.
Os aspectos culturais do Olho de Hórus como maquiagem

Os aspectos culturais do Olho de Hórus como maquiagem

Tratando-se da cultura em torno do Egito Antigo, podemos afirmar que a maquiagem esteve presente e muito atuante em meio a esse povo, abrangendo principalmente faraós, sacerdotes e sendo ainda mais utilizadas em rituais de culto aos deuses e fins terapêuticos. No entanto, com relação a uma das mais poderosas divindades deste período, muitos eram os indivíduos que utilizavam-se da imagem do Olho de Hórus - anteriormente conhecido como o Olho de Rá -, em si mesmos a fim de promover maior proteção e poder.

Em busca de respostas? Faça as perguntas que sempre quis numa Consulta de Vidência.

10 min de consulta por telefone SÓ R$ 5.

No Egito Antigo esse amuleto era usado em conjunto com a serpente de Hórus (Uraeus) como uma forma de representar a realeza, podendo inclusive representar poder e proteção. O Olho de Hórus e Uraeus simbolizavam basicamente o poder real, de modo que os faraós passaram a maquiar seus olhos como o Olho de Hórus e a usarem serpentes esculpidas na coroa e em seus objetos pessoais. Dizia-se que desta forma receberiam o poder integral destes símbolos, pois acreditavam em seu sentido poderoso de indestrutibilidade poderia auxilia-los no renascimento, em virtude de suas crenças sobre a alma.

Leia Também: O que é preciso saber antes de tatuar um Olho de Hórus

A maquiagem do Olho de Hórus e a cor preta


Pode-se dizer que o preto é uma cor estreitamente ligada ao Egito. Começamos a associação através do antigo nome que o país levou durante muito tempo “KEMET”, o que significa A Terra Negra e origina-se de duas outras palavras, sendo km (preto) e kmb (os egípcios).

Tal denominação precede do lodo preto e muito fértil originário do Nilo e rico em simbologias para o povo egípcio. Para a cultura egípcia faraônica, esse lodo representaria a vida, a fecundidade, a o poder do renascimento e a renovação. Tudo isso graças aos valores que seriam personificados pelas divindades como Hórus.

Leia Também: A Olho de Tigre e sua importância para o corpo e a mente

De peles escuras, olhos prolongados e as “lágrimas” de Hórus, o deus do sol e espírito de luz, desenhado sobre seus rostos, os faraós reproduziam os marcantes olhos naturalmente contornados pela cor preta do deus, o qual era conhecido por possuir uma cabeça de falcão; a pintura sobre os olhos também daria o poder da acuidade visual aos faraós, qualidade essa relacionada aos falcões.

Basicamente, o Olho de Hórus pintado na cor preta ao redor dos próprios olhos tem simbologias poderosas como a força da integridade física, a certeza da abundância, da fertilidade, e a obtenção da luz e do conhecimento. Sendo assim, mesmo hoje em dia, adeptos e crentes das lendas e misticismos em torno do Egito Antigo continuam contornando seus próprios olhos com a cor preta adicionando as “lágrimas” de Hórus logo abaixo.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Gostou? Compartilhe!