.
História de São Jorge - O Guerreiro

História de São Jorge - O Guerreiro

São Jorge é um dos santos com mais devotos em todo o mundo. Além da sua influência em países como Inglaterra, Espanha, Rússia e, claro, Brasil, ele é um santo que inspira coragem, bravura e proteção. Muitos dos sentimentos que precisamos no nosso dia a dia para enfrentar as diferentes batalhas.

A história de São Jorge, assim como qualquer outra pessoa, tem o motivo que explica o por quê este ser foi considerado santo, em primeiro lugar. No entanto, não há documentos de grande confiança sobre a história de São Jorge, as informações são muito vagas mas vamos tentar aprender com elas.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

A história de São Jorge

Acredita-se que a história de São Jorge se passe na Palestina, local onde nasceu o santo. O seu pai, militar, faleceu quando Jorge ainda era criança e o mesmo decidiu seguir a mesma carreira. Foi considerado um dos melhores soldados da corte.

Rés a história que Jorge enfrentou o imperador, no ano de 302, quando este decretou que todos os soldados que fossem cristãos deveriam ser presos ou oferecidos em forma de sacrifício aos deuses romanos. Jorge não só revelou sua posição religiosa como também recebeu uma oferta do imperador, que não queria perder seu melhor soldado, para se converter.

Decidido a não mudar a sua opinião, Jorge acabou por ser torturado de várias maneiras, das quais saiu ileso. Quase que um milagre resultou então na sua decapitação. Jorge foi venerado como um mártir por uma atitude tão nobre, mas só na época das Cruzadas é que foi associado ao dragão, que representava o mal e o demônio.


Leia também: Oração de São Jorge para o amor


A lenda do Guerreiro

A história de São Jorge passa também por uma lenda, que envolve a imagem que temos do soldado montado em um cavalo branco enfrentando um dragão com a sua espada. Acredita-se que em um vilarejo em África sofria com a dominância desse dragão, que exigia dois carneiros por dia para não destruir a comunidade.

Posteriormente, o dragão passou a exigir uma vítima humana. Um certo dia, aleatoriamente, a filha do rei foi a escolhida para ser oferecida ao dragão, e foi quando Jorge impediu a situação enfrentando o dragão. Os dois foram venerados por toda a vila e os moradores se converteram ao cristianismo em respeito e agradecimento a Jorge e a princesa.

A Igreja Católica tentou, em 1969, retirar São Jorge da lista de santos, mas o Papa Paulo VI permitiu que o mesmo continuasse, com tantos devotos no mundo todo. O santo continua assim a ser celebrado por toda a comunidade cristã até os dias de hoje.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: