.
Cigana Carmelita - uma cigana de desventuras

Cigana Carmelita - uma cigana de desventuras

A história da Cigana Carmelita

Existem diversas versões da história da cigana Carmelita. A que iremos contar aqui, segue a linha dos Ciganos do Oriente. A cigana Carmelita teve uma vida muito difícil, era a irmã mais jovem de 10 filhos, sendo 7 homens e 3 mulheres. As suas irmãs também são ciganas conhecidas, a Cigana Carmen e a Cigana Carmencita.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Aceito a ajuda! >

Eles faziam parte de uma família simples de origem oriental, por isso a imagem da Cigana Carmelita é sempre representada com muitos lenços coloridos, leques e moedas. É uma cigana que desde muito jovem aprendeu a ler as mãos e era apaixonada pelas cores, se recusando desde nova a usar a cor preta. O mal de Carmelita começou quando um dos seus irmãos apaixonou-se por ela, e por isso não deixava que nenhum pretendente se aproximasse. Sempre que um cigano queria pedir a mão de Carmelita em casamento, o irmão arranjava mil defeitos e mentiras para impedir o casamento. Mas Carmelita apaixonou-se, e por um homem não cigano (Gadjo, como de diz na cultura cigana) e por impedimento da sua cultura, não podia se casar com ele. Assim, ela passou a se encontrar com ele às escondidas por muito tempo. Após algum tempo, Carmelita engravidou. Ela tentou esconder a gravidez mas com o avançar dos meses, a gravidez foi descoberta e ela foi expulsa do clã por engravidar antes do casamento e de um gadjo.

Descubra agora o Cigano que protege o seu Caminho!

Carmelita abandona seu grupo

Carmelita então foi atrás do gadjo pai do seu filho e eles partiram juntos. Com a convivência, Carmelita percebeu que o gadjo era muito ciumento e odiava os olhares furtivos que o povo não cigano dava à sua mulher. Ela era muito bonita, e por ler a sorte das pessoas na rua e ler cartas, acabou sendo chamada de bruxa. Eles tiveram 3 filhos juntos. Seu marido foi ficando cada vez mais enciumado e pedia para que ela se cobrisse com lenços para que não vissem a sua beleza. Um dia, ela estava no mercado lendo a mão das pessoas, e o seu marido a viu segurando a mão de um homem.

Ele achou que ele estava flertando com ela e a trancou em casa por 3 anos. Quando ele finalmente a deixou sair de casa, obrigou-a a usar sempre o preto, para que pensassem que ela era uma viúva. Um dia, um cigano que era amigo do seu irmão a viu, a reconheceu e ofereceu para levá-la ao acampamento de seu pai e se casar com ela. Carmelita recusou. O homem, que já havia bebido bastante, sentiu-se rejeitado e apontou o punhal para Carmelita. Mas ela era uma mulher corajosa, visto que seria a vida dele ou dela, ela tomou-lhe o punhal e fincou no coração dele.  


Leia também: Cigano Ferran - o cigano camaleão


Carmelita precisa fugir mais uma vez

Desesperada pelo ocorrido, Carmelita fugiu, com o punhal cheio de sangue nas mãos, abandonando seu marido e seus filhos para trás. Sobreviveu vivendo às escondidas, lendo mãos pelos reinos. Um dia, encontrou um cigano espanhol mais velho, que a tratou muito bem e pediu-a em casamento. Eles se casaram, mas nunca conseguiram ter filhos. O cigano espanhol a amava muito, e a presenteava com muitos lenços e ouros. Os presentes e a ausência de filhos trouxeram inveja e raiva às irmãs do cigano, que a amaldiçoaram. Carmelita caiu doente, de um mal que curandeiro nenhum conseguia encontrar a razão.

Seu marido vendeu tudo que tinha na procura de salvá-la mas nada ajudou e Carmelita faleceu. Em seu velório, o seu irmão, aquele que era apaixonado por ela, apareceu e colocou em seu túmulo 3 anéis, 3 colares, 3 pulseiras, 3 moedas de ouro e também 3 rosas amarelas. Santa Sara intercedeu por Carmelita, pela sua vida sofrida, e deu a ela um leque, um espelho e a missão de continuar trabalhando no plano astral nas áreas sentimentais e gestacionais. Ela ajuda muito as grávidas pois sente muito em não ter podido cuidar dos filhos que teve.

Santa Sara buscou Carmelita dando a ela um leque e um espelho. Desde então vem trabalhando no plano astral trabalha muito na área sentimental, gestacional e cuida das crianças pois não pôde cuidar dos filhos que teve!

Salve a força cigana e a força da Cigana Carmelita. Optchá!


Oferenda à Cigana Carmelita

Você vai precisar de:

  • 1 cesta de vime
  • 8 rosas brancas
  • 8 rosas amarelas
  • 8 doces finos
  • 8 peras
  • 8 lenços finos amarelos
  • 8 lenços finos brancos
  • 8 moedas atuais (de qualquer valor)
  • 8 espigas de trigo
  • 8 velas brancas

Como fazer:

Em uma noite de lua crescente, forre a cesta com os lenços, alternando um branco e um amarelo, deixando as pontas para fora da cesta. Passe pelo corpo, simbolicamente, as peras e coloque-as dentro do cesto, sobre os lenços. Repita o mesmo procedimento com os doces, colocando-os em volta das peras. Faça o mesmo com as rosas brancas, depois as amarelas. Pegue as espigas de tribo e bata-as no corpo, pedindo que a Cigana Carmelita o livre do mal e abra os seus caminhos. Arrume as espigas perto das rosas amarelas. Por fim, pegue as moedas com as duas mãos e sacuda-as, pedindo por prosperidade. Finque cada moeda em uma pera. Agora, coloque essa oferenda na beira de um rio limpo e acenda 4 velas do lado direito e 4 velas do lado esquerdo, pedindo que ela guie os seus caminhos. Após terminar o ritual, recolha todo o material e jogue no lixo. Cuidado para não provocar um incêndio com as velas.


Leia também: Consulta de Baralho Cigano Online - O seu futuro nas cartas ciganas


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada:

Gostou? Compartilhe!