.
Simpatia e Empatia: qual a diferença?

Simpatia e Empatia: qual a diferença?

Os termos “simpatia” e “empatia” foram por muito tempo nebulosos e sem definições exatas. Hoje iremos trabalhar um pouco sobre a diferença entre eles e como desenvolver estes sentimentos, sobretudo a hora certa de expô-los.

Simpatia e empatia: diferença enérgica

Antes de falarmos um pouco das energias que envolvem estes sentimentos, temos que dizer que o termo “simpatia”, aqui empregado, diz respeito ao sentimento, à emoção, ou seja, nada tem a ver com os rituais e trabalhos místicos que desenvolvemos à parte.

Em relação à energia de cada sentimento, a Simpatia sempre pressupõe um “emanar”, uma espécie de ondas que fluem de nós para benefício interno.

Já a Empatia, pressupõe ondas que fluem de nós para se ligar a outras ondas, sobretudo de quem está ao nosso redor, de quem está conversando conosco.


Clique aqui: O que é melhor: reprimir seus sentimentos ou explodir de raiva?


Simpatia: o que é?

Simpatia é você deixar fluir a sua harmonia, estar sempre de bem com a vida e sorrir para as situações. Quando vemos alguém triste, as pessoas fazem uso da simpatia para tentar animá-las. Na grande maioria dos casos, não sabemos muito bem como lidar e podemos até mesmo piorar a situação.

Empatia: o que é?

Já a Empatia, teremos um outro tipo de trato. A Empatia é o que acontece quando nos colocamos no lugar do próximo. Quando decidimos escutá-lo e amá-lo, antes que ele nos peça perdão ou se sinta um peso para a gente.

Quando somos empáticos, não tratamos o próximo como um incômodo, mas sim como alguém com quem podemos nos conectar e evoluirmos enquanto seres humanos.


Clique aqui: Descubra como atrair pessoas e sentimentos positivos através do desapego


Simpatia e Empatia: qual priorizar?

Para os momentos felizes, trocas de risadas e espontaneidades da vida, não há problema algum em ser simpático e mostrar sua felicidade. Isso sim pode encorajar o próximo.

Porém, quando o seu próximo estiver em uma situação negativa, como luto, depressão, tristeza, melancolia, desemprego…Não procure ser empático, isso pode apenas afastá-lo de você.

Procure se posicionar como alguém que já passou por isso e escute tudo o que ele tem a lhe dizer. Ao invés de ficar sorrindo sem parar, procure ficar sério e ser compreensivo. Dê tempo para que essa tristeza passe e que a vida seja proveitosa, que haja uma ligação entre vocês. Abrace-o. Diga que a pessoa não precisa se sentir culpado, pois tudo está bem. Agradeça-a por ter lhe contado algo de seu íntimo. Enxergue quem está confiando em você.

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.