.
A pedra Angelita e a comunicação entre homens e anjos

A pedra Angelita e a comunicação entre homens e anjos

Recentemente descoberta, a Angelita vem ganhando espaço não somente nos estudos científicos, mas no campo místico e esotérico, sendo relacionada a uma ponte entre a comunicação dos homens e seres celestiais. Veja como funciona essa energia.

Angelita, o cristal de conexões celestiais

A Angelita, apesar de existir provavelmente há milhares de anos, foi devidamente explorada e identificada durante a década de 80, no Peru. Composta por sulfato de cálcio, também há registros da pedra em países como Egito, Alemanha, México, Polônia, Líbia e Grã-Bretanha.

De aspecto opaco e coloração azul clara muito suave, atualmente é considerada um das pedras de consciência da Nova Era. Acredita-se ainda que a Angelita possui uma forte ligação com a civilização lemuriana.

Apesar de ainda não haverem informações técnicas ou científicas publicadas sobre ela, já se relata o poder energético desse mineral, que vem se tornando conhecido por fortalecer sentimentos de fé, amor e esperança.

Como seu nome sugere, a Angelita está estreitamente conectada aos poderes celestiais e a comunicação com os anjos e guias espirituais. Esse aspecto permite que seu portador seja capaz de desenvolver uma maior sensitividade, tornando muito mais fácil a conexão com outros planos, vidas passadas, visões e sonhos reveladores.


Clique Aqui para saber mais sobre Pedras e Cristais!


As propriedades e benefícios da Angelita

A Angelita é uma das principais gemas representantes da conexão angelical, estimulando a memória, a conexão e a comunicação espiritual de cada um de nós para com os seres celestiais de todo o Universo. Também é muito útil também para proteger o ambiente contra energias negativas.

Tem o poder de ativar e estimular o décimo chakra (associado a polaridade na terceira dimensão, quando as energias masculinas e femininas estão em equilíbrio total), o chakra frontal, coronário e tranquiliza o laríngeo quando hiperativo ou desalinhado. Essa capacidade facilita a obtenção de pensamentos de paz, harmonia e irmandade.

Ela transforma a dor e a desordem em completude e cura, abrindo o caminho para a inspiração espiritual.

A pedra é muito útil para se obter as orientações dos anjos e dos seres espiritualmente alinhados. Funciona ainda como uma ferramenta de meditação calmante, permitindo que o portador se abra com maior facilidade.

Seu uso também possui efeitos mentais como o estímulo da memória. A Angelita é uma excelente auxiliar na fala, levando o portador a se comunicar de um jeito claro, conciso e equilibrado. Ela acalma e pode ser uma aliada quando se faz necessário o uso da diplomacia ou cooperação mais elevadas.

É uma pedra poderosa para a cura, pois aprofunda e eleva o poder de percepção. Também oferece proteção para o corpo e ambiente em que se encontra, ajudando o indivíduo a ser mais honesto, compassivo e a aceitar situações que não podemos mudar.

No corpo físico ela melhora significativamente os problemas da tireoide e é muito útil no controle de peso, regulando fluídos e atuando como diurética. Também pode ser usada em tratamentos relacionados a inflamações de garganta, doenças infecciosas e para evitar picadas de insetos.

A composição mineral da Angelita está relacionada com o sistema esquelético, especialmente quanto ao suporte energético da densidade e crescimento dos ossos, bem como problemas como artrite e osteoporose.

Ela ajuda energeticamente a conseguir grande mobilidade e auxilia a dissolver a calcificação nas articulações. A Angelita também trabalha no processo vibracional, proporcionando maior capacidade de autocura de fraturas e a manutenção de ossos saudáveis no envelhecimento.

Além disso, é útil para regular o apetite e as funções digestivas – especialmente quando questões emocionais tem um papel na obesidade.


Clique Aqui: Calcedônia: a pedra que nos dá forças para continuar


 Como limpar a Angelita?

Assim como a grande maioria das pedras e cristais, a limpeza da Angelita deve ser feita sob água corrente e um pouco de sal. No entanto, para ela você deve ter um cuidado extra, pois o contato excessivo com o sal pode prejudicar tanto a sua textura quanto brilho e cor. Lave-a por cerca de 3 minutos e depois enxugue para que não fique resíduos.

Você também pode utilizar métodos como banhos de chuva, água de uma cachoeira, rios, mares ou até mesmo uma tempestade. Quando em contato com uma fonte natural você está fazendo tanto uma limpeza física quanto energética.

É possível, inclusive, potencializar essa conectividade energética e espiritual colocando a Angelita sob a luz do Sol (preferencialmente nas primeiras horas da manhã) por, no máximo, 1 hora. Sob a luz do luar você pode expor por até 4 horas.


Como usar uma Angelita?

São diversos os meios de utilização para a Angelita. Você pode, por exemplo, utilizar um acessório com ela, como um colar, anel, pulseira ou até mesmo num chaveiro. Esse item trará equilíbrio e harmonia espiritual para o seu dia a dia.

No ambiente, a pedra purifica as energias e protege tanto o local quanto as pessoas que nele se encontram. Então aposte numa Angelita de bom tamanho para fazer parte da decoração.

Outra opção é meditar com ela. Quando colocada sobre a garganta ou coração você pode obter sentimentos de calma, tranquilidade e paz. Ela também protege o ambiente e o corpo quando tomada em forma de elixir.


Clique Aqui: Moldavita: conheça o cristal extraterrestre de altíssima vibração


Curiosidades sobre a Angelita

A Angelita está muito conectada ao signo de Escorpião, no entanto pode ser utilizada por todo o zodíaco devido a proteção angelical que oferece. A pedra também se conecta muito bem com a energia da Luz, por sua pureza.

Sua ação está relacionada principalmente ao chakra da garganta, mas abrange também os chakras frontal e coronário. Dentre todos os minerais, a Angelita tem o poder de renovar as energias e conectá-las a um bem maior, que são os anjos e arcanjos.


Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar