.
Pessoas com deficiência provam que também são sexys

Pessoas com deficiência provam que também são sexys

Pessoas com deficiência lançaram o movimento #DisabledPeopleAreHot – em português significa Pessoas com deficiência são sexys – para fortalecer a autoestima e reconhecer a beleza de cada um. Fotos postadas nas redes sociais com a hashtag tem mostrado o quanto essas pessoas podem ser sexys e confiantes.

#DisabledPeopleAreHot

O canadense Andrew Gurza, de 34 anos e que atua como consultor de consciência de deficiência foi o responsável pela primeira postagem do movimento. Segundo ele, um dia acordou entediado e procurou no Twitter pela hashtag e ficou surpreso ao descobrir que ninguém havia usado o termo. No dia seguinte, resolveu postar uma foto na qual estava se sentido bem e publicou #DisabledPeopleAreHot.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Wheelchairs.br (@wheelchairs.br) a

Na manhã seguinte, Gurza recebeu mais de 200 notificações em resposta à sua postagem. “Fiquei impressionado com o número de tweets, curtidas, fotos, e-mails, comentários e postagens que recebi com essa hashtag. Me fez chorar de alegria só de ver quantas pessoas me enviaram e-mails dizendo: ‘Essa hashtag significa muito para mim. Essa tag mudou meu dia e me fez sorrir hoje’”, comentou durante uma entrevista para CBC Canadá.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Wheelchairs.br (@wheelchairs.br) a

A #DisabledPeopleAreHot viralizou na internet, especialmente no Twitter e ganhou visibilidade. Homens e mulheres com deficiência ou doenças crônicas começaram a postar fotos nas quais se sentem bonitos e empoderados mostrando para o mundo que eles também têm o direito de expressarem sua sexualidade.

“O êxito da vida não se mede pelo caminho que você conquistou, mas sim pelas dificuldades que superou no caminho”
Abraham Lincoln

A midialivrista, ativista e militante nas causas de pessoas com deficiência e LGBT’s, Landrinha Du Art, escreveu “Nenhum corpo será apagado, nem esquecido. Beleza nenhuma será sufocada ou deixada de lado. Que todos os corpos possam gozar em plenitude da sua sensualidade”.

Outras pessoas aproveitaram para fazer um desabafo com relação ao preconceito que sofrem diariamente. No perfil @EhlersDanlosgrl, ela publicou que está cansada de escutar “você parece muito bonita para ser deficiente” ou “se você fosse deficiente, não estaria usando tanta maquiagem.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Moe (@ehlersdanlosgrl) a

Outro usuário fez um comentário dizendo infeliz dizendo “é reconfortante encontrar pessoas que renunciam o seu tempo para cuidar dos outros, sejam cangurus, idosos ou pessoas com deficiência. O perfil @macdugong rebateu o comentário explicando que “não é uma tag sobre ‘cuidar’, é uma tag sobre ser sexualmente atraente, iniciada por alguém que estava se sentindo frustrado com comentários frequentes de pessoas os relacionam com um animal”.

O criador do movimento, Andrew Gurza, criou outra hashtag, a #DisabledPeopleAre busca celebrar as conquistas e a criatividade das pessoas com deficiência. Além disso, Gurza tem ministrado palestras e motivado pessoas a terem uma boa autoestima.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Andrew Gurza (@theandrewgurza) a

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.