.
As 10 doenças mais nocivas e espiritualmente transmissíveis

As 10 doenças mais nocivas e espiritualmente transmissíveis

Espiritualizar-se. Essa tem sido uma busca constante em uma sociedade moderna onde problemas da mente assolam grande parte da população. Problemas como o stress, a depressão ou crises de ansiedade são alguns dos fatores que levam indivíduos a procurar por mentores ou manifestar interesse por doutrinas diversas. No entanto, a falta de preparo ou uma desestabilização do ego podem desencadear uma série de doenças nocivas e também transmissíveis à espiritualidade do próximo.

Em busca de respostas? Faça as perguntas que sempre quis numa Consulta de Vidência.

10 min de consulta por telefone SÓ R$ 5.

As 10 doenças espirituais mais nocivas e transmissíveis


As 10 categorizações listadas abaixo não são de alguma forma definitivas, mas se destinam a esclarecer e trazer à tona algumas doenças que normalmente estão alheias à consciência da maioria, sendo comumente transmitidas espiritualmente.

1. Espiritualidade Fast-Food: o nome dessa síndrome é inspirado em uma modalidade alimentar que prega o “dinamismo”, onde tudo é feito de forma simples e extremamente rápida para satisfazer quase que instantaneamente uma necessidade - o que na maioria dos casos leva a resultados nada saudáveis ou realmente satisfatórios.

Esse tipo de comportamento pode ser levado ao campo espiritual, onde muitas pessoas tem a ilusão de que suas aflições podem obter um alivio rápido e fácil. Porém, uma das certezas universais é que uma transformação espiritual, que realmente leva ao alivio do sofrimento humano, não será alcançada de maneira instantânea e/ou facilmente.

Leia Também: Oração Poderosa de Limpeza Espiritual contra Negatividade

2. Falsa Espiritualidade: há quem seja levado a pensar por algum motivo que, ao representar de forma quase que teatral uma conduta a qual a pessoa imagina que seja espiritual, ela será capaz de alcançar os mesmos feitos. Esses indivíduos tendem a se trajar e se comportar como seres espiritualizados mesmo que não acreditem verdadeiramente em nada do que praticam.

3. Motivações Confusas: essa é uma condição extremamente comum para a humanidade, já que por mais que se tenha um grande desejo de crescer espiritualmente, e mesmo que ele seja realmente verdadeiro, pode se tornar facilmente confuso ao ir de encontro com desejos pessoais. São desejos comuns como o de ser especial e único em meio ao universo, normalmente relacionados ao preenchimento de um vazio interior.

4. Identificando-se com Experiências Espirituais: essa doença é o reflexo de um problema no controle do ego, onde alguém acredita ter certos dons ou ser mais iluminado que os demais, se considerando especial. Isso faz com que a pessoa acredite que passar experiências espirituais, as quais muitas vezes não existem ou pertencem a outra pessoa, é incorporada como sendo dela própria.

Leia Também: Melhorias em sua vida? Você pode estar vivendo um despertar espiritual, conheça os sinais

5. Ego Espiritualizado: um ego inflado e descontrolado pode causar uma série de problemas e, quando ele se funde e cria profundas raízes em conceitos espirituais, surge o que se chama de Ego Espiritualizado. Ele é a representação de um ego espiritual tão credível a seu portador que o torna intransponível, sendo quase impossível realizar qualquer tipo de auxílio, impedindo o crescimento espiritual.

6. Formação em Massa de Professores Espirituais: o “modismo espiritual” é um problema que mesmo não sendo novidade traz muitas dificuldades aos que realmente buscam difundir conceitos verdadeiros. O grande problema está na maneira rápida como isso se espalha, na forma de uma corrente quase imparável, onde um indivíduo ao ter contato com determinado conhecimento espiritual tem um insight considerando-se, de repente, iluminado e capaz de levar isso a outras pessoas.

7. Orgulho Espiritual: um problema que surge com frequência em profissionais e estudiosos que após muito tempo de trabalho e empenho alcançam alguma conquista, é a soberba de seus feitos. Essa doença é a representação de quem alcançou um novo nível de sabedoria, seja pouco ou muito, e desperta um sentimento de superioridade em relação aos demais, se fechando a novos aprendizados e experiências, sendo impossível continuar sua evolução.

Leia Também: 7 sinais de um despertar espiritual que você nem imaginava

8. Mente de Grupo: a mente de grupo, ou doença ashram, já traz dificuldades à humanidade há milênios. Basicamente, ela é um estado de co-dependência onde um grupo de pessoas tende a seguir um conjunto de normas, que vão desde sua maneira de se vestir até o modo como fala ou age. Essas normas não são escritas ou acordadas entre o grupo, sendo um comportamento inconsciente que busca satisfazer sua necessidade de se identificar e pertencer, onde muitas vezes outras pessoas que não seguem o mesmo padrão são rejeitadas.

9. Complexo de Povo Escolhido: novamente, a questão de preencher um vazio interior leva o homem a um sentimento onde ele acredita estar entre os escolhidos e os mais iluminados, isso pode ser encontrado de forma individual ou em grupos. Existem muitos grupos, além dos judeus, por exemplo, que acreditam estar entre uma pequena e seleta parcela da população que é de algum modo especial, sendo que cada grupo reivindica para si o título de o mais evoluído ou iluminado.

10. Vírus Mortal do “eu cheguei”: esse é um ponto final para a evolução espiritual de qualquer pessoa, onde erroneamente acredita-se ter chego na meta máxima ou no final do caminho espiritual. Essa é uma condição considerada mortal para toda espiritualidade, pois a partir do momento em que essa ideia se encrusta na psique, ela encerra definitivamente toda a possibilidade de evolução ou avanço em nossa sabedoria.

Leia também: Oração da Cura - Versão para doenças fisícas e espirituais

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Gostou? Compartilhe!