.
Pessoas que nos inspiram X Pessoas que nos desgastam: fique perto das pessoas certas

Pessoas que nos inspiram X Pessoas que nos desgastam: fique perto das pessoas certas

Na nossa convivência diária, precisamos aprender a lidar com os mais diferentes tipos de pessoas, sabemos que a tolerância e a paciência precisam imperar pois ninguém é igual a ninguém e as diferenças podem causar conflitos desnecessários se não soubermos como lidar com elas. Mas uma coisa é clara: existem pessoas que nos fazem bem e outras que nos sabotam só de estar perto delas. Veja no artigo o conceito de “sabotadores de felicidade” e saiba como evitá-los e como estar perto somente das pessoas que te fazem bem.

encontre resposta para os seus pedidos

Quero a ajuda do meu Anjo!

Sabotadores de felicidade – as pessoas que nos desgastam


Um estudo realizado na Universidade de Rochester, em Nova York, apontou para a existência um tipo de personalidade que foi nomeada como “sabotadores da felicidade”. Segundo os pesquisadores, 1 em cada 10 pessoas possui esse tipo de personalidade. Essas pessoas utilizam, mesmo que inconscientemente, de mecanismos psicológicos para drenar nossa energia, nossa paciência e nosso tempo com questões relacionadas à família, trabalho, amigos, relacionamentos e principalmente afeto.

São pessoas que enaltecem as falhas, ressaltam promessas não cumpridas, produzem discursos egoístas, preconceituosos regados a muitos argumentos baseados na chantagem, vitimismo e generalização. Estar próximo dessas pessoas que nos sabotam geram efeitos psicológicos muito mais graves do que podemos imaginar. O livro “Inteligência Emocional 2.0” de Jean Greaves enumera os principais prejuízos ao nosso equilíbrio emocional e saúde da convivência com esse tipo de pessoa.

Leia Também: A arte da Felicidade- um livro que você precisa ler

Impacto emocional da convivência com pessoas que nos desgastam


  • Quartinho de despejo de sentimentos negativos – as pessoas que nos sabotam fazem de nós verdadeiros quartinhos de despejo. O que chamamos de “desabafar”, contar o que aconteceu de ruim, pode parecer um ato generoso, mas para os sabotadores de felicidade isso é uma necessidade. Eles fazem dos outros verdadeiros recipientes emocionais para despejarem seus pensamentos negativos, medo, escuridão, preconceitos e nos deixar carregados com aquela energia enquanto eles se sentem livres dela.
  • Aumento do estresse – esse tipo de energia negativa e carregada que nos é colocada todos os dias pelas pessoas que nos sabotam geram uma emoção prejudicial e estressante em nosso corpo. Elas geram alterações nas células do nosso corpo, principalmente do hipocampo, que é onde nossa memória e emoções estão localizadas.
  • Tornamo-nos pessoas defensivas – ao perceber o quanto esse tipo de pessoa nos faz mal, sabota a nossa felicidade, percebemos também o quanto somos permeáveis a ação de pessoas com essa personalidade. Se elas conseguem drenar nossa energia e produzir emoções prejudiciais, é porque a nossa personalidade permite. Então, passamos a agir na defensiva com todos, a lidar no dia a dia com excessiva cautela com medo de nos sentirmos cativos e propícios à esse mal, como se precisássemos nos defender de “algo” ou “alguém”.

Leia Também: Imã da felicidade – como atrair alegria para sua vida

Pessoas que inspiram – cerque-se delas!


Felicidade

O completo oposto das pessoas que nos desgastam, nos sabotam, estão as pessoas que nos inspiram. Essas pessoas causam o efeito contrário dos sabotadores de felicidade: eles incitam e aplaudem a nossa felicidade. Existe sensação tão gostosa quanto perceber que alguém se sente muito feliz pela nossa alegria? Perceber que essa pessoa se alegre simplesmente porque algo nos faz feliz? Esse é um sentimento genuíno das pessoas que inspiram. Elas nos incentivam à felicidade, fortalece a nossa energia positiva e sentem-se tão contentes quanto nós quando alcançamos a alegria, mesmo que ela não ganhe nada com isso. Estar ao redor de pessoas que inspiram traz-nos paz de espírito e acalma toda a escuridão e o medo que temos internamente, deixando-o “trancado em uma gaveta”, esquecido, como algo que não precisamos mais usar. As pessoas que inspiram não são perfeitas, não precisam ser perfeitas, elas simplesmente têm o dom de se alegrar com a alegria do outro, e nos ensinam que a alegria é contagiante, criando um ciclo positivo que sempre queremos participar. Cerque-se de pessoas que te inspiram, afaste-se das pessoas que te desgastam, por mais que isso seja difícil. Você verá como se sentirá mais leve e feliz consigo mesmo.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Gostou? Compartilhe!