.
Asherah - a suposta esposa de Deus

Asherah - a suposta esposa de Deus

Segundo estudiosos e pesquisadores, Asherah pode ter sido a esposa do deus bíblico Jeová, também conhecido como Yahweh. Essa teoria ganhou ainda mais força após as pesquisas da professora Francesca Stavrakopoulou, do Departamento de Teologia e Religião da Universidade de Exeter, na Inglaterra.

Francesca afirma que Asherah era uma deusa adorada pelo povo de Israel na antiguidade. Além disso, a deusa teria sido esposa de Deus e segundo a professora, existem evidências que comprovariam tal afirmação. Achados arqueológicos, como inscrições, textos, ídolos, estatuetas e passagens da própria Bíblia reforçam essa ideia.

CONSULTA DE TAROT

Escolha uma carta e comece a consulta de Tarot 100% personalizada!

A professora conta que em Israel, muito antes do nascimento de Jesus Cristo, vários deuses eram idolatrados. Asherah também. Inclusive, em um sítio arqueológico no Sinai foi encontrado um templo de adoração a Yahweh e Asherah. Inscrições no local, datadas de 800 a.C., sugerem que as pessoas que por lá passavam pediam benção aos dois deuses. “Javé de Teiman e sua Asherah”, é um dos escritos encontrados nas escavações.


Leia também: Quem são as doze divindades do Horóscopo Egípcio


Mas então existem vários deuses?

Atualmente, a maioria das pessoas são monoteístas, acreditam apenas em um deus. Mas, na antiguidade não era bem assim. Historiadores afirmam que o povo da Antiga Israel era politeísta, quando as pessoas adoram vários deuses. Entre os deuses venerados, Yahweh, o Deus bíblico conforme aqui antes citado, era um deles. Porém, Yahweh era pouco popular até então.

Francesca Stavrakopoulou explica que é possível encontrar evidências de que outras divindades eram adoradas na antiguidade na Bíblia. De acordo com ela, Yahweh teve que competir com outras entidades até adquirir a posição de o Grande Criador para os antigos israelitas.


Leia também: Poder Feminino – saiba reconhecer o seu


E quando as pessoas passaram a idolatrar apenas um Deus?

Segundo os pesquisadores, em de 586 a.C. o Templo de Jerusalém foi destruído. Esse acontecimento acabou originando uma visão monoteísta na sociedade da época e essa idéia se espalhou por todo o mundo. A partir desse momento, as pessoas passaram a acreditar em um único Deus Criador Universal.


Leia também: Celebre a prosperidade com um ritual de Lammas


Asherah – a deusa da fertilidade

De acordo com Francesca, é possível encontrar passagens no Livro dos Reis que confirmam que Deus tinha uma esposa. Ela não era apenas conhecida como a companheira de Deus, mas também era adorada pelo povo da época. Essa era Asherah, também conhecida como Istar e Astarte.

Artefatos encontrados em sítios arqueológicos apontam ainda que Asherah teve uma grande importância para os povos do passado e era uma poderosa deusa da fertilidade.

Segundo o estudioso J. Edward Wright, presidente do Instituto Albright de Pesquisas Arqueológicas, inscrições hebraicas mencionam a ligação de Yahweh e Asherah.  Porém, as citações a Asherah são discretas. Interpretações e traduções se referem a Asherah como “Árvore Sagrada”. Provavelmente, isto foi feito para despistar leitores e futuras gerações sobre a existência da deusa e focar a adoração em um único Deus.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: