.
O que é animismo e como funciona?

O que é animismo e como funciona?

O animismo é um termo usado para se referir aos fenômenos intelectuais e físicos produzidos pelo próprio espírito encarnado. Geralmente, o animismo é praticado por médiuns, mas não depende da ação de outros espíritos, sendo definido como uma faculdade anímica. O animismo é temido pelos médiuns, pois pode gerar desconfiança de seus consulentes. Nos centros espíritas, os médiuns muitas vezes não estão certos se estão se comunicando através de outros espíritos ou deles mesmos.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Como acontece o animismo?

animismo

Existe uma expressão criada por Allan Kardec chamada “emancipação da alma”. Ela acontece quando a alma se libera do corpo físico. Este estado de consciência não é incomum, todos nós o atingimos antes de dormir, logo que acordamos e alguns conseguem alcançá-lo com a meditação. Existem graus diferentes desta emancipação. Quando estamos no nosso estado normal de consciência a percepção do mundo depende de nossos sentidos físicos. A partir da evolução deste grau, nossa percepção passa a ser mais ampla e podemos em alguns casos agir em planos diferentes. O animismo acontece quando se atinge a emancipação da alma. No caso do médium, é muito difícil saber quando a comunicação vem dele mesmo ou de outro espírito. O que não descredita seu poder de vidência ou clarividência. Como uma pessoa que medita, o médium precisa se esvaziar de todos seus pensamentos e preocupações para conseguir alcançar o estado de emancipação da alma.


Leia também: O que são os espíritos?


A mistificação e o animismo

Muitas pessoas confundem a mistificação com o animismo, são coisas completamente diferentes. A mistificação é quando o médium comete uma fraude consciente, ele o faz com intenção de enganar as pessoas, é uma simulação premeditada. Eles fingem estar recebendo mensagens de outros espíritos para enganar e impressionar seus consulentes e pessoas que o cercam. Enquanto o animismo, acontece quase sempre de forma inconsciente. O próprio médium tem dificuldade de perceber sua influência no fenômeno ocorrido. Não consegue separar o que vem do seu próprio espírito do que vem de espíritos externos.


Leia também: Como identificar a presença de espíritos em quatro graus de contato


O animismo não é um defeito

O animismo não deve ser tratado como um defeito mediúnico. Ele não é um distúrbio ou falta de equilíbrio do médium. Os médiuns dos centros espíritas têm sua vida pessoal, seus próprios trabalhos. Nem sempre é possível que eles se preparem ou se desliguem dos seus problemas do dia a dia antes de prestar uma consultoria. Também devemos ressaltar a importância do trabalhador encarnado, tão essencial quanto os espíritos que trabalham no centro espírita. Os espíritos desencarnados possuem uma visão ampla, por estarem livres da densidade da matéria. Porém, os encarnados têm a energia vital do corpo físico, que lhes dá sensibilidade para várias áreas. O espírito estar desencarnado não o faz melhor do que um espírito encarnado. Não existem diferenças entre uma mensagem de apoio ou conselho vindos do próprio médium ou de um espírito guia. Devemos levar o animismo mais a sério e desenvolver melhor suas potencialidades.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: