.
Conheça o estudo da Parábola da dracma perdida

Conheça o estudo da Parábola da dracma perdida

A parábola da dracma perdida é uma das mais conhecidas das que foram contadas por Jesus, apesar de estar apenas em um evangelho canônico – Lucas 15:8-10. Na história, a mulher procura uma dracma perdida. A dracma era uma moeda de prata grega, comum naquele tempo, uma dracma costumava ser usada para pagar um dia de trabalho braçal. A personagem da história tinha dez dracmas e perdeu uma. Ela acendeu uma candeia e procurou por toda a casa até achar a moeda. Quando conseguiu encontrar, reuniu suas amigas para celebrar.

A parábola mostra o amor de Deus por nós e a Sua alegria quando uma pessoa é salva. Da mesma forma que a mulher procura sua dracma, Deus busca nossa salvação. Quem é salvo por Deus não estará perdido. Conheça o estudo e significado da Parábola da dracma perdida.

Parábola da dracma perdida

“Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas e perdendo uma, não acende a candeia, não varre a casa e não a procura diligentemente até achá-la? Quando a tiver achado, reúne as suas amigas e vizinhas, dizendo: Regozijai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido. (Lucas 15:8-10)”


Clique aqui: Você sabe o que é parábola? Descubra neste artigo!


A explicação da Parábola da Dracma Perdida

Alguns estudiosos defendem que as dez dracmas eram toda a economia da mulher da história. Enquanto outros, acreditam que as dez dracmas faziam parte do seu dote e eram usadas como um tipo de adereço. Caso esse seja o caso, é possível que ela tenha colocado as dracmas em uma corrente no pescoço.

De acordo com os costumes da época, ela poderia ter atado as moedas em uma tira de pano, que era usado para enfeitar seu penteado. Independente de como ocorreu, o fato é que a perda de uma das dracmas causou grande ansiedade na personagem.

Jesus também ressalta que ao procurar sua dracma perdida, a mulher acende uma candeia. Isso pode indicar que Ele usava como pano de fundo da sua parábola uma casa típica de pessoas pobres. Esse tipo de casa era bem pequena e tinha piso de terra batida, não havia janelas.

Certas vezes, os construtores deixavam pedras faltando nas paredes, próximo ao teto. Isto ajudava a ventilar o interior da casa. Porém, tais aberturas de ar não eram suficientes para iluminar o ambiente. Mesmo na luz do dia, a casa continuava escura. Assim, explica-se a dificuldade que havia para procurar algum objeto pequeno que caía no chão de terra.

Na história, com a ajuda da candeia, a mulher varre a casa em busca da dracma perdida. Ela vasculha cada canto até que finalmente, consegue encontrar a moeda. Ao achar sua dracma perdida, a mulher quis dividir sua felicidade com amigas e vizinhas.


Clique aqui: Parábola do Fermento – o crescimento do Reino de Deus


O significado da Parábola

O ponto alto da Parábola da Dracma Perdida acontece no final. Jesus ressalta que assim como a mulher comemorou com suas amigas pela moeda encontrada, Deus também comemora diante de seus anjos quando um pecador se redime.

Existem pessoas que insistem em dar significados a cada um dos elementos da parábola. Costumam dizer, por exemplo, que a mulher simboliza o Espírito Santo, ou a Igreja. Essa interpretação é feita porque a Parábola da Ovelha Perdida simboliza Jesus, enquanto a Parábola do Filho Pródigo foca em representar o Pai.

Também há quem afirme que a candeia que a mulher ascende simboliza o Evangelho e a vassoura com que ela varre o chão seria a Lei. Mas, essas interpretações fogem do objetivo da história e a melhor forma de entender um texto bíblico é através do contexto geral.

Quando fazemos uma interpretação de forma simplista, dificilmente erramos a mensagem que é passada pelo Senhor. Não é necessário atribuir significados para todos os elementos de uma parábola. Esse tipo de análise apenas destorce a verdadeira mensagem. Se a parábola possui algum elemento que deve ser identificado em seu sentido particular, o próprio Jesus deixa isso claro em sua narrativa. Um exemplo disso é a Parábola do Semeador.

A mensagem da Parábola da Dracma Perdida é muito clara: Deus busca por aqueles que se perderam e se alegra na presença dos anjos por aqueles que se arrependem.


Clique aqui: Explicação da Parábola do Grão de Mostarda – história do Reino de Deus


Aplicação prática da Parábola na vida cristã

A principal lição da Parábola da Dracma Perdida está clara no tópico anterior. A partir dele, podemos notar uma relevante aplicação prática para a vida cristã. É necessário sempre nos perguntarmos: Como estou agindo diante os perdidos? Será que estamos desprezando aqueles a quem Deus está buscando?

O contexto da Parábola da Dracma Perdida nos incentiva a olhar o exemplo de Jesus. A Igreja de Cristo deve agir com os pecadores assim como Ele agiu. Muitas pessoas se denominam cristãs, mas seguem o exemplo dos escribas e fariseus, não demonstram amor pelos perdidos.

Jesus não evitada os pecadores de seu tempo, pelo contrário, estava sempre acompanhado por eles. Nosso Senhor se assentava à mesa com eles e ativamente os buscava (Lucas 19:10; cf. 19:5; Mateus 14:14. 18:12-14; João 4:4s; 10:16).

Não devemos cometer o erro de desprezar àqueles a quem busca o Senhor. Como seguidores de Deus, devemos proclamar que Cristo veio “buscar e salvar o que se havia perdido” (Lucas 19:10). Algumas pessoas não dariam importância a uma simples dracma perdida. Porém, como a mulher buscou sua dracma, Deus busca os que o mundo despreza. Isto porque o valor e o mérito não estão nos perdidos, mas Naquele que os encontra.

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.