.
Cigana Conchita - a cigana dançarina

Cigana Conchita - a cigana dançarina

A história da Cigana Conchita

A lenda diz que o verdadeiro nome da cigana Conchita era Consuelo, entretanto ela ficou conhecida por Conchita porque desde de muito nova gostava de brincar com as castanholas, as quais ela mesma chamava de conchita e o apelido pegou. Ela foi uma bela cigana de pele clara, cabelos negros e longos presos em uma trança do lado direito.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Aceito a ajuda! >
Desde sua infância, ela gostava de dançar. Aos 7 anos sua mãe a levou para a praça para o bailado e ela ficou completamente encantada com o ritmo e os movimentos da dança cigana. Entretanto, Conchita foi obrigada a se casar muito cedo, como manda a tradição cigana, e seu marido a impedia de dançar.


Isso foi revoltando Conchita, a enchendo de ódio por essa privação, então ela decidiu se separar, mesmo contra os pedidos da sua família. Conchita então foi para as ruas da cidade, ganhar dinheiro com sua dança e lendo as mãos das pessoas. Foi na Galícia que ela encontrou o seu grande amor: um dançarino espanhol que ganhava a vida dançando em tabernas pelas noites. Logo eles começaram a dançar juntos e fizeram muito sucesso e muito dinheiro. Os dois viviam em paz e tiveram um única filha, que assim como os pais, já nasceu com a magia da dança em seu sangue. A lenda conta que Conchita e seu marido dançaram até o último dia de suas vidas e ainda hoje há quem diga que se pode ouvir as castanholas e os gritos ciganos dos dois nas noites de lar.
 

Descubra agora o Cigano que protege o seu Caminho!
 

Quando desencarnou, Conchita foi acolhida pela Corrente dos Ciganos de Luz, mas somente nos anos 80 é que ela começou a trabalhar de forma efetiva com os médiuns. Ela atua no campo da família e da liberdade, adora o dia sábado e velas cor de rosa. É a protetora dos dançarinos de flamenco e em seus rituais, adora ser agradada com perfumes, doces, anéis, moedas e castanholas.

Quando chega à terra, tem sempre uma palavra de conforto para os que a chamam, é uma cigana muio meiga e carinhosa, e sempre fala assim:

"Sou da Galícia;

Sou galega, com muita honra;

Sou o amor, sou uma flor;

Sou cigana do passado para ajudar no presente;

Sou espanhola;

Com muita saia colorida, danço rodopiando;

Com meu sapateado amasso as ruindades e coloco a paz neste lugar."


Leia também: Cigana Conchita - a cigana dançarina


Magia para a cigana Conchita

Você vai precisar de:

  • 1 bolo aromatizado com baunilha
  • 11 morangos
  • 11 quibes
  • 11 moedas atuais de qualquer valor
  • 1 rosa vermelha
  • 11 velas brancas
  • 1 prato de papelão

Como fazer:

Em uma noite de Lua cheia, leve todo o material para perto de uma árvore ou jardim que tenha flores vermelhas ou cor de rosa. Passe simbolicamente o bolo de baunilha pelo seu corpo e em seguida coloque-o no prato de papelão. Depois, repita todo o procedimento com os morangos, e coloque-os em cima do bolo. Repita o mesmo com os quibes e depois com as moedas. As moedas devem ser espetadas no bolo. Coloque o prato junto de uma árvore. Coloque as velas do lado esquerdo da oferenda, e coloque a rosa vermelha no centro do bolo. Peça à cigana Conchita que abra seus caminhos e realize seus desejos. No fim, jogue fora todo o material no lixo, exceto as moedas, que devem ser utilizadas normalmente.


Leia também: Consulta de Baralho Cigano Online - O seu futuro nas cartas ciganas


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: