.
Como funciona um terreiro de umbanda: saiba passo a passo

Como funciona um terreiro de umbanda: saiba passo a passo

A umbanda é uma religião brasileira de origem espírita, católica e africana. O seu termo vem da palavra em quimbundo “u’mbana”, que quer dizer “curandeiro”. Os seus cultos são geralmente realizados em terreiros e, hoje, vamos saber um pouco mais como funciona terreiro umbanda e todos os processos para adentrar a estes templos religiosos.

Afaste as más energias!
Afaste as más energias da sua vida!
Atraia bons fluidos! Liberte-se das más energias e vibrações negativas que possam perturbar você. Não temos a solução dos problemas, mas podemos ajudar na descoberta para o caminho melhor. Saber mais >>

Como funciona um terreiro de umbanda: entrada

Logo na entrada do terreiro, todos costumam tirar os seus sapatos e deixá-los em um salão de entrada, geralmente à esquerda após a porta principal. Desde o momento de entrar, existem os auxiliares que guiam todo o público até o espaço de assistência, a fim de que estes possam se acomodar.

Durante este processo, banhos com ervas são feitos para que os auxiliares entrem em sintonia com as entidades da noite. Todo o processo que acontecerá também é conhecido como gira (ou jira), ou seja, o culto umbandista.

Terreiro Umbanda

Como funciona um terreiro de umbanda: ritual

O começo do ritual se dá com algumas defumações de incensos para o preparo do ambiente. São defumados o peji (altar umbandista), as proximidades dos médiuns e de todo o público.

No espaço principal do culto umbandista se encontram alguns médiuns e o pai de santo, geralmente ao centro. Este espaço principal é mais conhecido como congá, que quer dizer “recinto”. O chão é normalmente de terra batida e velas são espalhadas ao redor dos médiuns e auxiliadores; estes ficam de pé para todo tipo de ajuda, já os médiuns ficam sentados para receber o público.


Leia também: 8 verdades e mitos sobre a incorporação na Umbanda


Como funciona um terreiro de umbanda: incorporação

Ao som dos atabaques, palmas e instrumentos de percussão, as entidades começam a incorporação. O primeiro a receber alguma entidade é o pai de santo. Logo em seguida as divindades incorporam os médiuns que, assentados, começam a ficar disponíveis para o público.

Durante este período, entidades auxiliadoras como o Preto Velho, Exú, Caboclos e o Erê se adentram aos médiuns para que estes possam ajudar os visitantes.

Quando tudo está preparado, os auxiliadores guiam o público até os médiuns. Com estes, eles conversam e recebem conselhos espirituais para uma evolução social e psíquica, em conexão direta com as divindades umbandistas.

Após o término de todos os conselhos e do culto umbandista, o ambiente sagrado é defumado mais uma vez com vários tipos de ervas e todos, geralmente, saem do terreiro de frente para o peji, a fim de não darem as costas para o altar sagrado.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

David Fregate David Fregate

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: