.
As Fases da Lua: aspectos gerais, culturais e históricos

As Fases da Lua: aspectos gerais, culturais e históricos

Conhecidas por influenciar decisões e comportamentos, as fases da Lua como nos são ensinadas, consistem na trajetória percorrida por este satélite até que seu ciclo em torno da Terra se complete, levando pouco mais de 29 dias.

Neste processo, o qual também pode ser chamado de lunação, parar que a Lua conclua seu ciclo será necessário passar por quatro etapas, as quais receberam o nome e a atribuição de fases: nova, quarto crescente, cheia e quarto minguante; estas são referidas à mudança aparente da porção iluminada pelo Sol e visível a partir da Terra.

Em busca de respostas? Faça as perguntas que sempre quis numa Consulta de Vidência.

10 min de consulta por telefone SÓ R$ 5.

As fases da Lua no contexto histórico


Não somente na atualidade as fases da Lua passaram a ser relacionadas à momentos propícios para cortar os cabelos, para a pescaria ou a realização de tarefas cotidianas; essa cultura data desde o período paleolítico, onde comunidades de humanos utilizavam-se da época de lua cheia para dar início ao período de caça, devido à boa luminosidade que a fase proporcionava.

Além do fator facilitador, as fases da Lua também passaram a adquirir um significado muito importante sobre a marcação de intervalos de tempo, festas e rituais. Através dessa metodologia abraçada pelo padrão observado da Lua, calendários lunares passaram a ser largamente utilizados durante a Antiguidade, principalmente entre os povos egípcios e babilônicos.

Leia Também: Calendário Lunar 2016: Saiba quais fases elevam a produtividade

Ainda em seu aspecto cultural, a Lua recebeu a atribuição à diversas divindades em muitas civilizações distintas, como a grega, romana e até mesmo a tupi-guarani, onde o satélite era representado pela deusa Jaci. Mesmo que não houvesse associação em outras culturas, a crença em torno das fases da Lua envolviam frequentemente ciclos como o de fartura e miséria, vida e morte.

Atualmente ainda utilizam-se as fases da Lua como forma de influência para épocas de plantio, de colheita, além da propensão para gestação e previsão de parto – associando o ciclo lunar ao menstrual.

As quatro fases da Lua


Segmentada em quatro etapas principais, o ciclo lunar tem início durante a Lua nova, onde a face não iluminada do satélite encontra-se voltada para a Terra. O breu inicial tem duração de aproximadas 15 horas e é revelado após um pequeno fio luminoso ser descoberto – revelando a chamada luz cinérea, resultado de uma luz solar refletida pela Terra.

Leia Também: As Fases da Lua: aspectos gerais, culturais e históricos

Após uma semana, dá-se início ao quarto crescente, onde metade do disco lunar encontra-se iluminado e descoberto. Em uma nova semana adiante, duas após a lua nova, encontra-se a lua cheia iluminando e embelezando todo o céu noturno com seus mistérios. Esta, por sua vez, surge quase ao mesmo tempo em que o Sol se põe.

Assim que a fase cheia atinge seu ponto mais próximo à órbita lunar, a Superlua dá sinais, com a maior e mais brilhante Lua entre as demais. Por fim, mais uma semana se passa e o brilho começa a diminuir, dando início ao quarto minguante e iluminando o satélite novamente apenas pela metade até que o ciclo se reinicie com a volta da Lua nova.

Relacionado:
Lua Cheia - Bela, misteriosa e energizada
Lua Minguante - encerrando um novo ciclo, renovando projetos
Lua Crescente - influência de ideias, estabilidade e crescimento
Lua Nova - prepare-se para um novo ciclo

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Gostou? Compartilhe!