.
Lenda cherokee dos lobos interiores: como é você?

Lenda cherokee dos lobos interiores: como é você?

A lenda cherokee dos dois lobos vem do povo cherokee dos Estados Unidos. Eles fazem parte da população indígena americana que foi imensamente massacrada com a colonização inglesa. Hoje em dia, eles se encontram sobretudo em reservas e em florestas mais fechadas, isoladas. E você já ouviu falar da principal e mais conhecida lenda desse povo?

Lenda cherokee: os dois lobos dentro de nós

Segundo a lenda cherokee dos dois lobos, passada de maneira oral geralmente nos Apalaches do Sul, cada um de nós – seres humanos – possuímos dois lobos que vivem dentro de nós.

Um destes lobos é o Lobo Branco, que simboliza os nossos pontos positivos e de que maneira conseguimos evoluir e exteriorizar a paz que temos dentro de nós. Este lobo é a personificação da pureza e de tudo o que nos faz agir em prol do próximo.

O segundo lobo é o Lobo Negro, que exemplifica toda a maldade de nosso coração. Ele, às vezes, é ilustrado como um chacal, mostrando força, potência e emoção. Esse lobo é a nossa desmesura, tudo o que não é regulado em nós. Quando agimos por impulso, é este lobo que está uivando em nossos ouvidos. O Lobo Negro, na floresta, é muito mais perigoso que o branco, não somente pela sua força, mas também porque ele – devido à sua cor – consegue se camuflar no escuros e ataque de surpresa as suas vítimas, assim como nós fazemos conosco mesmo, quando por impulso tomamos atitudes impensadas ou ferimos a quem amamos.


Clique Aqui: Tudo sobre a lenda do lobisomem


Conflito dos lobos: Qual deles vencerá?

Um velho cherokee dava lições de vida aos seus netos. Disse-lhes:
“Está se travando uma luta dentro de mim. Luta terrível, entre dois lobos.
Um é o medo, a cólera, a inveja, a tristeza, o remorso, a arrogância a  auto-piedade, a culpa, o ressentimento, a inferioridade e a mentira.
O Outro é a paz, a esperança, o amor, a alegria, a delicadeza, a benevolência, a amizade, a empatia, a generosidade, a verdade, a compaixão e a fé.
A mesma luta está se travando dentro de vocês e de todas as outras pessoas…”
As crianças puseram-se a refletir sobre o assunto e uma delas perguntou ao avô:

“Qual dos lobos vencerá?”
O ancião respondeu: “Aquele que for alimentado…”

Como viver com esses lobos?

A lenda cherokee é enfática quando discutimos sobre a existência destes lobos. Ela diz que devemos sim viver com ambos em nossos corpos, até porque quando desejamos aniquilar um deles o outro se fere automaticamente. Isso é feito de maneira espiritual e pode deixar sequelas psicológicas para toda a vida.

Como um lobo é ligado outro, não podemos buscar ser completamente puros e bondosos, nem o contrário, malvados e ruins. O extremo faz com que todo o nosso corpo adoeça. Para que vivamos em paz, é necessária uma harmonia entre o comportamento de ambos os lobos. Cada um deve agir de sua maneira, com as suas características. Devemos aprender a podá-los, de modo que possamos dizer “sim” quando for necessário, bem como “não”. Tudo é uma questão de equilíbrio, se não conseguimos harmonizar os nossos pensamentos bons e ruins, como poderemos viver?

A bondade em seu extremo nos inocenta de tal modo que perecemos, assim como a maldade, em seu ápice, nos aniquila.


Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.