.
Conheça os 4 principais óleos vegetais usados na aromaterapia

Conheça os 4 principais óleos vegetais usados na aromaterapia

Consistindo na aplicação de óleos vegetais voláteis – em sua maioria os óleos essenciais – a aromaterapia visa promover o bem estar físico e mental dos que dela fazem uso. Como seu próprio nome já sugere, a técnica funciona a partir dos princípios ativos presentes nos tais óleos essenciais, prevenindo, amenizando e curando males de cunho físico, mental ou emocional.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Porém, uma vez que tais óleos essenciais são voláteis, ou seja, evaporam à temperatura ambiente e são bastante concentrados, costuma-se diluí-los em outros óleos vegetais, menos ativos, para que se possa aplicar seu conteúdo em forma de massagens, deslizando facilmente sobre a pele sem causar alergias.

Os principais óleos vegetais da aromaterapia


Oleos

Para tais finalidades terapêutica, a aromaterapia seleciona cuidadosamente quais seriam os óleos vegetais mais aconselhados cada tratamento, de forma que quatro deles são os mais utilizados, seja por um custo benefício ou pelas suas propriedades emolientes e restauradoras. Descubra quem são eles.

  • 1

    Óleo de Girassol


    O mais barato dentre os óleos mais utilizados, o de girassol é direcionado a massagens em geral, onde sua densidade e grandes quantidades de ácido oleico são essenciais para amaciar a pele.

  • 2

    Óleo de Semente de Uva


    Grande auxiliador na prevenção de estrias e também como um excelente emoliente, o óleo de semente de uva é extraído, como imaginado, da semente do próprio fruto, permitindo a regeneração e manutenção do tecido cutâneo. ​Entre os seus diferenciais, o óleo possui uma grande concentração de alfa-tocoferol, uma espécie de Vitamina E que promove a proteção da pele. Seu preço é médio, onde se vale do custo-benefício.

  • 3

    Óleo de Gérmen de Trigo


    Indicado para peles danificadas ou doenças, o gérmen de trigo tem ação semelhante ao óleo de rosa mosqueta, uma vez que auxilia no rejuvenescimento da pele e fortalecimento dos vasos sanguíneos, inibindo a ocorrência das varizes. Bastante denso de um pouco mais barato que o óleo de abacate, em paralelo à aromaterapia, o óleo pode ser ingerido em cápsulas, com a finalidade de reequilibrar as funções renais e hepáticas do organismo.

  • 4

    Óleo de Abacate


    Certamente o mais caro dessa relação, o óleo de abacate é utilizado de maneira bastante versátil, inclusive fora da aromaterapia. Sua aplicação pode acontecer nos cabelos, face e é o mais indicado para a pele dos bebês, promovendo maciez e flexibilidade. Devido a sua grande potência em absorção instantânea, é utilizado em massagens musculares, sendo o óleo rico também em aminoácidos, substância antibióticas e as vitaminas A, B1, B2 e C. Também é o mais caro entre todos os demais.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!