.
Tipos de exorcismo e formas de possessão diabólica

Tipos de exorcismo e formas de possessão diabólica

De acordo com a Universidade Regina Apostolorum, em Roma, notou-se um aumento exponencial no número de exorcismos praticados nos últimos anos. A declaração dada pelo exorcista-chefe da instituição, Padre Gabriele Amorth é de que o demônio encontra-se, acima de tudo, instalado no coração da Igreja, onde muitos membros não acreditam em Cristo ou estão ligados ao mal de alguma maneira. Outro motivo que leva a esse aumento no número de possessões, segundo Amorth, é o uso indiscriminado da internet, onde influências não necessariamente acarretam em possessão, mas a manipulação mental e abusos psicológicos. De seguida iremos explicar quais os tipos de exorcismo.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Em geral, indivíduos realmente possuídos por entidades demoníacas costumam apresentar sinais de agressividade, fúria, ódio, xenolalia (falar em línguas desconhecidas), revelações que seriam impossíveis de saber e uma aversão declarada à Deus, Jesus, Virgem Maria, crucifixos, água benta e outros itens sagrados. Mas, o que leva uma pessoa a ser possuída? Não há uma regra a ser seguida, mas alguns comportamentos ou perfis são mais suscetíveis que outros. Alguns indivíduos com problemas mentais podem ser uma porta aberta à influência de um espírito obsessor. O abuso de substâncias tóxicas, como o álcool ou drogas, as emoções negativas e o exagero de palavras de baixa frequência também torna pessoas alvos mais fáceis a espíritos mal intencionados.

Tipos de Exorcismo: As quatro formas de possessão

Tipos de Exorcismo

Pela igreja Católica, o rito de exorcismo tem início com as seguintes palavras em latim: “Adjure te, spiritus nequissime, per Deum omnipotentem”, traduzido como “eu te ordeno, espírito maligno, pelo Deus Todo-Poderoso” e existe em três categorias básicas, sendo uma direcionada à crianças antes do batismo; o simples, purificando lugares ou objetos com a finalidade de livrá-lo do mal; ou o real, que consiste em livrar um ser humano da possessão. Diante do cristianismo, as formas de possessão e exorcismo estão associadas ao mal, sendo seu processo de libertação realizado de forma relativamente dramática e agressiva.

A ideia do exorcismo é encontrada ao redor de todo o mundo, presente em diversas culturas e tradições. No Brasil, por exemplo, o espiritismo e as religiões afro-brasileiras como a umbanda e candomblé, relatam fenômenos de possessão de espíritos doutrinadores e iluminados. No entanto, segundo o espiritismo, existem quatro maneiras pelas quais um indivíduo pode ser considerado possuído por espíritos ou entidades demoníacas, sendo elas o encosto, o espírito opressivo, a obsessão e, por fim, a possessão. Conheça a diferença entre os diferentes tipos de exorcismo e seus graus.

Leia Também: Conheça a história do exorcismo realizado no Rio Grande do Sul

Tipos de Exorcismo: Encosto

Neste caso, espíritos de pessoas desencarnadas – em geral pertencentes à família do indivíduo afetado – permanecem próximos, mas a influência destes é pequena. Para livrar-se deles, basta tomar um banho de água e sal ou realizar orações como o Credo ou o Pai-Nosso sempre que se sentir pesado de alguma maneira.

Tipos de Exorcismo: Espírito opressivo

Com a capacidade de sugar a energia vital do indivíduo, o espírito opressivo manifesta seus efeitos causando cansaço ou vontade de chorar repentina que podem cessar de um momento para outro. Para neutralizar a presença desse espírito é indicado ter sempre junto de si um saquinho de cor vermelha, com uma oração inserida dentro dele. A leitura dos Salmos 22 e 23 e banhos de água com sal também são benéficos para essa finalidade.

Tipos de Exorcismo: Obsessão

No terceiro nível de possessão, o espírito é capaz de dominar intensamente o corpo astral do indivíduo, podendo até mesmo mudar seu modo de falar e agir. Diante disso, o possuído por essa entidade chega até mesmo a não reconhecer parentes ou pessoas próximas de seu convívio.

Leia Também: Ler para crer: um relato impressionante de exorcismo

Tipos de Exorcismo: Possessão

Por fim, na possessão real o espírito ou entidade demoníaca toma o corpo da pessoa, fazendo com que ocorram inclusive alguns fenômenos produzidos espontaneamente, como ruídos e deslocamento de objetos de duração indeterminada. O processo para a expulsão deste ser pode demorar, chegando a levar semanas, meses ou anos. Diante de qualquer sintoma, o indivíduo ou família do possuído deve procurar tratamento imediatamente, pois o espírito pode levar o corpo físico à morte.

Para o exorcismo são utilizadas preces, água-benta, defumadores, essências de rosas, arruda e, por vezes, o sal também é aplicado para influenciar a pureza espiritual.

Leia Também: Os 5 sinais da presença de obsessores em sua vida

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada:

Gostou? Compartilhe!