.
Você tem preconceito? Leia este artigo e descubra.

Você tem preconceito? Leia este artigo e descubra.

A pergunta do título deste artigo é muito sugestiva, porque a primeira reação das pessoas é pensar “Claro que não!”. Assumir que se tem preconceito é um verdadeiro tabu na nossa sociedade. A verdade é que raras são as pessoas que não possuem qualquer tipo de preconceito, é algo mesmo muito difícil não ser influenciado de alguma maneira com uma concepção pré-concebida que ouvimos ou recebemos de outras pessoas por muito tempo. Mas nos livrar deste sentimento é algo possível.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Preconceito – uma prisão que nós temos que nos libertar

Antes de tudo, vamos entender a definição dessa palavra:

Preconceito

  1. qualquer opinião ou sentimento concebido sem exame crítico.
  2. sentimento hostil, assumido em consequência da generalização apressada de uma experiência pessoal ou imposta pelo meio; intolerância.

O preconceito é, como o próprio nome sugere, um pré-conceito sobre algo que nós não possuímos conhecimento, ignoramos, fazemos um julgamento sem ter uma consciência crítica sobre aquilo resultante de uma generalização ao qual fomos expostos. Assumir que se tem esse sentimento é o primeiro passo para se livrar dele. Vamos tentar descobrir se nós fomos influenciados a discriminar alguma parcela da nossa sociedade e se possuímos algum tipo de preconceito? Veja as seguintes perguntas abaixo e responda para si mesmo (com toda a sinceridade possível):

1- Você se incomoda quando vê duas pessoas do mesmo sexo de mãos dadas ou abraçadas na rua?

2- Você acha estranho que um negro, indígena, deficiente físico ou homossexual tenha uma posição mais elevada que a sua no mercado de trabalho?

3- Você se sentiria mal se um filho ou filha seu se assumisse homossexual? E se ele(a) começasse a namorar uma pessoa de cor de pele diferente da sua?

4- Você se incomoda com o fato dos casais homossexuais poderem adotar crianças?

5- Você costuma criticar outras religiões diferentes da sua?

6- Você tem dificuldade de ser relacionar com pessoas de condição social diferentes da sua?

7- Você se incomoda quando uma mulher tem uma posição superior a você no trabalho? Costuma fazer piadinhas sobre mulheres e acha que elas são inferiores aos homens em algum assunto?

8- Você costuma usar frases como: “Eu não tenho preconceito, eu ATÉ tenho amigos que são assim”.

Essas são apenas algumas questões para pensar a respeito. Se você respondeu sim a alguma delas, pode ser um sinal que você tem algum preconceito enraizado dentro de si, mesmo que seja difícil assumi-lo. Lembre-se: o melhor que você pode fazer é assumi-lo para se livrar dele.


Leia também: Limpeza de Sentimentos, o que é e como fazer


As consequências do preconceito

O preconceito é algo que dói, que machuca, que segrega quem é atingido por ele. Se você rotula uma pessoa pela sua cor, sua opção sexual, seu gênero, sua religião ou pela forma como ela se veste/age, você está vendo essa pessoa com preconceito, antes mesmo de conhecê-la você a julga por características externas. Isso é uma prisão.

Você fere e prejudica uma pessoa (ou melhor, um grupo de pessoas) e coloca-se dentro de uma prisão. Você ajuda a reforçar um sentimento negativo, destrutivo e mal sobre aquela pessoa de graça, sem que ela tenha te feito nada. Toda vez que você sentir que está olhando ou pensando em alguém com preconceito sugerimos fazer uma coisa: coloque-se no lugar dela. Pense: se eu fosse (a condição da pessoa), eu gostaria de ser olhado desta maneira?


O preconceito é uma prisão

Neste momento, se você carrega em si algum tipo de preconceito, já deve ter percebido. Seja corajoso o bastante para assumi-lo. Agora é hora de perceber como esse sentimento é ruim não somente para a sociedade como um todo, mas também para você.

  • O preconceito é uma prisão pois diminui a sua liberdade. Ao ter esse sentimento você tira de si mesmo a oportunidade de conhecer diversas pessoas maravilhosas, pessoas diferentes de você que poderiam te ensinar muito sobre a vida, a diversidade, a tolerância, a aceitação. Ao ter um preconceito e nutri-lo, você estará se colocando numa prisão que limita as suas possibilidades.
  • O preconceito faz com que você perca oportunidades de viver novas experiências
  • O preconceito impede que você conheça o amor. Sabe por que? Porque o amor é incondicional. Não aceita condições. Algo do tipo: só namoro se a menina for desta cor, só vou amar meu filho se ele for hetero, só aceita a sua namorada se ela for da mesma religião que nós, só é meu amigo quem pensa igual a mim, etc. Se você não conhece o amor incondicional, então você não conhece o amor.

Leia também: O que é melhor: reprimir seus sentimentos ou explodir de raiva?


Liberte-se dessa energia negativa

Este artigo é muito resumido e limitado sobre um assunto tão amplo e tão cheio de significado. O que ele pretende fazer é: alertar que nós precisamos debater o preconceito, percebê-lo no nosso dia a dia e mudar os nossos pensamentos e atitudes, pelo nosso bem, pelo bem da nossa sociedade.

Quando nós alimentamos um preconceito, seja com uma descriminação explícita, seja com uma piadinha preconceituosa, nós estamos aumentando a energia negativa que circula pelo mundo. Livrar os outros do nosso julgamento é libertá-lo e libertar a nós mesmos, trazendo mais amor e liberdade para o mundo.

A única coisa que nós queremos te dizer é: reflita sobre isso, reveja seus conceitos. Abra sua mente e o seu coração. Escolher novos pensamentos e novas atitudes é preciso, o mundo precisa de mais amor e nós precisamos fazer a nossa parte.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: