.
Descubra quem era a Pitonisa e sua história na Grécia Antiga

Descubra quem era a Pitonisa e sua história na Grécia Antiga

Os povos antigos eram muito interessados em saber o que ia acontecer no futuro. Principalmente na Grécia Antiga, usava-se diferentes formas de leituras do futuro com os vegetais, as estrelas e até mesmo vísceras de animais mortos. Os principais responsáveis por fazer as leituras eram os oráculos e sacerdotisas e algumas delas eram conhecidas como Pitonisa.

Na cidade de Delfos da Grécia, ficava o popular Oráculo de Delfos. De acordo com a Mitologia Grega, o deus Zeus recomendou que o deus Apolo se instalasse no monte Parnaso e construísse ali o Oráculo de Delfos.   Apolo era um deus famoso por suas adivinhações e seu templo era conhecido em toda a Grécia Antiga. No templo, trabalhavam as sacerdotisas chamadas de Pitonisa, responsáveis pelas adivinhações. Os gregos de diversos lugares iam ao local para saber o que aconteceria no futuro. Conheça um pouco mais sobre a história da Pitonisa, uma importante figura da Mitologia Grega.

Afinal, quem era a Pitonisa?

A lenda diz que Hera, uma deusa extremamente ciumenta, enviou a cobra Píton para vigiar Leto, a mãe de Apolo. O deus Apolo não gostou nada disso e com suas próprias mãos, matou o animal a flechadas. Assim, passou a ser conhecido como Pítio. Por isso, todas as mulheres que trabalhavam em seu templo eram chamadas de Pitonisa.

Geralmente, essas mulheres eram selecionadas nos lugares mais pobres, pois acreditava-se que a riqueza atrapalhava a ter a visão do futuro. Para ser uma Pitonisa, muitos sacrifícios eram necessários. As mulheres precisavam aderir à castidade, ao desapego material e vestir-se com descrição.

Uma vez por ano, durante a primavera, pessoas de todo o país iam ao Oráculo de Delfos se consultar com as sacerdotisas do deus Apolo. Os líderes queriam ser aconselhados a respeito de suas estratégias de guerras, navegadores buscavam orientações para suas viagens e toda a população queria previsões, especialmente sobre dinheiro e saúde.

No templo, as pitonisas sentavam-se em cadeiras trípodes altas, em frente a uma abertura na terra de onde saía um gás que as deixava em transe. Depois disso, elas ficavam possuídas e traziam as respostas tão almejadas.  As sacerdotisas passavam por duros preparativos para o evento, tendo que ficar três dias em jejum, tomar banho na fonte de Castália, ruminar folhas de louro, entre outros rituais. Mesmo quando a cerimônia acabava, as mulheres podiam ficar dias em transe.


Clique aqui: Baba Yaga – conheça a lenda dessa bruxa do folclore russo


A Pitonisa atualmente

Na atualidade, as pitonisas são representadas por médiuns, videntes, tarólogos e diversos outros esotéricos que preveem o futuro. Estes profissionais são capazes de dar conselhos, nos ajudar a sair de situações difíceis e tirar nossos anseios a respeito do futuro. As ciências esotéricas evoluíram e não é necessário fazer nenhum grande sacrifício para prever o futuro, mas sim ter o dom e se especializar para isso.

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.