.
Ciência e superstição, como elas estão ligadas?

Ciência e superstição, como elas estão ligadas?

As superstições existem há milhares de anos. Há quem diga que nasceram quando o ser humano ganhou a capacidade de discernimento. E, acredite ou não, existem estudos que elas podem ser benéficas para nós. Mas como que ciência e superstição se relacionam? É o que pretendemos explicar.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Ciência e Superstição


Ainda que superstição seja o ato de acreditar que uma coisa causou outra, mesmo sem haver evidência para isso, mas eventualmente a ciência pode trazer explicações.

Outro fator a ser considerado é que as superstições acabam nascendo por fenômenos que não são compreendidos. Assim como a ciência, a superstição busca dar sentido para as coisas. O que as diferente é que no caso da superstição, eles não precisam ser provados, apenas acreditados.

Psicologia positiva


Ferradura_Superstição

Estudos científicos mostram que o pensamento positivo pode influenciar o resultado das pessoas. Se a superstição faz a pessoa acreditar que algo bom ou algo ruim pode acontecer como resultado de uma determinada ação, é possível afirmar sim que ela poderá interferir em seu dia a dia.

Superstições na história


Na época da inquisição, por exemplo, as chamadas “bruxas” eram parteiras, enfermeiras e assistentes. Elas conheciam ervas capazes de ajudar na cura de doenças e epidemias. Com isso, chamaram a atenção e provocaram a ira da instituição médica masculina em ascensão, que decidiu eliminar a concorrência, segundo alguns registros históricos.

E assim

o mundo veio se desenvolvendo e mantendo crendices. Algumas por exemplo, como a história de que manga e leite quando misturados poderiam causar a morte. Hoje já se sabe que este mito foi criado durante o período do Brasil Colonial. A manga era muito abundante em todo o Brasil e bastante consumida pelos índios e escravos. Já o leite, este era exclusividade das pessoas ricas, pois era um alimento raro e caro. Como os ricos não queriam que o precioso alimento fosse consumido por seus escravos, criou-se esta lenda que é espalhada até hoje em alguns lugares do país.

Tal como os mitos, as superstições vão sendo espalhadas por todos os cantos. Contudo, mesmo que muitas vezes não se veja uma comprovação empírica do que é dito, as pessoas tendem a não arriscarem tomar decisões que vão contra uma superstição.

Espelhos e superstição


Superstição_Gato

Algumas das superstições possuem componente psíquica óbvia. Um dos exemplos é o de espelho partido que dá azar. Ao se olhar no espelho quebrado, o subconsciente nos retoma a um sentimento primário, possivelmente ligado ao que nossos antepassados tinham ao se olharem em reflexões de água após serem desfigurados na guerra.

13 pessoas à mesa


Outra crendice é de que ter 13 pessoas à mesa para um jantar é um verdadeiro sinal de má sorte. E para isso existem diferentes explicações. Há quem diga que a superstição esteja ligada ao fato de que os jogos de jantar são formados por 12, 6 ou 4 peças. Com isso, 12 é um múltiplo dos demais números, enquanto 13 é um número quebrado.

Há, no entanto, outra explicação que diz que a crença está ligada aos 13 ciclos menstruais que a mulher tem durante um ano. Para alguns, isso liga o número a um sinal de má sorte.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!