.
Qual é o significado da reencarnação ?

Qual é o significado da reencarnação ?

Muitas pessoas acham que sabem o que é reencarnação: é quando a alma sai de um corpo que faleceu e encarna em outro que acabou de nascer. Mas o significado da reencarnação é muito maior do que esse, ele tem sido estudado há milhares de anos e é a ideia central de diversos sistemas filosóficos e religiosos. Saiba um pouco mais sobre a reencarnação abaixo.

Não perca: 5 sinais que você já passou por uma reencarnação

Reencarnação – definições, origens e características

O que é a reencarnação?


Segundo os estudos sobre este tema, nossos somos seres formados de matéria e de espírito.  Existe uma porção do ser que é capaz de subexistir após a morte do nosso corpo físico, e ela pode ser chamada de espírito, alma ou consciência. A morte do corpo físico não demanda a morte da alma, ela pode associar-se a outros corpos sucessivamente para fins específicos, como para maior autoconhecimento, evolução ou para anular um carma, por exemplo.

Leia Também: 3 casos de reencarnação impressionantes – parte 1

Origem do conceito de reencarnação


Heródoto, historiador grego do século V a. C. talvez tenha sido o primeiro estudioso a documentar conceitos de reencarnação.  Segundo ele, a reencarnação faz parte da doutrina egípcia, que afirma que a reencarnação ocorria exatamente no momento da morte física, que o corpo reencarnava em um ser que estivesse nascendo, podendo ser uma criatura da terra, água ou ar.  Segundo a sabedoria egípcia todas as almas percorriam todas as criaturas em um percurso de 3 mil anos.

Pitágoras, filósofo e matemático grego nascido em 570 a.C. também defende com caráter filosófico a lógica da reencarnação que hoje é base para diversas religiões e filosofias modernas. A ressurreição é o elemento chave que liga e faz parte das religiões do Antigo Egito, do Hinduísmo, do Budismo, do Culto de Tradição aos Orixás (africano), dos Cultos Indígenas, da Cabala Judaíca, do Espiritismo e suas dissidências.

Leia Também: Mais 3 casos impressionantes de reencarnação – parte 2

A Reencarnação e o Espiritismo

encontre resposta para os seus pedidos

Quero a ajuda do meu Anjo!

No Brasil, a doutrina mais presente que defende a existência da reencarnação é o espiritismo. Segundo Allan Kardec, decodificador do Espiritismo no mundo, a reencarnação é um processo obrigatório e sucessivo, a alma vai reencarnando até se tornar um espírito puro.  Segundo Kardec, a reencarnação é a oportunidade que a alma tem de melhorar, aperfeiçoar-se intelectualmente através do trabalho e estudo e moralmente através do amor ao próximo e da caridade.  Ela é vista como uma bênção pelo espírito, pois é uma oportunidade de progresso. Para o espiritismo, a reencarnação é uma prova da justiça de Deus, que dá diversas oportunidades para o espírito se aperfeiçoar ao invés de mandá-lo para o céu ou para o inferno em uma atitude maniqueísta.

Leia Também: O que a Bíblia diz sobre reencarnação?

Reencarnação e Ciência


Por mais que a reencarnação tenha sido estudada através dos tempos, muito tempo antes de Cristo, ainda não existem provas concretas e científicas que garantem a sua existência. Existem diversas evidências, como o estudo feito pelo psiquiatra Dr. Ian Stevenson, da Universidade da Virgínia, Estados Unidos. Ele recolheu dados durante 40 anos sobre mais de 3000 casos que evidenciam a reencarnação no todo o mundo com resultados foram bem expressivos, todos feitos com crianças. Os estudos foram feitos com crianças pois é nesta idade (entre os 2 e 6 anos) que aparecem as maiores evidências e histórias de casos de reencarnação. Quando a história contada pela criança sobre sua vida passada não é levada a sério, a criança esquece-se  ou o cérebro bloqueia estas lembranças.

Leia Também: Reencarnação existe? Veja evidências


Descubra a sua orientação espiritual! Encontre-se!

Gostou? Compartilhe!