.
Quem são os illuminati? Eles existem realmente?

Quem são os illuminati? Eles existem realmente?

Entre os governantes e celebridades, especialmente na indústria do entretenimento, dizem haver um grupo de misterioso de espíritos que buscaria o controle e o estabelecimento de uma Nova Ordem Mundial, avessa aos verdadeiros valores espirituais. Retratados muitas vezes em filmes e livros, essa ordem secreta alimenta o imaginário esotérico fantasioso e muitas teorias da conspiração.

“As teorias da conspiração estão longe de ser um fenômeno novo. Elas são uma presença constante nos bastidores há pelo menos 100 anos. Todo mundo acredita em pelo menos uma e provavelmente em algumas”
Joe Uscinski

Seriam esses espíritos “iluminados”? Parte de uma seita secreta genuína, uma família espiritual ou mais uma entre as tantas teorias da conspiração?

Illuminati na história

A história humana é carregada de mistérios e seitas secretas. Também, quando olhamos para nosso passado, constatamos que a liberdade ideológica era restrita, o que forçava as pessoas a se reunirem em grupos pequenos para poder discutir sobre política e espiritualidade. Assim, não são poucas as “seitas” consideradas secretas, e muitas delas de fato existiram em algum momento.

Historicamente, o nome Illuminati geralmente se refere aos Illuminati da Baviera, uma sociedade secreta da época do iluminismo que surgiu aproximadamente em 1776. Fundada por Adam Weishaupt, professor de direito da Universidade de Ingolstad, na Alemanha, a ideia era reunir membros da elite com o objetivo de discutir e promover o pensamento iluminista, uma corrente pautada pela razão. Weishaupt esperava que, por meio de encontros, os membros dos Illuminati pudessem dialogar e se juntar a ponto de se tornarem influentes o suficiente para participar das decisões políticas.

Como objetivos, a sociedade illuminati esperava fazer oposição à superstição, obscurantismo, misticismo, a influência religiosa na vida pública e aos abusos de poder do estado. Pensavam que poderiam criar uma sociedade mais evoluída, livre da injustiça, igualitária e fraterna. Muitos intelectuais influentes e políticos faziam parte dessa ordem, como Johann Wolfgang von Goethe e Johann Gottfried. Era um movimento de livres-pensadores e o apoio da maçonaria era declarado, fazendo dessas duas ordens, irmãs.

Infelizmente a sociedade illuminati não teve forças para ultrapassar o séc. XX; a formação original durou nove anos e teve poucos membros, atingindo em seu ápice 2500 participantes, uma das muitas evidências que mostram que a lenda sobre a organização faz ela parecer muito maior do que foi de fato. Em seu lugar, surgiram outras ordem e muitas pessoas se aproveitando da fama dessa sociedade para alimentar histórias fantasiosas de conspirações, plantar o medo e a desinformação.

“A imprensa escreve para vender, não para informar”
George P. Cosmatos

Illuminatis do bem

Parte das teorias que rondam essa antiga seita se mantém fiéis a natureza do movimento, ou seja, fariam parte dessa organização pessoas esclarecidas que buscavam por alguma justiça no mundo através da influência política. Consciências “iluminadas”, interessadas em trazer ao mundo alguma luz, defensoras da paz, da inteligência, da clareza no raciocínio, da liberdade, igualdade e da fraternidade, muito alinhadas com os princípios da Nova Era. Entretanto, faziam questão de manter o movimento mais fechado e restrito para preservar sua influência, apesar da nobreza dos valores que compunham seu discurso.

Nessa teoria o papel dos illuminati é defender valores morais e trabalhar pelo progresso do mundo, o que fica muito distante das teorias da conspiração negativas que foram criadas em torno dessa organização.

8 símbolos considerados illuminati :

  • 1

    O olho que tudo vê

    Conhecido até hoje, esse símbolo é muito difundido e figura até mesmo no dólar americano. Ele mostra uma pirâmide com um olho iluminado, simbolizando os degraus que devemos subir para alcançar o conhecimento e ter uma mente evoluída e desperta.

  • 2

    Cruz Invertida

    Para os católicos, a cruz invertida denota uma ligação trevosa, uma aliança com o mundo governado por Satã. Mas essa é só uma das muitas interpretações que podem ser feitas a partir desse símbolo: se ele representa o inferno, ou seja, as chamas eternas, podemos também encarar a cruz invertida como símbolo do princípio da eternidade, que seria para os illuminati uma lembrança da indestrutibilidade do grupo.

  • 3

    Pirâmide com as mãos

    Este símbolo em forma de pirâmide feito com as mãos, para a ordem illuminati representaria o conhecimento também é uma representação para alcançar o conhecimento, uma representação do olho que tudo vê.

  • 4

    Chifres com as mãos e o número 666

    Novamente, para o cristianismo ambos são símbolos da besta, do mal, das energias contrárias à luz. Mas, como todo o símbolo, mais do que sua forma conta muito mais a energia que depositamos neles, ou seja, o que está neles representado depende muito da interpretação. Quando associados a ordem illuminati, a mão com um círculo e os três dedos levantados mostra o número 6 repetido pelos três dedos, representando a excelência e clareza do pensamento sobre a nação. Já o chifre do diabo simboliza da união e a fraternidade.

  • 5

    A pirâmide ou triângulo

    Para os illuminati, a pirâmide representa a ordem e hierarquia estabelecida. A pirâmide inacabada pretende simbolizar que a obra dos illuminati no mundo ainda não está terminada.

  • 6

    A coruja

    A coruja é normalmente associada ao conhecimento e simboliza a sabedoria suprema dos illuminati. Isto acontece porque a coruja era o símbolo de Minerva, deusa da sabedoria na mitologia romana.

  • 7

    O Obelisco

    Os illuminati usam os obeliscos para simbolizar o seu poder incomparável e gigantesco, estando os obeliscos presentes em quase todas as grandes cidades do mundo.

  • 8

    A cobra

    A cobra e a serpente são desde sempre símbolos do fruto proibido, que para os illuminati são interpretados como sendo a procura por um conhecimento superior. Quando o símbolo da cobra é constituído por uma cobra trincando a sua própria cauda, significa a regeneração infinita, apenas acessível apenas aos iluminados.

Teorias conspiratórias pelo poder

As teorias mais famosas que envolvem os illuminati não são positivas para a humanidade, pois seguem interesses próprios de poder, sugerindo até mesmo uma guerra espiritual da qual participam diferentes ordas que desejam o controle e exploração do planeta. Algumas chegam a ser bem absurdas e envolvem até celebridades:

  • 1

    Presidentes americanos e política

    Faz parte das histórias a sobre os illuminatis a crença que alguns presidentes americanos faziam parte dessa seita que tem sede pelo poder e pela destruição. Existe toda uma argumentação que tenta provar que Winston Churchill, a família Bush e Barack Obama, por exemplo, eram membros illuminati que chegaram ao poder com ajuda da ordem para ajudar a controlar o mundo.

    Outras famílias influentes na economia e na política também são alvos dessa teoria conspiratória, como a família Rothschild, a família Rockefeller e Brzezinski, entre outras. Todas elas teriam enriquecido com a ajuda da ordem e usando métodos nada ortodoxos, incluindo até mesmo magia negra.

  • 2

    Acontecimentos históricos

    Outros teóricos afirmam que uma variedade de eventos históricos foram orquestrados pelos illuminati, desde a Revolução Francesa, a Batalha de Waterloo o Assassinato de John F. Kennedy, a Revolução Americana, a Revolução Francesa, a Revolução Russa, as duas grandes guerras mundiais e até mesmo os atentados de 11 de setembro. Todos esses eventos teriam tido a interferência direta de membros da ordem illuminati e teriam como objetivo a conquista de poder e exploração dos mais fracos.

  • 3

    Indústria cinematográfica e entretenimento

    Vira e mexe os Illuminati são lembrados, principalmente pelo suposto envolvimento de celebridades na sociedade secreta. Isso não se restringe somente a figuras antigas, como Thomas Jefferson, mas artistas mais contemporâneos como Beyoncé, Lady Gaga, Kim Kardashian, Nick Minaj, Kanye West, Rihanna, Jim Carrey, Miley Cyrus, Justin Timberlake e Madonna.

Será que eles realmente existem?

Essa é uma ótima pergunta e cabe nela muita reflexão. Quando pensamos nos illuminati como uma ordem secreta antiga, não há dúvidas quanto a sua existência. Porém, quando adentramos as areias movediças das conspirações, principalmente as que envolvem o mundo espiritual, não é possível afirmar nada e a conclusão mais sensata é de que essas afirmações não passam de teorias. Sem os canais abertos e um contato mais direto com a espiritualidade, ou seja, sem termos a capacidade de verificar com os próprios olhos ao menos parte do acontece no mundo espiritual, ficamos reféns das diversas narrativas sobre como as coisas funcionam e como é de fato a vida do outro lado. E sabemos que os interesses materiais que governam muitas das narrativas as afastam da verdade e da razão. Isso significa dizer que tudo pode ser possível, mas é a medida racional com a qual olhamos certas histórias que pode tanto nos cegar quanto nos fazer enxergar as falhas em determinados pensamento e nos aproximar de um pensamento mais crítico e elevado. Será que faz algum sentido pensar que somos controlados por espíritos malignos, que atendem aos interesses das trevas?

“Não cai uma folha sem a permissão de Deus”
Maomé (Alcorão, na 6ª Surata, Versículo 59)

Provavelmente não. Todas essas ideias que tiram a nossa responsabilidade sobre nossas atitudes no mundo não passam de uma projeção dos valores humanos sobre o mundo espiritual. Hierarquias de poder, dualismo entre o bem e o mal, controle de mentes e domínios nefastos dos quais não conseguimos nos livrar são um escape, são uma fantasia que tira de nós a autoria de todo mal que há no mundo. É uma explicação muito próxima de religiões como o catolicismo, onde temos sempre um diabo nos tentando e querendo ganhar nossa alma para as trevas. Ele é a causa do mal no mundo, não nós. E eu discordo desse tipo de raciocínio, pois, se observarmos com cuidado, o mal está em nós, na natureza humana criada pelo nível de consciência dos espíritos que aqui encarnam.

Se quisermos nomear como illuminati pessoas que se encontram em um patamar evolutivo mais denso, que se movimentam para conseguir poder e dinheiro, não há problema. Mas quando levamos a constatação natural de que nem todos aqui encarnados agem em prol da evolução social, havendo um plano, um pacto maior, uma conspiração espiritual que domina o planeta e para qual essas almas trabalham, estamos retirando o poder das hierarquias cósmicas e afirmando que, mesmo após a morte, poderemos adentrar um sistema governado pelos grupos que partilham as trevas. E aí o sentido da coisa se perde.


Clique Aqui: Símbolos Illuminati: conheça as representações de suas ideias


Quem controla as camadas espirituais da Terra são as hierarquias cósmicas

O planeta e suas dimensões astrais são controladas pela luz, pelas hierarquias cósmicas designadas para cuidar desse projeto encarnatório, e é justamente isso que elas fazem. Ninguém entra ou sai da Terra sem o consentimento deles, ninguém exerce controle e interfere no curso de nossa evolução senão eles. O bem tem em seu poder toda a treva e o controle sobre as ações desses espíritos.

“ A Terra que te acolhe e uma escola de Deus. O grupo em que nasceste é o núcleo de lições. O parente difícil é matéria de ensino. Desgostos são problemas e as provações são aulas. As mudanças e as crises são épocas de exames”
Chico Xavier

O planeta Terra é uma escola, é uma etapa da jornada evolutiva que é pensada para crescimento, não para realizações. Caso contrário, seria um planeta espiritual, evoluído, não uma casa de espíritos mergulhados na matéria. Não viemos aqui para sermos felizes, mas sim para aprender. E aprendizado gera dor, desconforto e conflitos, e, é claro, as consciências que aqui encarnam precisam dessas vivências expandir. Ou seja, seres iluminados quando encarnam são avatares enviados para a transformação. De resto, vem para a Terra quem precisa crescer e se beneficia das alegrias e das dores de uma encarnação na matéria. E esse nível consciencial reflete nas ações e nos valores que cultivamos, não porque fazemos parte de uma conspiração maligna mas sim porque essa é a natureza cármica de quem encarna na Terra.

“O conflito não é entre o bem e o mal, mas entre o conhecimento e a ignorância”
Buda

Existem pessoas que se alinham com o que há de pior no planeta? Sim, com toda certeza. Essas pessoas fazem parte de uma conspiração, de uma guerra espiritual para adquirir o controle da Terra? Difícil de acreditar.


Saiba mais :

Guta Monteiro Guta Monteiro

Apaixonada por filosofia e literatura, é formada em publicidade e estuda espiritualidade desde criança. Buscadora incansável dos mistérios da vida, adora compartilhar ideias sobre Deus e as forças que movem o universo, para ajudar no seu próprio despertar e no encontro com poder divino que existe em nós. Usa a espiritualidade para crescer e ajudar a crescer aos demais e sonha com um mundo feito de igualdade, fraternidade, liberdade e amor.