.
Dia 11 de Julho – Dia de São Bento

Dia 11 de Julho – Dia de São Bento

São Bento é um santo adorado pela Igreja Católica e Ortodoxa. Patrono da Europa e fundador da Ordem dos Beneditinos, ele foi um santo que dedicou sua vida à oração e à pregação da palavra de Deus. O dia de São Bento é celebrado dia 11 de julho, saiba mais sobre sua história e aprenda a Oração desse santo.

Em busca de respostas? Faça as perguntas que sempre quis numa Consulta de Vidência.

10 min de consulta por telefone SÓ R$ 5.

Breve história de São Bento


Bento nasceu em Núrsia, pequena cidade próxima a Roma, no ano de 480. Ele era filho de um nobre romano e foi para Roma estudar filosofia e retórica em sua juventude.  Bento assustou-se com a decadência moral vivida na cidade de então, e querendo afastar-se de tudo aquilo contou com a ajuda de um abade chamado Romano para viver como um eremita. Ele foi para uma gruta de difícil acesso para viver em oração, sacrifício e desapego. Ele viveu nesta gruta por 3 anos, quando foi descoberto por alguns pastores que disseminaram sua fama de santo. A partir de então, São Bento passou a receber na gruta a visita de inúmeras pessoas em busca de conselhos e direcionamento espiritual.

Leia Também: Oração Poderosa a São Francisco de Assis

Tentativas de assassinato de São Bento


Pela sua fama de santo e milagreiro, Bento foi convidado para ser abade de um mosteiro em Vicovaro, no norte da Itália. São Bento não combinou com o regime de vida dos monges deste mosteiro, ele defendia um regime mais rígido e de dedicação exclusiva à vida religiosa e por causa disso, os monges tentaram envenená-lo. Mas um milagre aconteceu: o veneno foi colocado em sua taça de vinho, mas ao abençoar a comida e bebida, como sempre fazia, uma serpente apareceu na taça e ela se quebrou em diversos pedaços, salvando a vida de São Bento. Ele decide abandonar o mosteiro e retornar à vida solitária: habitare secum.

Conhecido pelos seus poderes e devoção - ele havia feito diversas curas e exorcismos -  São Bento começou a ganhar diversos discípulos e então funda 12 pequenos mosteiros.  Antes de Bento, os monges viviam como eremitas, isolados, sozinhos. São Bento organizou a vida monástica comunitária e os mosteiros começaram a se multiplicar.  Toda a sua notória santidade e reconhecimento novamente gerou inveja, e o sacerdote Florêncio também tentou envenená-lo. Ele deu de presente a Bento um pão envenenado. Suspeito do presente, Bento deu um pedacinho do pão ao corvo que todos os dias vinha comer em sua mão, e este recusou. Bento então ordena que o corvo leve o pão para bem longe, onde ninguém pudesse encontrá-lo, faz suas malas e vê-se obrigado a mudar-se para o Monte Cassino, onde fundaria o mosteiro que se tornou fundamento da expansão da Ordem Beneditina. O sacerdote Florêncio vai para o terraço de sua casa para ver a partida de São Bento para Monte Cassino, cantando vitória. Neste momento, o terraço desaba e Florêncio morre.  Um dos discípulos de Bento, Mauro, foi pedir ao mestre que retornasse, pois Florêncio havia morrido, mas Bento chorou pela morte de seu inimigo e também pela alegria de seu discípulo, a quem impôs uma penitência por regozijar-se pela morte do sacerdote.

Leia Também: Oração S. Pedro: Abra seus caminhos

Regras de São Bento e Ordem Beneditina


Foi em 534 que, em Monte Cassino, Bento começa a escrever as Regras de São Bento. É um livro de 73 curtos capítulos que pregam a oração, o silêncio, a caridade, o trabalho, o recolhimento e a obediência.  Assim nasceu a famosa Ordem dos Beneditinos, ou Ordem de São Bento, que permanece viva e atuante até hoje e é uma das maiores ordens monásticas do mundo.

Leia Também: Simpatia de São José para conseguir um emprego

A morte anunciada


São Bento – que era irmão gêmeo de Santa Escolástica – previu a sua própria morte no mesmo ano de morte de sua irmã. Santa Escolástica, fundadora do ramo feminino da Ordem de São Bento, faleceu em fevereiro de 457. Meses depois, já aos 67 anos, São Bento anuncia que irá morrer, e manda que abram a sua sepultura. Ele fala aos monges com as mãos para o céu, se despede e morre.

Medalha de São Bento


Muitas pessoas carregam em uma correntinha no pescoço a medalha de São Bento. Ela foi esculpida primeiramente nas colunas do mosteiro de Monte Cassino e então virou um símbolo poderoso deste santo. Na frente da medalha há escrito em latim: Ejus in ibitu nostro praesentia muniamur, que quer dizer: “Sejamos protegidos pela sua presença na hora da nossa morte”. É uma medalha de proteção.  

Veja a oração desta medalha:

“A Cruz sagrada seja a minha Luz. Não seja o dragão o meu guia. Retira-te satanás. Nunca me aconselhe coisas vãs. É do mal o que tu me oferece. Beba tu mesmo do teu veneno. Rogai por nós Bem Aventurado São Bento, para que sejamos dignos das promessas de Cristo.”

Leia Também: Oração poderosa de São José para a proteção no trabalho

Oração a São Bento


Reze com muita fé:

“Ó Deus, Vós que Vos dignastes derramar sobre o bem-aventurado confessor, o Patriarca São Bento, o espírito de todos os justos, concedei a nós, Vossos servos e servas, a graça de nos revestirmos desse mesmo espírito para que possamos, com o Vosso auxílio, fielmente cumprir o que temos prometido. Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém.”


Descubra a sua orientação espiritual! Encontre-se!

Gostou? Compartilhe!