.
Como distanciar emoções nocivas de momentos decisivos?

Como distanciar emoções nocivas de momentos decisivos?

Em alguns momentos das vida, as emoções humanas podem se mostrar um grande problema de administração interna. Tal atribuição acontece pelo fato destas derem as maiores motivadoras dos homens, responsáveis por grandes conquistas, feitos antes inimagináveis e basicamente, tudo o que faz o mundo avançar.

Mesmo que responsáveis pelo sentimento de empatia e pelos prazeres de se viver a vida, por vezes as emoções se tornam incontroláveis, nos levando a atos e decisões impensáveis. Esse comportamento certamente pode ser o start de problemas ainda maiores, principalmente quando se está diante de uma situação onde é preciso usar a razão e não é permitido ser levado por um turbilhão de emoções.

Em busca de respostas? Faça as perguntas que sempre quis numa Consulta de Vidência.

10 min de consulta por telefone SÓ R$ 5.

Dicas para criar uma distância emocional de situações nocivas


Em muitas ocasiões é preciso saber criar uma distância emocional e um equilíbrio entre as reações para seja possível pensar com clareza sobre os fatos, isso faz com que haja tempo e condições para sentimentos como raiva percam força e não interfiram no julgamento.

Não há um regra exata para criar esse afastamento, e os métodos e resultados variam muito de acordo com as personalidades individuais. Mesmo assim, é possível seguir algumas orientações e indicações que podem ajudar a separar as emoções intensas de certos momentos decisivos.

Leia Também: Banho de rosas: As emoções da vida e do amor

Paciência


A primeira regra é saber desenvolver sua paciência e não ser afoito em resolver todos os problemas de uma só vez. O tempo é um grande aliado para amansar emoções que queimam como pólvora, rápida e intensamente; perdendo força, surge a clareza de pensamento e o julgamento coerente.

Limites


Conhecer seus próprio limites é fundamental para não deixar que eles sejam ultrapassados e transbordem descontroladamente. É preciso reconhecer quando a luz amarela de alerta se acende e parar antes que a vermelha tome o seu lugar, emanando uma cegueira temporária sobre tudo o que há em seu entorno.

Diante de um momento “fora do sério”, é recomendado que se afaste e tire um momento para refletir, adiando qualquer decisão importante quando possível. É fundamental não deixar que ações definitivas sejam tomadas sobre emoções temporárias.

Leia Também: As 10 doenças mais nocivas e espiritualmente transmissíveis

Controle


Outra questão importante a ser sempre lembrada é que seu domínio se estende até si mesmo, ou seja, você tem controle sobre si próprio e suas atitudes, mas não pode controlar os que estão ao redor, mesmo que seja capaz de guiar e orienta-los da melhor forma possível; ao final, cada um será responsável por suas próprias decisões.

Compreender isso é relevante para que não seja atormentado por situações fora das expectativas esperadas. Ao entender a causa do que deu errado, a culpa não deve recair toda sobre os seus ombros.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Gostou? Compartilhe!