.
Os ensinamentos do Bambu – a planta símbolo do Reiki

Os ensinamentos do Bambu – a planta símbolo do Reiki

O bambu tornou-se o símbolo do Reiki pelos ensinamentos de simplicidade, força e energia que ele transmite. No Japão, ele é considerado uma planta de boa sorte e ele traz 7 ensinamentos valiosos sobre a vida que se ligam diretamente à simbologia do Reiki. Veja quais são.

Consulta Personalizada Medium Leila - Taróloga

Consultar agora!

As 7 lições do bambu e sua ligação com o Reiki


Veja os poderosos ensinamentos de vida que o Bambu traz:

1- Fragilidade aparente, força interna
O bambu tem aspecto frágil no seu exterior, seu tronco não é largo como o de muitas árvores mas mesmo assim ele se mostra resistente à condições externas extremas. Portanto o bambu nos mostra que a nossa coragem e resistência não depende da nossa condição externa e sim da força que carregamos no nosso interior.

Leia Também: Reiki: uma forma saudável de lidar com chakras

2- Raízes profundas
As raízes do bambu são extremamente profundas, eles demoram muito tempo para brotar porque antes de saírem da terra eles criam uma base forte. E assim o bambu nos ensina a ter raízes fortes, ter uma base profunda, bem fundamentada, pois com bases sólidas menor será a probabilidade de nos desviarmos do nosso caminho e dos nossos objetivos.

3- Vive sempre em comunidade
Você já reparou que onde há bambu, existem sempre várias unidades, próximas umas às outras? Os bambus não vivem sozinhos, eles estão sempre em comunidade, com raízes que se unem para ficarem mais fortes. Assim devemos ser também, unidos aos nossos, juntos somos mais fortes, conseguimos apoio, unimos forças para enfrentar as adversidades da vida.

Leia Também: 5 dicas para desenvolver intuição ao aplicar Reiki

4- Meta única, sem criar galhos
Você já reparou que o bambu cresce sempre para cima sem formar galhos? Esse é o caminho mais próximo do sucesso. Os galhos crescem para os lados, e nos afastam dos nossos objetivos. O bambu une toda a sua força e seiva para crescer para cima, com foco no objetivo de ser grande. E assim devemos ser, focados no nosso objetivo, sem querer abraçar diversas causas, diversos motivos e objetivos e não conseguir concretizar e ser efetivo em nenhum deles.

5- O bambu é oco
Você já reparou que o bambu é oco? E que ensinamento isso pode nos trazer? Enquanto não estivermos ocos daquilo no faz mal, daquilo que nos toma tempo, que tira a nossa paz não seremos felizes. Durante a meditação tentamos sempre esvaziar a nossa mente e o nosso coração para receber a paz do divino e é isso que o bambu nos ensina, a nos livrar de tudo de mal que existe dentro de nós (energia negativa, rancor, preconceitos, ideias pré-concebidas, etc) e abrir nosso coração ao vazio para que ele seja ocupado com a paz e luz do poder superior.

Leia Também: Água Reiki: como tratar sua água para fins de cura

6- Não se deixa abater pelas adversidades
O bambu é uma planta resistente, como já dissemos acima. Mas a força de recuperação dele é impressionante. Mesmo quando enfrenta condições climáticas extremas e parecem já ter morrido e desistido, ele ressurge, firme e forte para continuar sua jornada e seu objetivo de crescimento. Ele nos ensina a não desistir, não nos deixarmos abater pelas dificuldades, em encontrar vida e foco mesmo quando estamos por baixo.

7- Nunca para de crescer e sempre para o alto
A maioria das plantas após atingir uma altura média, para de crescer. O bambu não, ele cresce sempre. Apesar de perder a força depois de avançar na idade, ele não para, não se deixa parar, mesmo que em menor ritmo. É uma lição de vida para a velhice, onde muitos estagnam. Por mais que o corpo físico já ofereça limitações, nosso corpo espiritual e nossa mente podem continuar a crescer e prosperar, sempre para o alto, sem cessar.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Gostou? Compartilhe!