre a vida.


Hornbeam: O Hornbeam é um floral que pode ser entendido como um excelente estímulo para aquelas crianças que parecem sempre estar presas a procrastinação; são crianças que desenvolvem o que alguns profissionais chamam de sensação de “manhã de segunda-feira”. Essa sensação pode ser muito bem observada em crianças que temem ir à escola.

A terapia floral com Hornbeam vai ajudar à medida que estimula a criança a se organizar melhor e ajuda a encontrar alguma inspiração para suas atividades. Pode ser especialmente útil para aqueles que se cansam devido a estarem sentados tempo demais, por assim dizer.


Larch: Essa essência floral foi especialmente desenvolvida para lidar com problemas na autoconfiança, e ela é muito indicada para crianças e estudantes que apresentam um grande grau de timidez. Crianças excessivamente tímidas ou que não se sentem confiantes o suficiente para abraçar o trabalho escolar podem enfrentar uma série de outros problemas decorrentes dessa situação.

O agravante nesses casos é que muitas vezes os pais veem apenas os problemas resultantes e não percebem que a raiz deles pode estar na timidez da criança; ela, por essa condição, tem dificuldades em explicar o que realmente acontece aos seus pais ou professores.

Por isso o floral Larch é tão útil, especialmente quanto a criança está ingressando em um novo projeto escolar – pode ser uma nova turma na escola, quando iniciar o aprendizado de um novo idioma ou até um novo instrumento musical. Em resumo, tudo o que, de repente, sair de sua zona de conforto para explorar algo novo, a terapia floral com Larch irá ajudar para que faça um esforço a mais em se manter no curso.


Water Violet: De maneira muito parecida com o Larch, o floral Water Violet também é indicado para crianças e estudantes que tenham problemas de interação com grupos. A grande diferença é que o Water Violet é indicado para casos onde a pessoa apresente um comportamento mais antissocial. São aquelas crianças que simplesmente se retiram do convívio com outras pessoas não por serem tímidas, mas por não sentirem que fazem parte daquele grupo ou que não deveriam estar ali – são crianças que mostram um comportamento emocionalmente frio.

A terapia floral com Water Voilet ajuda a combater esse sentimento de sentir-se deslocado e aos poucos tende a fazer com que a criança se sinta confortável dentro de grupos e em torno de outras pessoas.


Wild Oat: Podemos dizer de certo modo que, o floral Wild Oat tenta ajudar a criança a descobrir a si mesma de alguma maneira. Ele é normalmente indicado para aquelas crianças que se sentem perdidas e um pouco confusas, que parecem não ver as coisas tão claramente como as outras.

A terapia floral com Wild Oat ajuda a criança a entender que ela possui suas próprias particularidades e talentos, de modo que possa sentir melhor a sua singularidade e a aplicar seus talentos.


Wild Rose: Todos os problemas que apresentamos até agora podem levar a criança a um estado de desânimo onde demonstre grande apatia. Para combater essa outra frente é apresentado o foral Wild Rose, que pretende fazer com que o aluno supere a apatia e adote uma abordagem mais entusiasmada e renovada à rotina escolar.

Essa essência floral na realidade é extremante útil para todas as pessoas que estejam inseridas em alguma espécie de ambiente de aprendizagem, justamente por combater a apatia e o desânimo. O Wild Rose tem um enorme potencial para ativar a vontade pessoal e incentivar a tenacidade tanto em crianças como em adolescentes e até mesmo adultos. Os benefícios dessas qualidades podem percorrer um longo caminho, a fim de melhorar o desempenho e renovar o interesse na escola e no aprendizado geral, até mesmo em trabalhos que exigem aprendizagem constante.


Leia também: Rescue Remedy: a fórmula floral para situações de emergência


Terapia Floral para crianças Hiperativas

O segundo grupo floral ou de misturas florais segue a mesma premissa que o anterior, mas aqui são tratadas essências que recebem uma indicação para crianças que mostram um certo grau de hiperatividade.

É preciso ter uma boa dose de cuidado para não confundir crianças desatentas com crianças hiperativas. É muito fácil pensar que um aluno é desatento quando na verdade ele tem outro tipo de dificuldade para manter seu foco. Justamente por serem mudanças muito pontuais e difíceis de serem identificadas que o recomendado em caso de alguma suspeita é sempre procurar a ajuda de um profissional.

A seguir, vamos igualmente deixar uma lista de características que podem ser identificadas em crianças que sofram de hiperatividade, são elas:

  • Estar constantemente em movimento. Nas crianças mais jovens é possível notar que estão sempre se agachando e “contorcendo”;
  • Têm o costume de deixar o lugar onde está de maneira súbita, mesmo que estivesse calma e em silêncio momentos antes;
  • Movimenta-se constantemente, muitas vezes corre ou escala tudo o que encontra de forma inadequada e impulsiva;
  • Fala muitas vezes quase sem fazer pausas e excessivamente;
  • Tem muita dificuldade em desenvolver todo tipo de atividade com calma. Mesmo com jogo que ela goste, perece não conseguir relaxar;
  • Está sempre em movimento, como se fosse “conduzido por um motor”;
  • É comum que seu temperamento mude rapidamente;
  • Costumam ter um pavio curto.

Crianças com um real déficit de atenção e hiperatividade normalmente se enquadram em muitas ou todas essas descrições. Para elas, os florais de Bach mais indicados são:

Cerato: A essência Cerato é realidade muito mais simples do que se imagina, onde basicamente ela ajuda a criança a sentir uma maior conexão com sua própria sabedoria – isso irá ajudá-la a construir uma intuição que promova o interesse e incentiva o desejo de aprender.


Chestnut Bud: Crianças com hiperatividade também apresentam um grande grau de dificuldade no aprendizado, tal como as desatentas. Muitas das dificuldades que ambas encontram são extremamente semelhantes, e por isso recebem os mesmos florais; é o caso do Chestnut Bud.

Como foi dito anteriormente, este é um poderoso floral focado na fixação de conhecimento e do aprendizado por assim dizer, mostrando-se muito útil para aquelas pessoas que estão sempre a cometer os mesmos erros e parecem não aprender com eles. Ele é indicado para toda forma de dificuldade de aprendizagem, mas pode ser especialmente útil nos casos de déficit de atenção. Vale lembrar mais uma vez que este floral de Bach para aprendizagem também é bom para concentração e atenção até mesmo em adultos.


Heather: Lembram-se que dentre as características que podem identificar uma criança hiperativa é o fato de falarem constantemente, quase como se perdessem o fôlego no meio das frases? Pois então, esse floral é indicado justamente para combater esse tipo de problema, ajudando aqueles que falam excessivamente e, principalmente em momentos não apropriados.

No caso de crianças pode ser também indicado para aquelas que o fazem como uma forma de chamar a atenção através do mal comportamento. Esse floral deve ajudar a criança a se sentir bem dentro de si e aprender uma melhor autoconfiança emocional. Com isso ela ficará mais tranquila e menos agitada.


Impatiens: Esse floral é especialmente indicado para aquelas crianças que acabam sendo excessivamente impulsivas, e que agem muito precipitadamente e sem medir suas escolhas e as consequências decorrentes delas. É um floral dedicado a combater a impaciência, capaz de ajudar a criança a relaxar e a se manter calma em um mesmo lugar por mais tempo.


Scleranthus: Esta é a essência floral para o equilíbrio, utilizada como forma de incentivo para um equilíbrio entre o descanso e a atividade, sendo indicada para crianças que são tão ativas que adotam um comportamento errático, alternando bruscamente entre um estado de quietude e outro de grande agitação. Essa essência ajuda muito em manter a concentração e o foco dos pequenos.


Vervain: O floral Vervain é indicado para a crianças hiperativas em que a energia parece quase ilimitada; aquelas em que os pais realmente se preocupam se não estão se esforçando demais. O Vervain ajuda a equilibrar a energia destas crianças e ajuda para que ela compreenda qual a melhor hora para estar ativo e, principalmente, qual a hora de parar e descansar.


Vine: O Vine é basicamente um floral para crianças que têm dificuldade em obedecer e seguir as regras, algo muito comum em crianças com déficit de atenção e hiperativas.


Wild Oat: Este é outro floral que é muito indicado para ambos os casos: crianças desatentas e hiperativas, ajudando-as a descobrir a si mesmas de alguma maneira. Ele é normalmente indicado para aquelas crianças que se sentem perdidas e um pouco confusas, que parecem não ver as coisas tão claramente como as outras.

A terapia flora floral Wild Oat ajuda a criança a entender que ela possui suas próprias particularidades e talentos, de modo que possa sentir melhor a sua singularidade e a aplicar seus dons e demais habilidades. Crianças hiperativas podem demonstrar uma certa dificuldade em entender seus talentos, já que raramente se dedicam a alguma coisa tempo o suficiente para isso.


White Chestnut: Essa essência é para acalmar a mente hiperativa e que possui uma conversa mental excessiva. Aqueles que recebem a indicação deste floral estão presos em suas cabeças, juntamente com pensamentos repetitivos que apenas correm incessantemente. É muito útil para trazer calma para a mente ativa de uma criança.


Leia também: Floral para dormir: essências para melhores noites de sono


Conselhos sobre a Terapia Floral

Lembramos mais uma vez que nada substitui a consulta junto a um profissional especializado, mas para os que desejarem já iniciar um tratamento com essências florais, as formas de uso são muito simples.

Visto que não há nenhuma forma de contraindicação, segundo profissionais, mesmo que você não escolha a fórmula adequada para o caso em questão, não haverá nenhum grau de prejuízos à saúde, apenas não terá a melhora esperada.

Em geral, o próprio floral já disponibiliza em sua embalagem alguma sugestão de uso, mas muitos profissionais têm como recomendação padrão a administração de 4 gotas, de 3 a 4 vezes ao dia. Essas gotas podem ser administradas diretamente via oral ou de outras formas, como adicionadas em um copo de água ou suco.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: