.
Não aprenda essa técnica! A psicologia reversa dos sonhos lúcidos

Não aprenda essa técnica! A psicologia reversa dos sonhos lúcidos

Quando alguém te diz para NÃO fazer alguma coisa, o que você faz? Muito provavelmente, pensa em contrariar esse pedido (mesmo que inconscientemente), certo? Pois saiba que essa psicologia reversa, ou sugestão negativa, também funciona como técnica para proporcionar uma nova dimensão aos sonhos lúcidos.

Psicologia reversa para sonhos lúcidos: a técnica

Antes de aplicar essa técnica nos sonhos lúcidos, você deve fixar o fato de que a nossa sociedade é totalmente construída com base em regras, estruturas e tradições — ainda que muitas vezes controversas.

Tudo começa dentro de casa. Nós sofremos restrições e somos orientados sobre o que fazer, como se comportar e no que acreditar desde bebês. No entanto, comumente essas regras e estruturas nos mantêm longe daquilo que realmente queremos e desejamos. E é aí que mora o perigo.

Quanto mais distantes e reprimidos sobre esses desejos, mais nos sentimos desobedientes e até maldosos por querer aquilo que aparentemente não devíamos. Como resultado, esses desejos se fortalecem e uma luta interna começa.

Você provavelmente já ouviu histórias de pessoas que estavam tentando parar de fumar (ou até mesmo passou por uma delas). Aqui, quanto mais próximo você chega de abandonar o vício, maior é o desejo de retoma-lo. Isso acontece porque você quer aquele cigarro, mas o seu lado racional sabe que te fará mal.


Sonhos Lúcidos: como tê-los com frequência!


Como transferir desejos aos sonhos lúcidos

Durante os sonhos, todas essas regras e estruturas que nos cercam se tornam completamente irrelevante. E é aí que os seus mais profundos desejos e instintos naturais ganham permissão para atuarem em sua forma mais selvagem.

Por meio dos sonhos você pode preencher todas as suas necessidades irracionais com coisas que você não poderia fazer ou pensar na sua vida desperta. E há comprovação científica para isso. Quando sonhamos, a mente racional, localizada no córtex pré-frontal está, de certo modo, adormecida, permitindo que a parte mais primitiva e emotiva do seu cérebro assuma o controle.

Mas e aí, como é que você pode fazer uso dessa “vantagem” para fazer dos sonhos lúcidos experiências incríveis?

Antes de começar a sonhar, você precisa identificar um desejo primitivo que existe aí dentro. Você pode identifica-lo simplesmente pensando se seria possível satisfazê-lo aqui, na vida desperta. Se a resposta for não, prepare-se para o próximo passo.


A caixa dos segredos

Esse método pode parecer realmente estranho para muitas pessoas, mas o poder do seu efeito é impressionante. Encare o método a seguir como um exercício preparatório, e um passo essencial para desenvolver melhor suas habilidades de sonhos lúcidos. Você vai precisar de:

  • Uma caixa resistente. Pode ser uma caixa confeccionada em metal, uma lata com tampa, ou outro material sólido e não transparente;
  • Um amigo ou pessoa de confiança (e que te conheça bem).

Começou estranho? Então espere que vai ficar um pouquinho mais. Entregue a caixa para essa pessoa de confiança e dê a ela algum dinheiro para que compre itens não perecíveis e que sejam relacionados a coisas que você gosta. Junto aos itens dentro da caixa, peça a ela para que coloque um pequeno pedaço de papel escrito “você está sonhando”.

Assim que essa pessoa tiver cumprido os passos anteriores, ela deve fechar e, se possível, lacrar a caixa, entregando-a novamente para você. Certifique-se que ela não lhe dará nenhuma dica sobre o que há dentro da caixa, pois é aí que a mágica acontece!

Viu o que aconteceu? Agora você possui um objeto que contém segredos dentro dele. E você nunca poderá abrir a caixa para descobrir o mistério — ao menos você não deveria. Recapitulando: você não sabe o que tem na caixa!

Em breve você deve começar a se sentir um pouco insatisfeito por saber que o segredo não pode ser revelado, mesmo que você realmente queira saber o que existe ali dentro.


Clique Aqui: RAUSIS: a famosa técnica para ter sonhos lúcidos, passo a passo


Utilizando a caixa dos segredos para ter sonhos lúcidos

Essa última parte finalmente envolve incluir a misteriosa caixa aos seus sonhos. Para fazer isso, você terá de praticar um exercício muito simples, que consiste em visualizar a si mesmo abrindo a caixa.

E não precisa ter um horário certo para isso. Você pode imaginar a qualquer momento do seu dia. Apenas se veja abrindo a caixa, e se certificando de que você não está realmente fazendo isso. A cada momento em que visualizar essa imagem, lembre-se de que isso é apenas um sonho, e que você não está abrindo a caixa de verdade.

Mantenha a caixa ao lado da sua cama e repita essas visualizações por alguns dias, sempre antes de dormir.

Após tantos passos, você deve começar a sonhar com a caixa com uma certa frequência, alimentando um desejo profundo em saber o que realmente há ali dentro. Seus sonhos começarão a envolver revelações sobre os itens dentro da caixa, inevitavelmente.

Os sonhos mais comuns podem te colocar em situações como abrindo a caixa, vendo os itens dentro dela caindo no chão ou estar diante da caixa quebrada, expondo o que há ali dentro. Independentemente do caso, é nesse ponto que surge o gatilho para os sonhos lúcidos.


E se der errado?

Se você não atingir um estado de sonho lúcido, talvez seja preciso voltar alguns passos para trás e se esforçar um pouco mais no processo das visualizações. Certifique-se de enfatizar e se lembrar que, se você viu a caixa aberta, independentemente do modo, você está sonhando.

Continue repetindo esse processo todas as noites antes de adormecer, e você será capaz de desencadear sonhos lúcidos mais cedo do que imagina.


Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar