.
Cigana Saramim (ou Saramin) - a cigana que mudou de nome

Cigana Saramim (ou Saramin) - a cigana que mudou de nome

A história da Cigana Saramim

A história da cigana Saramim é surpreendente pois: trata-se na realidade da cigana Lilliaq. Como assim? A cigana Lilliaq era a irmã gêmea do Cigano Killiaq e vivia em uma tradicional família cigana, sendo irmã de Bóris, Conchita e Rochiel. Entretanto, ela se apaixonou por um homem não cigano, e a tradição cigana diz que todos os ciganos devem se casar com pessoas também ciganas designadas pelos seus pais. Entretanto,a paixão de Lilliaq por Ricardo Rodrigues era tão grande que ela fugiu da sua tribo para morar com ele, abandonando sua família, sua tradição e a sua identidade. Ela passou a se chamar Saramim (ou Saramin) e junto com o seu amado andou por muitos países até fixar residência no Brasil. Eles tiveram 6 filhos: Ricardo, Sara, Conchita, Killiaq e Lilliaq (gêmeos) e Elizabette.

Descubra agora o Cigano que protege o seu Caminho!

Por ser devotada de Santa Sara, ela colocou o seu nome e o nome de sua filha em homenagem à Santa. Saramim nunca revelou aos seus filhos a sua origem cigana, quando Sara questionou o peculiar nome de seus irmãos, Killiaq e Lilliaq (que na realidade tratava-se do nome da própria mãe e do seu tio gêmeo) ela disse que, quando estava grávida deles, sonhou com um bando de ciganos; um rapaz dizia ser seu irmão gêmeo e queria que ela colocasse o nome dele no menino e o dela na menina, e dizia que seu nome era Lilliaq e que o dele era Killiaq. E quando meus irmãos nasceram, ela colocou esses nomes. A sexta é Elizabette, que Saramim explicou ser a deusa do Sol, mas nunca explicou que era a Deusa cigana do Sol. No fim da vida, Saramin e 3 de seus filhos voltam para junto do bando cigano após a morte do seu marido Ricardo. Quer conferir o fim desta história? Veja aqui.


Leia também: Cigana Marroquina - uma cigana do Oriente


Magia para a cigana Saramim

Você vai precisar de:

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Encontre já o seu Bem Estar Espiritual!

Aceito a ajuda! >

  • 6 romãs grandes
  • 6 frutas do conde
  • 1 cesto vime
  • 12 moeda atuais de qualquer valor
  • 12 velas brancas

Como fazer:

Em uma noite de Lua Crescente, passe as frutas simbolicamente pelo corpo e depois coloque-as no cesto. Segure as moedas entre as mãos, agite bem e peça à Cigana Saramim que abra os seus caminhos. Depois, jogue as moedas dentro do cesto. Coloque o cesto no alto de uma grande árvore de copa larga e acenda as velas junto ao pé desta árvore. Não se esqueça de recolher todo o material, que deve ser jogado no lixo, exceto as moedas que devem ser utilizadas normalmente.


Leia também: Consulta de Baralho Cigano Online - O seu futuro nas cartas ciganas


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: