.
Posturas do Reiki – movimentos para cabeça e pescoço

Posturas do Reiki – movimentos para cabeça e pescoço

O Reiki é uma técnica cada vez mais utilizada, difundida e estudada por adeptos, entusiastas e até mesmo céticos. Isso acontece principalmente ao observar que o Reiki conta com uma série de diferentes posições das mãos durante as aplicações energéticas.

Cada uma dessas posições têm uma função a cumprir e trabalha um setor físico e emocional do paciente. Até mesmo durante os preparativos de uma sessão terapêutica de Reiki elas possuem seus significados bastante particulares.


As posturas utilizadas no tratamento com Reiki

Tendo compreendido que durante a aplicação do Reiki a postura escolhida para as mãos faz toda a diferença nos efeitos e resultados esperados, pode-se conhecer um pouco mais sobre as indicações de cada uma destas posições.

Grande parte das posturas do Reiki são destinadas especificamente às regiões da cabeça e pescoço - já que é uma região importante para o bem-estar geral e está associada a um grande número de doenças. Logo abaixo é possível conferir algumas destas posições e como atuam nos campos emocionais do paciente, físicos e até mesmo as aflições espirituais.


Posição 1

As mãos devem permanecer lado a lado, com o nariz livre e os dedos juntos.
Físico: Proporciona melhora na capacidade visual, desobstrui os seios nasais, atua na regulação de mucosas e tem efeitos sobre maxilares, dentes e rosto em geral.
Emocional: Cria uma proteção contra estímulos indesejáveis e é capaz de aliviar a ansiedade e o estresse.
Mental: Diminui a confusão mental, mantém longe os pensamentos malignos, atua ampliando a concentração e a memória.
Espiritual: Especialmente benéfica à meditação, estimula o crescimento da sabedoria interior, a expansão do eu e o despertar da energia cósmica espiritual.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Posição 2

As mãos devem estar ao lado e ao alto da cabeça com os dedos médios se tocando.
Físico: Estimula a coordenação física entre o lado esquerdo e o direto do cérebro, proporciona uma consciência mais alta, equilibra o funcionamento das glândulas pituitária e pineal, bem como a liberação de endorfinas. Alivia dores de cabeça, tontura, cansaço e estados de choque.
Emocional: Estimula a serenidade e reduz o efeito de preocupações intensas, histeria, stress e depressão.
Mental: Promove o desenvolvimento da criatividade, produtividade, retenção de informações, assimilação de ideias, memória, calma e a capacidade de expressar pensamentos.
Espiritual: Expande a sabedoria interior, dando mais clareza no recebimento de energias elevadas.


Posição 3

As mãos devem ficar na nuca de uma maneira que seja confortável; uma mão acima da outra ou outra posição que permita aos dedos se tocarem. Ambos os hemisférios cerebrais devem estar sendo trabalhados ao mesmo tempo.
Físico: Tem efeitos positivos sobre a visão, a fala, o peso e o discernimento de cores. Atuando diretamente sobre a medula e o lóbulo occipital, melhora a coordenação motora e o funcionamento do ouvido interno.
Emocional: Combate o medo ou pânico, choque, irritação, stress, melhora a qualidade do sono e auxilia a diminuir ansiedade alimentar.
Mental: Permite uma expressão fluente, criatividade, bem-estar e serenidade.
Espiritual: Serve para estimular o despertar do terceiro olho em busca de visão do contexto e do universal. Trabalha também na recepção de energia universal pura.


Leia também: Refeições equilibradas e energizadas - aplicando o Reiki nos alimentos.


Posição 4

As mãos devem ser colocadas sobre as laterais da cabeça, cobrindo as orelhas e parte das mandíbulas.
Físico: Aguça a audição, combate tonturas e enjoos e melhora as funções do intestino, coração, rins, estômago e vesícula.
Emocional: Ajuda a eliminar sentimentos ruins como a raiva reprimida e o excesso de dependência. Tem bons resultados ainda em ampliar a compreensão, relaxar e induzir à afirmação de personalidade.
Mental: Atua como um ótimo relaxante e sedativo para os efeitos de stress intenso.
Espiritual: Amplia a capacidade humana de compreensão do universo.


Posição 5

As mãos devem estar confortavelmente sobre a garganta com os dedos virados para trás, observando se a base dos punhos estejam se tocando.
Físico: Combate problemas nas amígdalas, garganta, laringe, de metabolismo, pressão arterial, problemas de nutrição e crescimento, bem como estimula uma boa circulação.
Emocional: Melhora a autoconfiança, diminui a hostilidade, ressentimentos e mágoas.
Mental: reduz a autocrítica negativa, cria uma proteção contra ser desvalorizado pelo outro, bem como também reduz a necessidade de criticar e julgar o próximo.
Espiritual: Aumenta seu poder de se comunicar com o espiritual e compreender a si mesmo e o mundo exterior.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar

Gostou? Compartilhe!