.
Como plantar a Comigo-Ninguém-Pode em casa ou escritório

Como plantar a Comigo-Ninguém-Pode em casa ou escritório

Apesar de sua conhecida propriedade tóxica, a Comigo-Ninguém-Pode é uma das plantas mais utilizadas para a decoração externa e de interiores, tanto no Brasil quanto no mundo devido a facilidade no plantio e manutenção. Com belas folhagens, sendo estas largas e brilhantes, saiba como plantar a espécie e cultiva-la em sua casa ou escritório.

Em busca de respostas? Faça as perguntas que sempre quis numa Consulta de Vidência.

10 min de consulta por telefone SÓ R$ 5.

Como plantar a Comigo-Ninguém-Pode


De origem Colombiana e Costarriquenha, esta é uma espécie perene e sensível a baixas temperaturas. Por regra, a Comigo-Ninguém-Pode costuma apresentar folhas crescentes em talos, podendo atingir entre 20 e 50 centímetros de altura exaltando suas belas folhagens e ainda produzindo flores durante o verão em algumas espécies (principalmente a seguine e amoena), ainda que estas não tenham propriedades ornamentais.

Basicamente, a Comigo-Ninguém-Pode é uma espécie de muito fácil cultivo, permitindo até mesmo alguns descuidos na manutenção da mesma; por isso é ideal para se ter em casa ou no escritório mesmo que o ambiente não seja habitado durante muitas horas ou até dias. Veja como plantar.

Escolha um local onde haja boa luminosidade, à sombra ou meia-sombra, atentando-se também para protege-la do vento e frio. A espécie pode ser cultivada a partir de estacas formadas a qualquer época do ano pelo corte do caule em pedaços menores, plantando-os em vasos. Tais vasos devem conter características como o fundo destampado, pois sem isso a água poderá se aglomerar ao redor das raízes, apodrecendo-as.

Seja pela questão do bolor quanto sua resistência, não é necessário regar a Comigo-Ninguém-Pode com muita frequência. Deixe a terra secar levemente antes de regar novamente e, uma vez por mês, faça a rega com adição média de fertilizante solúvel. No inverno, reduza a frequência das regas, pois a água e o frio tornarão essa espécie mais propensa ao apodrecimento.

Com o tempo, é comum que a planta apresente algumas folhas mais desbotadas ou com dificuldades no desenvolvimento. Diante disso, remova-os para manter seu vaso sempre cheio e saudável. Observe também se as folhas inferiores se encontram com um aspecto amarelado e murcho, pois esse é um claro sinal de que o ambiente não está sendo cultivada é frio demais para sua vitalidade.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!