.
Cromoterapia prática: Terapia das cores no dia a dia

Cromoterapia prática: Terapia das cores no dia a dia

Resumidamente, a cromoterapia consiste no uso das energias das cores em fins terapêuticos para combater os males que nos afligem, sejam eles físicos ou emocionais. Para entender como ela funciona, a primeira coisa a saber é a importância que cada cor influi neste processo, uma vez que possuem diferentes vibrações que se sintonizam com os diferentes chakras do nosso corpo. E é por causa destas vibrações que temos sensações diferentes quando entramos em algum ambiente de acordo com a as cores utilizadas nesse local.

É o estudo dessas vibrações, como elas atuam em nós e seus efeitos que consiste a Cromoterapia. Trabalhando com as emoções, a terapia alternativa é capaz de aliviar o stress e sintomas de enxaquecas por exemplo, sendo inclusive reconhecida pela Organização Mundial da Saúde.

Leia também:
Saiba como aplicar cromoterapia em ambientes diferentes ►
As cores que protegem cada signo ►

As cores utilizadas pela Cromoterapia

Em busca de respostas? Faça as perguntas que sempre quis numa Consulta de Vidência.

10 min de consulta por telefone SÓ R$ 5.

Em busca de um equilíbrio físico, mental e espiritual, a cromoterapia trabalha com as sete cores presentes no arco-íris ou no espectro solar, sendo elas o vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta. Através da nossa exposição a determinadas cores, estimulamos certas emoções e combatemos o cansaço físico, a enxaqueca, estimulamos o nosso sistema nervoso central, melhoramos a qualidade do sono e a sensação de bem estar.


Vermelho

Intenso e estimulante, o vermelho é ligado ao chakra da raiz, ou básico. É uma cor quente e ligada à paixão, excitação e poder. Tem bom resultado em estimular a frequência cardíaca e a sexualidade, porém deve-se ter cuidado em aplicar tons avermelhados em ambientes de repouso, pois pode provocar agitação e dificultar o sono.


Laranja

Cor que predomina da restauração e regeneração, é ligada ao chakra do Sacro, ou Sexual. Ligada à reconstrução, estimula a circulação sanguínea e a coragem. Como também está ligado ao intelecto, pode ser usado junto à cores como o amarelo em locais de estudo.


Amarelo

Viva e alegre, o amarelo é a cor da criatividade e está ligada ao chakra do Plexo Solar. Representa a luz, a inteligência e a descontração. Utilizada normalmente em locais onde é preciso paz para raciocinar livremente, tais tonalidades são responsáveis por manter afastados pensamento obsessivos.


Verde

O verde é a cor da tranquilidade e do equilíbrio, ligado ao chakra do Coração, ou Cardíaco. O verde é muito empregado na saúde e estímulos da esperança; não à toa, se faz muito presente em ambientes hospitalares.


Azul

A cor da serenidade, o azul possui sintonia com o chakra da Garganta, ou Laríngeo. Também presente em ambientes de recuperação como hospitais e clínicas, traz tranquilidade e harmonia, afastando a depressão. É indicado também para locais de descanso, como o quarto, pois afasta o stress e melhora a qualidade do sono.


Anil

A cor do equilíbrio atua junto ao chakra do Terceiro Olho, ou Frontal. Ela estimula a intuição e a premonição, ajudando o utilizador a deixar todas as energias em equilíbrio e ainda contribui para purificação do ambiente.


Violeta

É a cor da espiritualidade e divindade, atuando sobre o chakra da Coroa, ou Coronal. Por estimular a espiritualidade, ajuda aqueles que estão descrentes em alguma causa, auxiliando na limpeza espiritual do ambiente e em mantendo afastadas todas as vibrações ruins. O violeta também é muito utilizado como ação anti-inflamatória.

Recomendado para você:
Reiki: Quais são os 7 Chakras? ►


Cromoterapia prática: aplicando no dia a dia

Agora que já conhecemos um pouco sobre as finalidades de cada cor dentro da cromoterapia, vamos aprender também uma maneira simples, utilizando água energizada – ou água solarizada – e também a cromoterapia mental para sentir os efeitos e obter tal equilíbrio.

Mesmo que não existam contra indicações tenha, preferencialmente, o acompanhamento de um terapeuta para a realização do procedimento para uma maior eficácia.

  • Água Solarizada

Encha uma garrafa de cristal (também pode ser vidro) com água potável, envolvendo-a com um papel celofane da cor que mais se adequa às suas necessidades de equilíbrio físico e mental. Tampe-a bem, para evitar que quaisquer impurezas entrem em contato com ela e deixe-a exposta durante, pelo menos, 4 horas ao sol (mesmo que o dia esteja nublado). Feito isso, deixe que o conteúdo no interior da garrafa esfrie e, assim, ela estará energizada e pronta para ser ingerida.

Em média, os resultados começam a ser notados em 7 dias e o tratamento pode ser suspenso assim que o problema for resolvido ou estabilizado.

  • Cromoterapia Mental

Para harmonizar pessoas, situações de aflição e conflito e também ambientes, a cromoterapia mental é outra aplicação bastante eficaz da terapia das cores. Para começar, logo ao acordar – ainda na cama – feche seus olhos e mentalize o ponto que se encontra em conflito ou desequilíbrio em sua vida. Se o problema estiver em uma pessoa, por exemplo, mentalize-a em sua frente.

A partir dessa mentalização, imagine um raio na cor rosa despontando de seu coração (precisamente de seu crakra cardíaco) e se dirigindo para o que está pretendendo harmonizar. Imagine-a se expandindo e se fortificando, tomando completamente a situação, ambiente ou pessoa que imaginou. Quando todo esse poder tocar o solo, seu exercício mental estará terminado; pode se levantar e viver o seu dia. Os resultados costumam aparecer em poucos dias.

Não perca também este artigo:
Cromoterapia aplicada ao seu guarda-roupa ►


Gostou? Compartilhe!