.
Menino de 12 anos nos EUA distribui lanches para moradores de rua

Menino de 12 anos nos EUA distribui lanches para moradores de rua

Liam Hannon, um menino de 12 anos, que vive nos Estados Unidos, distribui lanches para moradores de rua na cidade de Massachusetts. A ideia surgiu durante as férias de verão após o garoto ser desafiado por jogo online quando ainda tinha 10 anos.

Ajudar quem vive na rua

Durante as férias de 2016, Liam decidiu trocar o acampamento pela companhia do pai. Juntos, eles começaram a jogar uma espécie de caça ao tesouro online. O jogo era dividido em três assuntos: digitação, matemática e serviço, e toda semana apresentava tarefas à serem realizadas. Uma delas era desenvolver alguma ação para comunidade que vive ao seu entorno.

Desde então, o menino passou a observar tudo que estava à sua volta e, aqueles que antes eram invisíveis, começaram a ganhar uma atenção especial. Após se deparar com pessoas em situação de rua, Liam comentou com o pai que eles poderiam fazer um almoço para os homens e mulheres que viviam na sua rua, e assim os dois iriam conseguir completar a tarefa do jogo.

Pai e filho foram para a cozinha e fizeram 20 sanduíches e colocaram em sacos de papel. Liam ainda aproveitou para escrever uma mensagem de carinho. O garoto não imaginava que gentileza gera gentileza, e que um simples almoço poderia trazer momentos de grande felicidade. “Eu vi pessoas que estavam se sentindo realmente deprimidas. Mas quando nós entregamos o almoço, os rostos deles se acenderam”, comentou.

Desde então, o que começou com uma pequena brincadeira, se tornou um projeto chamado Liam’s Lunches of Love. As mensagens de carinho sempre acompanhados de um desenho de Liam se tornaram num símbolo para essas pessoas. “Há pessoas que salvam cada saco de papel, grampeando-os para fazer um livro. Receber uma mensagem faz o dia deles”, comenta Scott.

“De todas as escolas que frequentei, a da rua, foi a que me pareceu melhor”
Anatole France

Depois de quase três anos de projeto e cerca de 2 mil almoços distribuídos, Liam e Scott acabaram se aproximando dos desabrigados, e passaram a conversar e conhecer suas histórias de vida. Para o pai do garoto, “Liam aprendeu muito sobre a diferença entre o que é um verdadeiro sem-teto versus a ideia que ele tinha em mente só de ver pessoas na rua.

Em abril de 2018, Liam lançou uma campanha de financiamento coletivo para poder arrecadar fundos e aumentar a produção dos almoços, bem como comprar um carrinho maior, assim, poderá ajudar ainda mais pessoas em situação de rua. A vaquinha online está constantemente aberta para quem puder ajudar e disponível neste link.

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.