.
7 mitos sobre Wicca que você não deve acreditar

7 mitos sobre Wicca que você não deve acreditar

Diversos mitos sobre Wicca são espalhados por todo o mundo, propagando práticas que não existem. A Wicca é uma religião reconhecida em 1986, mas que possui tradições muito antigas.  Nesta prática, homens e mulheres interagem com a natureza em festivais chamados de sabás, que comemoram os ciclos da vida e exaltam o poder sobrenatural.

Os seguidores da Wicca se consideram bruxos e segundo eles, são incompreendidos pela sociedade e por outras religiões. Diferente do que muitos acreditam, a Wicca não trabalha com magia negra ou sacrifica animais. Confira 7 mitos sobre Wicca que você não deve acreditar.

7 mitos sobre Wicca

  • Wiccanos são satanistas

    Um dos mitos sobre Wicca é que os praticantes são adoradores de satanás. Porém, os wiccanos nem mesmo acreditam no demônio. Os conceitos de diabo e inferno são uma crença da teologia cristã e nunca existiram na Wicca, segundo o livro “Crenças e Práticas da Wicca”.

    Os wiccanos também não acreditam apenas em um Deus, mas em uma deusa e um deus. Assim, a prática pode ser classificada como uma religião politeísta, entrando na categoria de outras religiões como hinduísmo e budismo.

  • Os bruxos cultuam o mal

    Devido à carga negativa atribuída à palavra bruxaria, alguns adeptos da religião Wicca deixaram de referir a si mesmos como bruxos e passaram a usar a nomenclatura wiccanos, de acordo com o livro “Wicca de A a Z”. A religião Wicca é sempre a favor do bem, é contra o uso da magia para prejudicar alguém e não estimula seus seguidores a machucar os outros emocionalmente ou fisicamente.

    Este é um dos mitos sobre Wicca e pode ser facilmente desmentido a partir da “Lei Tríplice”, a diretriz ética seguida pelos wiccanos. Eles creem que tudo o que desejamos para outras pessoas, em algum momento, retorna a nós mesmos três vezes mais forte. A Wicca acredita que devemos desejar o bem para recebermos o mesmo.

  • Existe uma “bíblia negra” wiccana

    Os wiccanos não seguem nenhuma bíblia. Este mito pode se referir ao “Livro das Sombra” (Lds), que é feito por muitos seguidores individualmente. Existe a possibilidade de alguns mestres passarem seus livros para os alunos. Porém, este objeto é pessoal, funciona como um livro de referências para os praticantes. De acordo com o “Viver para Wicca”.

    O Lds também é chamado de diário mágico ou livro espelho, pois trata-se de um objeto personalizado em que os seguidores anotam informações e registros que consideram úteis para a prática da fé. Este não é um item obrigatório para os wiccanos, mas é utilizado por quem deseja escrever sobre cerimônias, mitos, rituais, feitiços, registros de sonhos, entre outras coisas.

  • Realizam orgias nos rituais

    Na Wicca existe um valor de respeito à diversidade sexual, que é deturpado como o costume de realizar orgias nos rituais. Não são praticadas relações sexuais durante as cerimônias wiccanas. Essa calúnia é espalhada por aqueles que não conseguem aceitar o modo de vida livre dos praticantes, o costume de alguns grupos que realizam os rituais nus e a forma da religião aceitar todos que querem de coração sentir a energia do Deus e da Deusa, sem condenar suas preferências sexuais, ou julgá-los por isso.

  • A Wicca não é considerada uma religião oficialmente

    A Wicca é reconhecida como uma religião oficial pelo governo dos Estados Unidos da América, inclusive os feriados da religião, que variam de acordo com o estado. Segundo o Departamento de Educação de Nova Jersey, cerca de oito feriados wiccanos são reconhecidos atualmente.

    Entre os feriados, inclui-se o Mabon, que marca o começo do outono e é celebrado em 23 de outubro. Neste dia, crianças da Wicca são dispensadas das aulas nas escolas para comemorar. Além desse feriado, existem alguns outros, mas que não são conhecidos pela maior parte da população.

  • Wiccanos fazem sacrifício de animais em seus rituais

    A Wicca é uma religião baseada na natureza e seus seguidores vivem em total harmonia com ela. Então, os wiccanos são incentivados a respeitar e amar todos os seres vivos do planeta. Os bruxos fazem oferendas para seus deuses, mas esses sacrifícios incluem frutas, pães, flores ou vinhos.

    Podemos confirmar este fato com uma citação retirada de “O Livro de Bolso da Wicca”. “Nós bruxos amamos animais. Nós nunca prejudicaríamos ou mataríamos esses seres em nossos rituais e magias. Aliás, sacrifício de sangue de qualquer tipo é contra a nossa lei. Isso de olho de salamandra e pé de sapo é um absurdo inventado”.

  • Wicca é uma religião muito antiga

    Muitas pessoas vão se surpreender com essa informação: Wicca não é uma religião ancestral. Apesar de ser baseada em crenças e tradições muito antigas, incluindo elementos da espiritualidade baseada natureza e no paganismo. Ela foi fundada pelo antropólogo Gerald Gardner no início de 1950, um de seus principais objetivos foi desassociar o mal de bruxaria que foi determinado pelos cristãos.

    A Wicca é uma religião que faz a combinação de tradições folclóricas com elementos mais modernos. Ela tem base em ritos ocidentais europeus e rituais pagãos realizados ao longo dos séculos, antes, durante e depois de Cristo. Sua prática reverencia a natureza, os ciclos das estações, celebra as colheitas e realiza magias.

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.