.
Como crianças de 9 religiões diferentes definem o que é Deus

Como crianças de 9 religiões diferentes definem o que é Deus

Ninguém nasce com uma religião definida, mas a espiritualidade, todos nós carregamos dentro de nós desde que nascemos.  A fé e a crença são ensinadas, mas a percepção do divino é algo natural, que todos nós temos desde criança, em diferentes níveis de manifestação. Crianças de 9 religiões diferentes foram ouvidas e disseram o que significa Deus na vida deles.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Deus sob a ótica das crianças


O Jornal Folha de São Paulo realizou um experimento com crianças de 6 a 11 anos perguntando à elas a ideia que tinham sobre as divindades, Deus ou deuses. Os pais dessas crianças são ligados a 9 religiões diferentes: catolicismo, cristianismo protestante, espiritismo, budismo, candomblé, islamismo, judaísmo, rastafári e união do vegetal.  Veja abaixo o que elas disseram.

  • 1

    Deus é feito de luz


    Ariom Scheffler, de 11 anos, pertence à religião budista e não tem a menor dificuldade de falar sobre o assunto. “Não tem um Deus físico, Deus é tudo e tudo é Deus”, disse ele. “Ele é feito de luz. O arco-íris, no budismo, representa uma pessoa com coração iluminado”.

  • 2

    Pra mim, Deus é Oxum


    Manuella da Costa, de 10 anos é filha de pais ligados ao Candomblé e disse que para ela, Deus é Oxum. . “Oxum é a santa que me protege. Ela tá no mato, para curtir a vida”. A menina relatou uma história triste de intolerância religiosa que ouviu dentro da escola, de sua própria professora. Segundo Manuella, a professora disse que o lobo mau ia na casa das crianças não batizadas [no catolicismo] para comê-las. A menina ficou aterrorizada e voltou para casa chorando de medo.

  • 3

    Para mim, só há céu


    O pequeno Luke Saul Jospa, de apenas 9 anos, contou com a desenvoltura de um adulto como é a visão divina em sua religião, o judaísmo. “Na minha religião não tem inferno, só tem céu. É assim: imagina que você está num teatro, se você é uma pessoa boa fica na frente, pertinho de Deus, se não é, fica lá atrás”.

  • 4

    Jah são as batidas do meu coração


    Núbia Granello, de 6 anos, pertence à religião rastafári, e para ela Jah [Deus] está dentro dela, nas batidas do seu coração. “Ele e o meu coração e fica batendo em todos os momentos. Peço a Jah que o mundo fique bem limpinho” disse a pequena.

  • 5

    Deus é tudo


    Mohamed Hussein Abid Ali é muçulmano, tem 8 anos e foi a criança mais direta na resposta: “Deus é tudo para mim”. Quando questionado sobre o que ele pediu a Deus recentemente, o menino respondeu que pediu por chuva.

  • 6

    Eu não sinto medo, sinto amor


    Darah Cally Patrício tem 8 anos e pertence à religião União do Vegetal, uma das dissidências do Santo Daime. Nessa religião, os fiéis tomam a bebida ayahuasca para entrar em contato com o divino. Darah diz que é muito legal beber, que ela não sente medo, sente amor. Ela diz que tem gente que vomita, se sente mal, mas ela não, ela sente vontade de dar risada, de rir muito e já viu muitas árvores falando com ela.

  • 7

    Deus nos ama e nos ilumina


    A evangélica Pietra Hanna Castanho, de 10 anos, disse que Deus é alguém que nos ama e nos ilumina. Ela disse que sempre que alguém briga com ela, Deus a ajuda e ela se sente bem.

  • 8

    A reencarnação e a borboleta


    Clara Carvalho, de 10 anos, explica com clareza os preceitos da reencarnação no espiritismo. Ela compara com a metamorfose da borboleta: “Deus criou a borboleta. Ela é bonita e feliz. Começa como se fosse um bicho horroroso, gosmento, e vira uma borboleta linda. É como o espírito que reencarna: você vai crescendo e evoluindo”, disse a pequena com segurança do que estava dizendo.

  • 9

    Deus está no coração de todo mundo


    Beatriz Dias Samuel é católica, tem 8 anos e tem uma visão física do que é Deus. “Deus estão no meio do coração de todo mundo. Ele é um ser com cabelo longo porque no antigo tempo não cortavam cabelo”.

Religiões em busca do amor


Toda religião que nos ensina o amor, a fé e nos orienta a ser um ser humano melhor é boa. Não existe uma melhor do que a outra e as crianças são as melhores pessoas para demonstrar isso. Nenhuma delas acredita que tem um Deus que é maior do que o outro, elas são felizes com a concepção de Deus que receberam. E todas elas concordam que Deus só quer o bem, e que nós só podemos nos tornar pessoas melhores ao adorá-lo.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!