.
Acupuntura para insônia — um tratamento pela qualidade de vida

Acupuntura para insônia — um tratamento pela qualidade de vida

Estima-se que mais de 2 milhões de brasileiros sofram de insônia todos os anos, sendo ela mais comum em pessoas com mais de 20 anos de idade. Tratando-se de uma condição que afeta diretamente a qualidade de vida do paciente, a acupuntura surge como uma alternativa natural e sem efeitos colaterais para sanar o problema.

Atuando na raiz da causa, a milenar técnica de cura com agulhas investiga o estilo do vida e exames clínicos do paciente. Esse procedimento é fundamental para tratar com precisão a insônia e demais sintomas que surgem lado a lado com ela — como a ansiedade e preocupações excessivas, por exemplo.

Acupuntura para insônia

Existem diversas causas para a insônia, de físicas a psicológicas. No entanto, ela geralmente está relacionada ao desequilíbrio energético do coração e das emoções. A acupuntura, por sua vez, ajuda de forma natural a restaurar o equilíbrio do organismo, proporcionando um novo nível de consciência ao paciente.

Essa espécie de evolução energética faz com que você seja capaz de compreender o que realmente está sentindo e percebendo em sobre seu corpo. Dessa forma, há um melhor processamento das emoções, permitindo o relaxamento e a mudança de hábitos nocivos.

Infelizmente, tanto no Brasil quanto em países desenvolvidos como os Estados Unidos, a insônia é tratada automaticamente por meio de medicamentos, o que incluem sedativos, antidepressivos, ansiolíticos e outros.

Os fármacos, além de não tratarem a causa do problema, podem provocar efeitos colaterais, o que inclui a dependência. Pois bem, são inúmeros os motivos para experimentar a acupuntura e aliar o tratamento a bons hábitos.


Grupos de risco

Apesar de estar suscetível a qualquer pessoa, a insônia ocorre mais frequentemente em grupos com determinados fatores de risco, como:

  • Ser do sexo feminino;
  • Ter 60 anos de idade ou mais;
  • Ser portador de distúrbios psicológicos (como os de ansiedade, depressão, bipolaridade, estresse pós-traumático e outros);
  • Estar passando por situações de estresse;
  • Ter horários irregulares de trabalho, como turnos noturnos ou viagens frequentes.

Tipos de insônia

A insônia pode ser dividida entre as pessoas que têm dificuldade par adormecer, as que não conseguem permanecer dormindo e as que dormem, mas acordam completamente exaustas.

Durante o tratamento com acupuntura, paciente e profissional devem investigar tanto as causas físicas (excesso de luminosidade no quarto, cama desconfortável, problemas respiratórios, etc.) quanto psicológicas (estresse, preocupações, oscilações de humor, etc.), direcionando as sessões, pontos de acupuntura e recomendações para o dia a dia.


Clique Aqui: Acupuntura dói? Entenda o que acontece durante as sessões


Como funciona o tratamento?

Assim como quando é direcionada a outras mazelas do corpo e da mente humana, a acupuntura para insônia tem como objetivo resgatar o equilíbrio do organismo. Esse equilíbrio deve ser obtido, inclusive, com a liberação de neurotransmissores, como a serotonina, capazes de ajudar o paciente a relaxar.

Durante as sessões, as agulhas são inseridas em pontos estratégicos — sempre de acordo com o diagnóstico clínico e do acupunturista responsável — onde existem excessos energéticos. O tratamento segue ajudando o corpo a liberar esses excessos e, consequentemente, tonificar os espaços em deficiência.


Duração e sessões

Geralmente sem ultrapassar 30 dias, o tratamento inicial é rápido e direcionado às causas e sintomas do paciente. Costumam ser recomendadas entre 4 a 5 sessões nesse período, geralmente realizadas ao final do dia — para que o sono seja ainda mais beneficiado.

Ao final desses 30 dias, são realizadas somente sessões de manutenção, onde os intervalos têm prescrições personalizadas para cada paciente. Normalmente, as sessões acontecem uma vez a cada 15, 20 ou 30 dias, apenas para prevenção da insônia e manutenção da qualidade do sono.


Clique Aqui: Acupuntura no combate à enxaqueca: como funciona?


Pontos de acupuntura para insônia

Certamente, existem diversos pontos capazes de tratar a insônia, dependendo das queixas do paciente e do diagnóstico do acupunturista. Entretanto, existem alguns pontos de acupuntura especialmente responsáveis por promover mais relaxamento e noites de sono restauradoras.

Caso você não tenha acesso a um acupunturista e queira experimentar um pouco desses efeitos, é possível fazer uma auto aplicação da técnica usando seus dedos. A acupressão, como é chamada a modalidade, é uma variação da acupuntura, onde os pontos são apenas pressionados levemente e podem ser trabalhados em qualquer lugar.

Veja quais são esses pontos, como reproduzi-los em seu corpo e quais são os efeitos esperados em cada um deles.


Pericárdio 6 (PC6 – Neiguan)

Esse importante ponto está localizado de forma centralizada no lado anterior do antebraço, entre os tendões. Para encontra-lo com mais precisão, conte uma distância de 3 dedos a partir da linha do punho.

Quando ativado, esse ponto promove uma sensação de irradiação um pouco intensa sobre os canais do seu braço. Pressione o ponto durante 5 a 10 minutos.

Além da insônia, o ponto do pericárdio 6 também é indicado para sintomas como dores abdominais, arritmia cardíaca, enxaqueca, problemas de memória, náusea e problemas mentais de um modo abrangente.


Coração 7 (C7 – Shenmen)

Conhecido como Portão do Espírito ou Porta da Mente, o ponto Coração 7 está localizado muito próximo ao Pericárdio 6 e ambos são comumente utilizados em conjunto. Afinal, essa união é capaz de remover impurezas do corpo.

Para encontrar esse ponto, vire a palma da mão para cima e, exatamente sobre a linha do punho, encontre o tendão próximo a extremidade externa. Pressione-o levemente durante 5 a 10 minutos, fazendo pausas e retornando, se necessário.

Apresentando mais benefícios que somente tratar a insônia, esse ponto é indicado para pessoas com ansiedade, distúrbios mentais, palpitação, irritabilidade, falta de memória, pesadelos recorrentes, sonhos em excesso, delírios, psicose, mania, dentre outros desequilíbrios da mente.


Baço-Pâncreas 6 (BP6 – Sanyinjia)

Com a capacidade de acalmar a mente, esse ponto está localizado muito próximo dos tornozelos. Em termos práticos, está entre a linha do tornozelo e o início da curva que forma a “batata” da perna — cerca de 4 dedos acima da linha do tornozelo.

Outros benefícios trazidos pelo estímulo desse ponto incluem sintomas como tontura, cansaço crônico, palpitação, preocupação, amnésia, choro, irritabilidade, sudorese noturna, boca seca e questões relacionadas a sexualidade e órgãos reprodutores.

O ponto não deve ser estimulado em mulheres grávidas.


Clique Aqui: Acupuntura para diabetes — agulhas podem ajudar no tratamento


Quando procurar por um acupunturista?

Antes de procurar pela acupuntura, é imprescindível que o paciente se submeta a uma série de avaliações físicas e emocionais, a fim de diagnosticar o problema, bem como o nível em que se encontra.

É possível obter a solicitação para exames clínicos e um diagnóstico por meio de profissionais como clínicos gerais, neurologistas, especialistas do sono e até mesmo psiquiatras. Em alguns casos, pode ser preciso que o paciente durma uma noite em uma clínica especializada em distúrbios do sono, para que o grau de insônia seja avaliado.

Com o diagnóstico em mãos, o paciente poderá contatar um médico acupunturista, para então dar início a um tratamento de acupuntura contra insônia.

Muitas vezes, a insônia pode ser curada com uma simples mudança de hábitos. Nesses casos, a acupuntura também traz benefícios, ajudando o paciente a se manter equilibrado e focado nessas alterações no estilo de vida.


Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar